07 de Julho de 2020,

Artigos

Política

A | A

Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 23h:00 | Atualizado:

AL fará "acareação" de secretários de MT e Cuiabá sobre UTIs

A Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa de Mato Grosso irá convocar os secretários de saúde do estado e de Cuiabá para uma reunião na próxima semana, na qual deverão prestar esclarecimentos acerca dos leitos de UTI destinados a pacientes de Covid-19.

Durante reunião extraordinária realizada nesta terça-feira (02), o presidente da comissão, deputado estadual Dr. Eugênio (PSB), classificou como “extremamente grave” a denúncia apresentada pelo secretário de estado de saúde, Gilberto Figueiredo, em sua última visita à Casa de Leis, de que o município de Cuiabá teria cadastrado junto ao Ministério da Saúde leitos de UTI destinados a atendimento de casos gerais como se fossem para Covid-19, com o objetivo de receber recursos do Governo Federal.

Para esclarecer a questão, o deputado Paulo Araújo (PP) sugeriu que os gestores fossem convocados para uma reunião com os parlamentares que compõem a Comissão de Saúde e seu requerimento foi aprovado por unanimidade. Outro questionamento levantado pelos deputados durante a reunião, e que será apresentado aos gestores na próxima semana, diz respeito ao número de leitos de UTI disponíveis em todo o estado para tratamento de pacientes de Covid-19.

“Nós vínhamos trabalhando com um cenário de 302 leitos disponíveis até anteontem. Ontem, no último boletim que o estado lançou, o estado já informava ter 231 leitos disponíveis pra Covid-19. Onde houve a redução de leitos disponíveis para Covid-19? O estado projeto leitos que não estavam instalados e agora esses leitos não estão à disposição? O que explica essa redução no número de leitos disponíveis?”, questionou o deputado Lúdio Cabral (PT).

Os desentendimentos públicos protagonizados entre estado e município, bem como suas consequências, também foram discutidos na reunião. “Infelizmente temos os dois maiores gestores se conflitando, se digladiando com total falta de respeito. Estão se agredindo abertamente. Temos um problema muito grande que é justamente essa situação envolvendo a saúde pública e, para isso, precisamos deixar as paixões de lado, as questões partidárias e relações de amizade que temos com um ou com outro. Devemos adotar medidas mais enérgicas”, defendeu Paulo Araújo.

Atualização Covid-19 em MT – Levantamento apresentado pelo deputado Lúdio Cabral aponta que houve um aumento de 6,2% da taxa de crescimento percentual diário médio de casos e de 42,2% da taxa de aumento percentual semanal médio, na semana de 24 a 30 de maio. No mesmo período, foram registrados em média 150 novos casos por dia. Conforme o parlamentar, se forem mantidas as mesmas taxas, 100% dos leitos de UTI do SUS estarão ocupados no dia 2 de julho.

Atraso salarial de médicos – Lúdio Cabral também afirmou ter recebido denúncia de que médicos que atuam nos hospitais regionais do estado estariam sem receber salários desde o mês de março e cobrou que os pagamentos sejam regularizados.

Vale do Araguaia – O deputado Dr. Eugênio manifestou preocupação em relação ao crescimento de casos de Covid-19 na região do Norte Araguaia, principalmente no município de Confresa, que, segundo ele, apresenta o maior índice de casos proporcionais em Mato Grosso.

“Há uma preocupação muito grande porque Confresa acaba recebendo pacientes de várias cidades da região do Norte Araguaia [...]. Conseguimos um avanço no sentido de conseguirmos 10 leitos de UTI para a região, mas ainda não estão funcionando. Os equipamentos ainda não chegaram em Confresa, em Água Boa e em Barra do Garças”, observou.

Projetos de Lei – Foram aprovados pareceres favoráveis a oito projetos de lei, dos quais sete tratam de medidas a serem adotadas no estado durante a pandemia da Covid-19. São eles: 455/20, 456/20, 458/20, 459/20, 462/20, 465/20, 466/20 e 376/20. O deputado Paulo Araújo pediu vistas do PL 384/20 e o PL 457/20 foi retirado de pauta para análise da comissão.

Participaram da reunião os deputados Dr. Eugênio (PSB), Paulo Araújo (PP), Dr. Gimenez (PV) e Lúdio Cabral (PT).

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS