11 de Novembro de 2019,

Política

A | A

Domingo, 10 de Novembro de 2019, 17h:17 | Atualizado:

GRAMPOLÂNDIA

Advogado de cabo considera "justiça feita" e quer condenação de Taques

Eurolino Sechinel fez a defesa de Gerson Correa em julgamento realizado nesta semana


Da Redação

eurolino.jpg

 

O advogado de defesa do cabo Gerson Correia Júnior no caso da Grampolândia Pantaneira, Eurolino Sechinel, não descarta tornar-se advogado de acusação do ex-governador Pedro Taques (PSDB) — caso alguém o contrate e pague — e considerou que a justiça ao seu cliente foi feita somente em parte, pois ele merecia absolvição de todas as acusações e não somente um perdão judicial, como aconteceu. Porém, segundo ele, o objetivo foi cumprido, pois o importante era seu cliente não ir parar na prisão e não perder patente, nem cargo público conquistado em concurso.

“Seria injusto que tudo caísse sobre as costas do cabo Gerson. Eu insisto e vou continuar insistindo que os atos dele não configuraram ilícito penal. Portanto, ele deveria ser absolvido de todas as acusações, mas na luta da advocacia estamos acostumados a, se não der para conseguir tudo, ao menos o melhor para o nosso cliente dentro do processo. É nosso dever buscar o melhor possível a ele. Aliás, a lei nos impõe isso e é nosso dever”, disse, durante coletiva logo após o julgamento na quinta-feira (07).

Depois de explicar como fez para conseguir com que o conselho de juízes coronéis militares concedessem o perdão, Sechinel fez coro às considerações do juiz militar Valdemir Barros e também disse que espera a resolução total das ilegalidades em torno do esquema de interceptações ilegais sobre as outras instituições — MPE (Ministério Público Estadual) e PJC (Polícia Judiciária Civil) e seus delegados e promotores de justiça —, mas especialmente aguardar a responsabilização do ex-governador Pedro Taques e seu primo e ex-secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques.

“Se me contratarem, como tem a colega assistente ajudando a acusação em nome da deputada [Gabriela Terra Cyrineu], por que não? Se amanhã algum prejudicado, identificado nos autos, por Pedro Taques  quiser me contratar [tudo bem]. Eu vivo da advocacia, não tem problema nenhum”, brincou.

Depois, em tom mais sério, responsabilizou diretamente o governador por todo ocorrido que acabou tendo repercussão nacional negativa boa parte das instituições do poder público estadual. “É público e notório que o responsável por toda essa tragédia foi ele. Por que o que se objetivava aqui estritamente era investigar pessoas. Só que para ele investigar era grampear telefone de inimigo político. Era só isso que se objetivava. O que eu falei que me deixa mais aterrorizado nisso é que ele é oriundo do MPE (Ministério Público Estadual), e fico feliz porque ele não é oriundo da advocacia”.

Gerson Correa foi considerado culpado, mas recebeu o “perdão judicial”. Foi considerado quem mais colaborou com as investigações e ajudou a desvendar o caso. Foram 4 votos pelo perdão judicial e um pela condenação.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Romeu | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 09h25
    0
    0

    QUANDO É QUE SERÁ INVESTIGADO O DESGOVERNO PEDRO TAQUES ? O DESGOVERNO PEDRO TAQUES QUEBROU O ESTADO POR CAUSA DOS MAIS DE R$25 BILHÕES DE IRREGULARIDADES EM 2015 A 2018. Até agora não foi apurada a responsabilidade de todos os membros do desgoverno taques quanto aos desvios e fraudes do desgoverno da transformação do estado em caos e roubalheira, cujas irregularidade somadas já ULTRAPASSARAM OS $25 BILHÕES. Só para lembrar aí vai a lista detalhada dos mais de $25 bilhões em irregularidades pendentes de serem apuradas: R$69 milhões em desvios na caravana da transformação; perdão de R$645 milhões em dívida da petrobrás; perdão de R$5 milhões de reais em dívidas da unimed cuiabá; a operação Rêmora por desvio de R$57 milhões na SEDUC; operação Bereré por desvio de R$30 milhões no Detran; operação Grampolândia na segurança pública usada para chantagear adversário; delação de Alan Malouf sobre Brustolin recebendo R$80 mil por fora todo mês; delação de Alan Malouf e Perminio indicando que secretários (Permínio, Brustolin, Julio Modesto e etc) recebendo mensalinho de R$30 mil/mês; mensalinho R$100 milhões por dentro para os deputados; rombo de R$4 bilhões no caixa e desvio de $500 milhões do Fundeb; desvio de R$1,2 milhões no fundo de trabalho escravo; desvio e apropriação de R$300 milhões dos municípios; desvio e apropriação de R$300 milhões dos poderes; aumento de $2 bilhões nos Incentivos Fiscais; aumento de milhares de cargos políticos comissionados, aumentou da folha de pagamento pela contratação de mais de 10.000 pessoas; uso da justiça para proteger seus amigos e secretários conforme disse o cabo Gerson; delação de Alan Malouf tratando de 12 tipos de corrupção entre elas os $10 milhões de caixa 2 administrados por Alan Malouf e Julio Modesto; licitação irregular de 11 bilhões para transporte interestaduais; desvio de R$58 milhões em pontes na SINFRA; $300 milhões em vantagem cobrada de quem recebeu antecipado no decreto do bom pagador; crédito de R$100 milhões para o primo Paulo Taques; maracutaia com a juizá candidata para ferrar o Silval e a família dele; irregularidades de R$3 bilhões no Edital nº 02/2018 da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) sobre rodovias MT 246, MT 343, MT 358 e MT 480. Além disso, apropriação indébita de R$70 milhões descontado dos salários dos servidores públicos para pagar empréstimos consignados, estouro da folha pagando vantagens para apaniguados políticos que receberam salários acima de R$100 mil, contratação irregular de 2000 cabos eleitorais na SEDUC para fazer campanha para o ex-secretário Mahafon, peculato ao gastar R$10 milhões em telefone por secretaria do estado durante a campanha eleitoral para o governo 2018; R$180 milhões em indenizações irregulares pagas em 2018 as empresas supostamente prestadoras de serviços na Secretaria de Estado de Saúde Secretaria. Pedro Taques e Gallo cometeram crime de responsabilidade de R$3,7 bilhões ao deixar restos a pagar para o próximo governo sem a devida provisão de fundos exigida na Lei de Responsabilidade Fiscal.

  • Ares | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 08h27
    2
    1

    Será que o lula não vai fugir do país? Ele ainda tem mais de 5 processos na justiça

  • Armindo | Domingo, 10 de Novembro de 2019, 20h16
    7
    0

    Pedro Taques ri da cara do MP e do Judiciário. Não tem ninguém com culhões nessas instituições pra peitá-lo.

  • Dcfe@gmail.com | Domingo, 10 de Novembro de 2019, 19h04
    7
    0

    Advogado macho, parabéns!

  • José | Domingo, 10 de Novembro de 2019, 17h43
    6
    0

    Já está passando da hora de prender os primos Paulo e Pedro Taques antes que fujam para Portugal irem cuidar dos dólares que estão em paraíso fiscal

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS