11 de Agosto de 2020,

Polícia

A | A

Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 01h:10 | Atualizado:

DESTRUIÇÃO

Vídeos mostram pesca predatória após Piracema em MT

Pescadores usou prática de anzois de galho


Da Redação

pescaria.jpg

 

Dois vídeos, que circulam nas redes sociais, mostram a intensa prática de pesca predatória em rios de Mato Grosso. Num vídeo, gravado as margens do Rio Cuiabazinho, a 20 quilômetros da capital, os pescadores aparecem comemorando a grande quantidade de pescado, da espécie Pintado, que chega a lotar até quatro embarcações. 

Em um dos vídeos, um pescador mostra uma caixa térmica abastecida de peixes e grava as imagens para ser enviadas a amigos. A prática usada pelo grupo é conhecida como “armadilha de anzol de galhos”.

O pescador que filma um dos vídeos chega a pedir para os amigos abrirem uma caixa de mil litros e mostra, segundo ele, mais de 300 quilos de pescado. Mais de seis pessoas aparecem auxiliando na atividade ilegal.

De acordo com a Polícia Ambiental, a pesca predatória é ilegal, pois é executada de forma desenfreada, ou seja, de forma insustentável o que pode inviabilizar a reprodução dos peixes e provocar o desequilíbrio nos rios. Mesmo fora do período da Piracema, é proibida.

Fiscais da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) e policiais ambientais afirmam que a prática é ilegal e tem sido combatida por meio de fiscalizações. A multa para esse tipo de crime é de no mínimo mil reais e pode chegar até R$ 100 mil, mais o cálculo por medida da quantidade de pescado além de responder por crime ambiental e ter CPF bloqueado.

 



Postar um novo comentário

Comentários (23)

  • Airton | Sábado, 17 de Fevereiro de 2018, 08h21
    0
    0

    Realmente uma vergonha.

  • Célio Silva | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 21h47
    10
    0

    Sou do Paraná, uma vez por ano ou duas, vou pescar no rio Miranda, então vejo uma cena dessas e lamentável que tem muitos idiotas desses achando que é pescador . Tinha que ir pra cadeia e ter uma pena de um ano de cadeia por peixe deases ai, cambada de idiotas fdp.

  • luiz ernesto | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 21h17
    8
    0

    Enquanto tivermos fiscais e policiais corruptos e conivente com ações como a que se vê, de nada adianta para nós que pescamos com caniço de mão. É uma pena...... Nossos descendentes não terão o que pescar nos rios.

  • Marcos Antônio da costa Silva | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 18h11
    10
    0

    Eu moro próximo a nascente do rio Piracicaba, não posso pescar a menos de 500 MTS da barragem,da junção dos rios e corredeiras.nem mesmo na modalidade esportiva! se isso é no mato grosso como vai chegar peixes aqui nos nossos rios da região?

  • O curupira. | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 17h29
    10
    1

    É triste ver a que ponto essas escorias chegam a vossas ganancia supera as vossas estupidez, resta saber se nesse meio tem alguem q. se diz pescador prof. e recebe o seguro desemprego. Isso é crime e como tal deveriam ser preso e pagar pir isso.

  • Fernando Lehrbach | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 16h15
    11
    1

    A SEMA vai continuar prendendo os pescadores de varinha de bambu enquanto estes vagabundos vão continuar aí acabando com o pouco de peixes que restam nos rios, vão prender ou não? VAGABUNDO S

  • Roney Euzébio Pereira | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 16h10
    7
    8

    Proibir de pescar na concordo ,pescar não acaba com a natureza, pode ser sim respeitando o limite de kilo por pesca a polícia fica aborrecendo pescador amador em vez de olhar os profissionais. Até parecendo que o pescador amador e bandido

  • Nilson | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 13h49
    4
    0

    Semculrura e sem educaçao são a maioria do povo, esse aí é só um exemplo

  • Rubens prochnow | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 12h53
    3
    0

    No Rio manso em nova brasilandia também acontece está pratica

  • Jonas | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 12h24
    2
    7

    Vamos parar de hipocrisia o que realmente acaba com a natureza e a poluição das empresas ,mais e os impostos são de maior interesse , a mídia como sempre joga a culpa na parte menos informa a massa a ralé acorda povo vós sois Deuses

  • Valmir | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 12h15
    5
    0

    Que absurdo essas pessoas não tenham consciência e não pensam no amanhã! Olha infelizmente essa escória mostra bem a cara do nosso Brasil hoje!! Cade as autoridades?? Lamentável.

  • Claudio De Almeida | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 09h59
    21
    2

    Povo sem cultura sem respeito.

  • Joao Batista Da costa | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 09h52
    23
    1

    Essa prática e comum em toda extensão do Rio Cuiabá inclusive em plena piracema vamos ver até quando as autoridades vão deixar isso acontecer para tomarem medidas mas severas e acabar com os tais pesqueiros e o loteamento da barranca dos rios que hoje os ribeirinhos se intitulam proprietarios e colocam cabos de aço de um barranco a outro cheios de anzóis no fundo da água.

  • Frank | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 09h49
    19
    0

    O que foi feito neste caso específico? Levando em consideração que os criminosos mostraram seus rostos e se exibiram em frente das câmeras. Vejo isso como uma afronta!!!

  • Eduardo | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 09h42
    30
    1

    Ridiculo. Tem q ser identificado e preso.

  • André N. | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 08h23
    17
    1

    Depois reclamam que não tem mais peixe no rio. A ignorância mata.

  • Admir Gomes | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 08h02
    18
    2

    Depois os mesmo FDP ficam de laminado que não tem mas peixe no Rio pra matar sua fome , tem que dar uma pena alta á esses FDP

  • Aroldo Nunes | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 07h57
    12
    0

    Cadê a polícia ambiental. O cuiabazinho e criatório de peixe.

  • Marcelo | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 07h42
    13
    0

    Ai depois reclamam que não tem mais peixes nos rios. Falta de respeito e consciência.

  • Júlio cesar | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 07h40
    16
    0

    E por causa de pessoas assim que o peixe esta sumindo dos rios de cuiaba e mato grosso. Esses são os verdadeiros predadores punição a eles

  • jose antonio silva | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 07h27
    24
    1

    POIS É! A FLORESTAL SÓ FICOU SABENDO PORQUE OS IDIOTAS FILMARAM! TODO MUNDO CONSEGUE VER! SÓ QUEM DEVERIA É QUE NÃO VÊ? OLHOS TAPADOS? CONIVÊNCIA? INCOMPETÊNCIA OU CORRUPÇÃO MESMO? AGORA VÃO AO PANTANAL AFORA E REGIÃO DE CÁCERES ONDE OS BARÕES (FAZENDEIROS) E OUTROS GRANDES (MILITARES) FAZEM ISSO AOS MONTES! TODO MUNDO VÊ! SÓ A "POLICIA" NÃO VÊ? POR QUE SERÁ? AVIÕES SAEM LOTADOS E DEPOIS AQUELE QUE PESCA COM VARINHA DE BAMBU E UMA CANOINHA DE MADEIRA É O CRIMINOSO!

  • Cuiabano | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 07h14
    18
    0

    Covardia!! O Estado deveria proibir TOTALMENTE a pesca por alguns anos pra natureza se recuperar.... No Rio Itiquira aconteceu a mesma situação... barcos “abarrotados” de peixes!!

  • marlan | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 06h50
    21
    0

    E vale salientar que os peixes de couro a grande maioria, estão cheios de ovas (os) ou seja ainda nao desovaram. A piracema deveria se.prolongar pelo menos até o final do mes de fevereiro, ainda que se iniciasse em novembro e nao em outubro. Os órgãos responsáveis erraram feio. FICA O ALERTA...

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS