18 de Novembro de 2019,

Polícia

A | A

Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 11h:35 | Atualizado:

RONDAS

Seis são detidos por porte ilegal de arma


RONDONÓPOLIS

F1.jpg

 

Policiais militares de Várzea Grande e Rondonópolis prenderam nesta quinta-feira (07.11), seis pessoas por porte ilegal de arma de fogo. As ocorrências foram registradas após denúncias e abordagens.

A primeira ocorrência foi registrada no bairro Jardim Novo Milênio, em Várzea Grande, onde foram detidos os homens J.J.O.N. (24 anos), G.M.C. (22) e I.F.G. (23) e com eles foram apreendidos uma pistola .40, e um revólver calibre 38, além de 29 munições de ambos calibres.

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais da Rotam e Força Tática foram informados via denúncia que pessoas que estavam em um lava a jato estariam armadas. Quando os policiais chegaram no local houve tentativa de fuga, porém, elas foram contidos. As armas, munições e um carregador foram encontradas dentro do imóvel.  

Na Avenida Mário Andreazza, no bairro Guarita, foram detidos o homem M.R.N.S. (23) e a mulher L.F.N.S. (29), e foi aprendida uma pistola .40 com um carregador, com duas munições.

Os policiais da Rotam e Força Tática estavam em ronda quando viram M. andando no pátio de um posto de combustível. Ele correu para banheiro quando viu a viatura. Devido a atitude suspeita, os policiais o abordaram e encontraram em sua cintura a arma. M., disse que estava aguardando uma pessoa para quem iria vender a pistola por R$ 5 mil. Ele ainda acrescentou que L., motorista de aplicativo o levasse até o local. Os militares foram até a casa da mulher que também foi conduzida à delegacia.

Na área central de Rondonópolis, os agentes prenderam W.L.C. (28), com um revolver calibre 38. A prisão foi durante abordagem na caminhonete S10 branca, conduzida pelo suspeito. A arma foi encontrada durante vistoria no veículo, além de um facão.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Galeria de Fotos

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS