22 de Julho de 2019,

Política

A | A

Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 12h:55 | Atualizado:

MANSÃO EM JURERÊ

Agiota desqualifica delação e acusa Silval de "invadir" imóvel em SC

Valdir Piran alega ser dono de imóvel que também já pertenceu ao ex-deputado Gilmar Fabris


Da Redação

silvalo-piran.jpg

 

O empresário do ramo de “factoring”, Valdir Piran, entrou com uma ação de indenização por danos morais contra o ex-governador Silval Barbosa (sem partido). O ex-chefe do Poder Executivo de Mato Grosso revelou num de seus depoimentos de colaboração premiada que Piran teria invadido uma propriedade sua em Florianópolis (SC), na região da badalada praia de Jurerê Internacional.

De acordo com informações, a ação foi interposta na última quinta-feira (11). O referido imóvel de Silval Barbosa teria sido adquirido pelo ex-deputado estadual Gilmar Fabris (PSD). O empresário do ramo de “factoring”, porém, defende que a propriedade em Jurerê Internacional, na verdade, lhe pertence.

“Ao contrário do ventilado, não houve qualquer ‘invasão’ pelo ora Requerente no imóvel localizado em Florianópolis-SC, tampouco qualquer conhecimento, ciência ou ingerência ou ainda sobre eventual venda do imóvel para o Requerido, seja pelo mesmo ou por terceiros estranhos, não havendo qualquer elemento tangível que corrobore essa falsa e inverídica informação (e afirmação), a toda evidencia”, diz trecho da ação.

Além de dizer na ação que o imóvel lhe pertence, Valdir Piran também relata que Silval Barbosa se utilizou de “acusações não ortodoxas” para informar que adquiriu a propriedade por R$ 3 milhões. “[O ex-governador Silval Barbosa se] Utiliza de inverdades e acusações não ortodoxas, sem qualquer substrato, no que tange a falsa afirmação de que havia supostamente adquirido imóvel no valor de R$ 3 milhões”, apontam os autos.

De acordo com Valdir Piran, o imóvel na região da praia de Jurerê Internacional – conhecida por seus frequentadores ricos e famosos, em Florianópolis -, pertence ao empresário do ramo de “factoring” desde o ano de 2007. “Com efeito, o citado imóvel pertence à empresa Piran Participações e Investimentos Ltda., de propriedade do empresário Valdir Piran, ora Requerente, desde o ano de 2007, estando registrado no Cartório de 2º Ofício do Registro de Imóveis da Comarca de Florianópolis/SC, sob matrícula 17571 e permanecendo na sua posse há mais de uma década”.

Ao final do pedido de indenização por danos morais, Piran “desqualificou” a colaboração premiada do ex-governador Silval Barbosa. “Destarte, as declarações feitas pelo Requerido Silval Barbosa devem ser analisadas com reservas, vez que considerações genéricas e sem provas não podem ser consideradas como dignas de crédito e não têm qualquer valor jurídico”.

    

 

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • José | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 11h52
    0
    0

    Além de roubar o estado agora virou invasor de propriedade alheia se sabia que era invasor de terras públicas invasor de mansões meu deus tranquem as portas que o homem ainda está solto

  • Peralta | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 11h48
    0
    0

    Por causa de um sítio e um apto Lula tá preso. Enquanto isso, em MT o jogo é bruto: o lance começa com fazenda e mansão.

  • +Rogério' | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 16h26
    1
    0

    Agiotagem é crime, roubar dinheiro público também... então tranca os dois em uma cela e dá uma pistola carregada para cada um... pessoas de bem não iriam sentir falta.

  • valda | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 15h16
    2
    0

    todos ladroes e bandidos. a justiça tem que confiscar tudo e reverter para saude e educaçao publica.

  • José | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 14h12
    2
    0

    Só o MP eo STF que não viram que a delação de sival é uma farsa estão aí piran e sival Barbosa brigando por uma propriedade que foi adquirida com dinheiro roubado do arado se fosse no rio de janeiro a justiça já tinha leiloado cambada de corruptos,

  • pedalada | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 13h55
    1
    0

    Quem é que não sabe que o Gilmar Fabris tinha (ou tem) uma mansão em Jurerê Internacional? Isso já saiu na mídia por aqui. Agora se Valdir Piran diz que é dele, ahhhh... ai tem.

  • cuiabano | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 13h35
    2
    0

    Vixi mãe, enquanto Lula fala que o Tríplex e o Sítio de Atibaia não é dele, os caras dizendo que um invadiu o imóvel do outro, ai tem dono viu!

  • Analista Politico | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 13h26
    1
    0

    O problema é saber quem mente mais.

  • paulo | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 13h22
    2
    0

    AGORA PIRAM MEXEU COM CABRA HOMEM E BRAVO SE NÃO FOR NA JUSTIÇA NÃO PEGA O IMOVEL DE JEITO NENHUM KKKKKK

  • MARCIO | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 13h17
    9
    0

    NÃO SEI QUAL É MAIS BANDIDO AI, PIRAN OU EX GOVERNADOR PIRAN ROUBA ABRE EMPRESAS NO NOME DA LARANJAS A MUITOS ANOS ATRAS LESA AS INDUSTRIAS E VOLTA COMO AGIOTA, FICA RICO E PAGA DE SANTO ESTA É NOSSA JUSTIÇA

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS