24 de Agosto de 2019,

Política

A | A

Quarta-Feira, 17 de Julho de 2019, 23h:40 | Atualizado:

CAOS NA EDUCAÇÃO

Após corte de energia, deputado pede afastamento da reitora da UFMT

Ministério teria liberado recursos para evitar "papelão" de instituição


Da Redação

medeiros.jpg

 

O deputado federal José Medeiros (Podemos) decidiu pedir oficialmente ao ministro da Educação (MEC), Abraham Weintraub, uma auditoria na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) para apurar eventuais responsabilidades da reitora, Myrian Thereza Serra, no corte de energia elétrica ocorrido nesta terça-feira (16) em cinco campus da instituição. Ele também pede o afastamento da professora até a conclusão do procedimento.

“Senhor ministro, com meus cordiais cumprimentos, solicito a vossa excelência que seja realizada uma auditoria na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) A solicitação tem como base as recentes notícias veiculadas na mídia acerca do corte de luz nos cinco campis [sic] da Universidade, nas quais a reitora, a senhora Myrian Thereza Serra, culpa o contingenciamento do governo pela falta de recursos para o pagamento da conta de luz”, consta do texto do documento oficial enviado pelo deputado ao MEC.

Conforme descreveu o próprio Weintraub e foi vaticinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), o MEC teria liberado R$ 4,5 milhões ainda na sexta-feira (12) para o pagamento do débito de R$ 1,8 milhão da universidade com a concessionária de energia elétrica em Mato Grosso, Energisa. A própria direção da UFMT admitiu ontem que o montante se juntava a vários outros débitos anteriores ao anúncio do contingenciamento do atual governo federal, pois quatro das seis contas em atraso são do ano de 2018, período em que Bolsonaro sequer havia assumido.

“Tais informações indicam que a gestão da atual reitora apresenta problemas, pois não se pode admitir que uma Universidade fique sem luz por culpa da reitoria. Por esta razão, mostra-se necessária a realização de uma auditoria na UFMT”, continua a solicitação de Medeiros.

Ele seguiu a argumentar que, para o bem da auditoria, deve ser realizada sem qualquer interferência que venha a prejudicar as investigações, por isso seria “recomendável” que a reitora seja afastada do cargo até que se concluam todos os trabalhos.

“Certo de que vossa excelência analisará esse pleito sob os requisitos normativos e de conveniência desse governo, além do costumeiro profissionalismo, renovo meus préstimos e votos de mais alta estima. Atenciosamente, José Medeiros deputado federal – PODEMOS/MT”, encerra.

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Said Joseph | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 13h30
    1
    0

    Vamos afastar a Reitora da UFMT e nomear o Deputado José Cheira Cu Medeiros para o seu lugar.

  • elizangela | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 10h39
    3
    4

    Deputado honesto esse kkkk, eu se tivesse votado nele tinha vergonha. Peça uma auditoria pra ver a sua assinatura na Ata para a vaga de senador que você honesto falsificou. Peça agilidade no processo do caixa 2 da Selma, solicite uma CPI do Queiros, e demita sua esposa da boquinha la na camara seu nepotista, alias essa maldição do nepotismo nós levamos 30 anos para acabar no Brasil e esse desgoverno do PSL resgatou essa pratica em menos de 6 messes no poder.

  • ROLAYNE PINTO | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 10h24
    3
    2

    Deputado, faça algo de útil, queremos urgentemente a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição 108/2019. Vamos lá mobilize a galera e vamos pra rua.

  • ana | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 10h14
    3
    3

    e tem professor que ganha por dedicação exclusiva mas não trabalha todos os dias muito menos 20 horas semanais

  • pacufrito | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 09h48
    5
    5

    O deputado esta certíssimo, estas universidades viraram uma festa com dinheiro público, uma festa, só se preocuparam unica e exclusivamente em aumentar salários e privilégios, nunca estiveram preocupados com os alunos. UNIVERSIDADE VERGONHA, Não só esta, a grande maioria das universidades do Brasil são uma vergonha, a grande maioria dos professores titulares estão fora das salas de aula, encheram a universidade de professores substitutos e os titulares estão por ai fazendo nada. UMA VERGONHA. Tirando as cotas, hoje quem estuda nas universidades federais são filhinhos de papai, estes fazem todo seus estudos preparatórios para vestibular em escolas particulares, e os pobres que são obrigados a fazer seus estudos preparatórios para vestibular em escolas públicas tem que fazer curso superior em faculdades particulares, se quiser fazer. UMA VERGONHA. O governo deveria cobrar mesmo mensalidade de quem não fez seus estudos básicos em escolas públicas, assim estas universidades se sustentariam com dinheiros dos alunos que podem pagar, e o dinheiro público deveria ser investido em ensino básico.

  • Felipe | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 09h16
    7
    6

    Poucas vezes vi as falas desse deputado mas dessa vez, além de ver dou minha mão à palmatória, concordo com vc deputado, Comunistas incompetentes tem que dar a vaga pra quem sabe administrar, fora MAGNÍFICA!!!!!

  • CÉLIA | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 09h05
    6
    7

    Quem esse boçal acha que é ? ficou no mandato de senador mediante fraude em ata de registro..canalha ..hoje se especializou em falar merda nas redes sociais e mamar o saco de Bolsonaro feito uma cadelinha no cio.

  • eleitor cuiabano | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 09h00
    9
    6

    em qualquer empresa privada, isso é demissão sumária . . . .o gato comeu o dinheiro...??? então, faz gato na energia também .

  • fabio | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 08h26
    7
    10

    A pura conversa fiada.. As contas em atraso não são todas desse ano. Tem contas do ano passado também. A anos tenho acompanhado a decadência das acomodações da UFMT, porem esse povo que ali habita tem mente deturpada, bando de professores alienados,boçais, parasitadas intelectuais que perderam a noção do bem comum. Tinha que terceirizar a Administrações das Universidades Publicas. Fazer uma cirurgia nessas instituições que estão infestadas de hospedeiros. Inteligencia não é sinônimo de sabedoria, e o que mais falta para esses professores e administradores que ali estão é SABEDORIA.

  • Antônio | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 07h59
    8
    9

    Manda essa energúmena para rua...

  • Julio Santos | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 07h59
    13
    10

    É isso que o PT fez com as universidades públicas no Brasil, ou seja, corrupção, incompetência e Balbúrdia. O deputado está corretíssimo.

  • carlos. | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 06h51
    11
    8

    Em qualquer empresa uma administração que chegue a esse ponto seria demitida e feita uma auditoria. Acho que é por aí a solução, essa reitora que ai está, já mostrou não ter a mínima capacidade para o cargo que exerce, o PT quebrou o Brasil, e seus apêndices estão fazendo o mesmo com nossas instituições...

  • José | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 06h28
    11
    14

    Seu burro o MEC só liberou um milhão e oitocentos mil ontem nem mesmo o burro do ministro da educação sabia que tinha trâmites legais para o dinheiro ser liberado ( e a ata que você eo Pedro Taques fraldaram explica aí)

  • Maria | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 01h12
    11
    8

    Esses petistas são a escória da população humana. Deveríamos expulsar todos do Brasil e manda-los para Cuba ou Venezuela.

  • Ângelo | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 00h17
    19
    24

    Você é um grande oportunista, Medeiros ! Acha que o povo esqueceu da ata falsificada? Fica quietinho coxinha !

Matéria(s) relacionada(s):

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS