04 de Agosto de 2020,

Polícia

A | A

Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 21h:00 | Atualizado:

PIRATAS DA PANDEMIA

Rede de farmácias é investigada pela PC por abuso nos preços em Cuiabá

Ivermectina, antibióticos, vitaminas e termômetros têm dados cruzados

DROGASIL2.jpeg

 

Ação fiscalizatória da Polícia Civil, em conjunto com o Procon Estadual, vistoriou nesta quarta-feira (01.07) mais um estabelecimento de venda de medicamentos no varejo para apurar preços dos produtos mais procurados neste período da pandemia do coronavírus. A fiscalização desta quarta-feira foi realizada em uma unidade de rede nacional Derogasil, localizada na Avenida Coronel Escolástico, na Capital.

A fiscalização, que tem a coordenação da Equipe Especial de Pronta Resposta da Polícia Civil, Delegacia Especializada do Consumidor e fiscais do Procon, apura se ocorre aumento abusivo nos preços de produtos e medicamentos, como álcool em gel, máscaras de proteção, termômetros, vitaminas e medicamentos como a ivermectina e antibióticos. Responsável pela Equipe Especial da Polícia Civil, o delegado Rodrigo Azem Buchdid destaca que a ação ampliou o foco de fiscalização dos produtos, passando a checar também os valores de venda de antibióticos e da ivermectina, medicamento utilizado para tratar infecções causadas por parasitas.   

“Desde o início da fiscalização, a equipe focou as ações para apurar se há a prática de preços abusivos em produtos da cesta básica de alimentos e também em itens de higiene e medicamentos. Com a grande procura por medicamentos como a ivermectina, passamos a checar também os preços desse produto, além de termômetros, vitaminas e antibióticos”, explica o delegado.  

Desde o início da fiscalização, no mês de maio, em torno de 15 estabelecimentos do comércio, entre farmácias, distribuidoras de produtos e equipamentos de saúde, supermercados e posto de combustível foram vistoriados pela equipe integrada.

A ação é realizada semanalmente em empresas da região metropolitana de Cuiabá.

 

 

 

Galeria de Fotos



Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Amaral antunes | Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 07h00
    4
    0

    Põe esses vagabundos na cadeia. E depois fuzila no paredao. E mete fogo no estabelecimento... Criminosos da saude do povo

  • Cidadão | Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 06h01
    1
    1

    COVID AGORA TEM CURA? Os políticos estão receitando remédios que não funcionam??? Não contrariar o vírus é o único método científico comprovado. Ficar criando falsas esperanças é cruel. Se esses remédios funcionam, 500.000 pessoas não tinham morrido. Acorda.

  • Vá roba pra la | Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 01h51
    1
    0

    Nessa farmácia aí uma máscara bem barrela custa 10 reais. Absurdo

  • Consumidor | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 22h34
    9
    0

    Todas as farmácias estão praticando preços abusivos!! Nos bairros industriário, pedra90, Imperial, Dom Aquino....todos ivermectina a 30,00, 4 comprimidos, o resto nem se fala!! Tem que prender e multar!! É um crime numa hora tão difícil! Coloquem um disque denúncia! Só assim paralisa esse crime.

  • Leal | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 22h25
    6
    4

    Os governadores lá do Norte são inimigos ferozes do Bolsonaro,Alberto...E já estão sendo investigados e podem ser presos por DESVIAR VERBA DESTINADA AO ENFRENTAMENTO DA COVID-19...Será que se forem condenados vão pagar???

  • Alberto | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 21h43
    11
    10

    Essa rede Drogasil é de um dos apoiadores do Bolsonaro. Será que se for multada, Vai pagar.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS