04 de Agosto de 2020,

Política

A | A

Segunda-Feira, 29 de Janeiro de 2018, 18h:25 | Atualizado:

MANSÃO NO FLORAIS

Arquiteto terá que provar que não tem culpa em falhas na casa de ex-secretário de Silval

Casa tem problemas estruturais e de execução como rachaduras e infiltração


Da Redação

cesarzilio.jpg

 

O arquiteto José da Costa Marques, delator que baseou a "Operação Sodoma 2", terá que provar judicialmente que as falhas de execução e estruturais encontradas na casa do ex-secretário de Estado de Administração, Cesar Zílio, não são de sua responsabilidade. A decisão é da juíza Sinii Savana, da Décima Vara Cível de Cuiabá.

A construção foi executada em 2013 no condomínio de luxo Florais dos Lagos e o arquiteto foi o responsável por projetar e contratar a mão de obra para realizá-la. Até aquele ano, os projetos estruturais para este tipo de edificação eram função exclusiva do engenheiro civil, mas a resolução 51, de 12 de julho de 2013, do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU), permitiu que arquitetos também pudessem assinar este tipo de projeto.

Cesar Zílio foi preso, em 2016, justamente por conta da delação de José da Costa Marques, durante a "Operação Sodoma 2". O ex-secretário fez um acordo de colaboração premiada e atualmente está solto, cumprindo medidas restritivas, como o uso de tornozeleira eletrônica.

O ex-secretário e sua filha, Ana Luiza Zílio, pedem uma indenização por danos morais e materiais por conta das falhas apontadas na residência. São danos estruturais e problemas de execução da obra.

A casa é avaliada em cerca de R$ 5 milhões e fica no Condomínio Florais dos Lagos, em Cuiabá. Entre as falhas apontadas por Zílio estão infiltrações, rodapés soltos, luminárias sem presilhas, danos no piso e no teto da sauna, rachadura, além de vazamento na piscina, o que evidenciam problemas na execução da obra e no projeto estrutural da mesma.

O ex-secretário afirmou que todos os prestadores de serviço que atuaram na construção foram contratados e supervisionados pelo arquiteto. “Desta forma, o imóvel que prometia segurança, alto padrão de qualidade e garantia de investimento, acabou por se transformar em um péssimo objeto de negligência e imperícia técnica no âmbito da construção civil, trazendo prejuízos de toda ordem à família dos autores. A negligência dos réus faz com que os autores se encontrem frente a um imóvel altamente desvalorizado em virtude de todas as falhas e defeitos de construção, que comprometem esteticamente a casa e abalam a sua segurança e solidez, como se comprovará através de perícia judicial”, diz um trecho da ação.

A magistrada entendeu que caberá ao arquiteto provar que não é culpado pelos problemas apontados na residência do ex-secretário, baseando-se no Código de Defesa do Consumidor, onde existe a previsão de inversão do ônus da prova, quando o juiz entender que a alegação tenha veracidade. “Assim, considerando a potencial relação de consumo, a verossimilhança dos fatos arguidos e a vulnerabilidade dos requerentes em relação aos requeridos, principalmente quanto a produção das provas do mesmo códex, determino a inversão do ônus da prova”, explicou.

Outra questão apontada pelo ex-secretário diz respeito a divulgação de fotos, por parte do arquiteto, da residência em seu site, “violando e atentando contra a intimidade do autor, que em momento algum autorizou a exposição e divulgação de sua residência na internet”. “No ato da divulgação desautorizada, os réus, orgulhosos da obra que executaram, chegaram a batizar o imóvel com o nome de Casa do Lago. Fato é que o atual estado em que se encontra a construção executada pelos réus não serve como objeto de orgulho e muito menos de propaganda para qualquer arquiteto ou empresa do ramo de arquitetura. Ao contrário! O sentimento de ter sido lesado pelos réus em razão da má execução dos serviços pelos quais pagou lhe atingem diariamente todas as vezes que se confronta com as infiltrações e as consequências deteriorantes que acarretam no interior e exterior de sua casa, desde o momento que ingressa na residência, até o momento que dela sai. Não só isso! Como os defeitos na solidez da construção estão esparramados o todo o imóvel, o autor também se vê obrigado a absorver a insatisfação e frustração de toda sua família, que como ele, reside no local”, diz.

 

Galeria de Fotos



Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Toni Marinho | Segunda-Feira, 19 de Março de 2018, 14h19
    0
    0

    Se o Arquiteto não assinou a RRT pelo projeto de estruturas ou pela execução da obra ele não é responsável por nada.

  • said joseph | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 11h46
    1
    0

    Casa construída com dinheiro roubado do Estado. Pensou que enganava todo mundo e foi enganado pelo Arquiteto. A esperteza quando é demais, acaba engolindo o esperto. Cadeia para esse nó cego.

  • Zabrah | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 07h15
    4
    0

    Ex-Secretário está recebendo o que plantou: mentiras.

  • Kojak | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 05h26
    3
    0

    Qué alugar , eu conserto a casa à troco de aluguel.

  • Sociedade | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 05h12
    4
    0

    Esse corrupto tbm bão deve explicaçao a justiça?? Ele não è do babdo de silval???

  • Cara de cão | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 04h46
    4
    0

    Somos obrigados a conviver diariamente E colocar nossas VIDAS em risco ao usarmos viadutos, pontes, escolas, casas, logradouros em obras de sua administração. Olha que curioso...está pagando com a mesma moeda. Não lhe dá vergonha viver em uma casa desse padrão enquanto tem gente que não tem como se proteger das intempéries do tempo?

  • João Cuiabano de nascimento | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 02h59
    6
    0

    Tá vendo, o crime e a ladroagem no Brasil e no Mato Grosso compensam, agora basta ser dedo duro...

  • Juca da Fanta | Segunda-Feira, 29 de Janeiro de 2018, 23h29
    13
    0

    Ladrão que rouba ladrão...

  • Pedro da cipa | Segunda-Feira, 29 de Janeiro de 2018, 20h57
    6
    7

    Essa casa é linda!! Vale muito mais que 5 milhões,são dois terrenos grandes, vaga para varias carros, 3 pisos. Na minha opinião vale por baixo 8 milhões

  • Benedito costa | Segunda-Feira, 29 de Janeiro de 2018, 20h44
    10
    2

    Ninguem de consciencia limpa comprará essa casa de um corrupto. Quem quiser essa proesa que pague uns 300mil pela casa.

  • Acompanhando | Segunda-Feira, 29 de Janeiro de 2018, 19h29
    14
    0

    Que pena ! Mesmo padrão de obras do Sival faz parte da grana $$$$ de obras da copa !

  • João José de Rosário | Segunda-Feira, 29 de Janeiro de 2018, 19h25
    23
    0

    Um contadorzinho de merda com uma casa desse porte !!! É claro que foi comprado com dinheiro roubado dos cofres públicos !!!

  • Cpa | Segunda-Feira, 29 de Janeiro de 2018, 18h56
    28
    1

    E o dinheiro que vc desviou do serviço público. Eu como cidadão de bem quero indenização tbem pelo desvio que vc causou ao erário público .PILANTRA

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS