11 de Agosto de 2020,

Política

A | A

Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 13h:07 | Atualizado:

Biblioteca do TRE chega a quase 6,5 mil livros

A Biblioteca do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso teve, para este ano, o acervo ampliado de 5.956 para 6.406 livros. Os 450 títulos foram adquiridos no intuito de possibilitar ao cidadão/usuário acesso às informações atualizadas. 

A Biblioteca está situada na Casa da Democracia – prédio anexo ao TRE e funciona de segunda a sexta-feira, das 07h30 às 13:30h. O espaço, que é aberto ao público, atende principalmente, magistrados, servidores efetivos, terceirizados, requisitados, advogados, estagiários e promotores. 

Aquisição 

Os títulos foram adquiridos no final de 2017 e contemplam diversas áreas, entre elas: eleitoral, constitucional, administrativo, civil, processual civil, penal, processual penal, contabilidade pública, previdenciária, gestão pública, história finanças, contabilidade pública, psicologia organizacional e ciência política entre outras áreas. 

A chefe da Seção de Biblioteca e Editoração do TRE-MT, Lener Aparecida Galinari, explica que para a aquisição de novos títulos sempre se leva em conta as sugestões apresentadas pelos usuários e também são feitas pesquisas em catálogos de bibliotecas e site de editoras. 

Embora seja pequena, a Biblioteca do TRE é referência no Estado de Mato Grosso, tanto por ter um acervo especializado em democracia, ciência política, direito constitucional e direito eleitoral; quanto pela sua dinamicidade na prestação de serviços de atendimento ao seu público interno e externo. “Isso graças ao apoio institucional do Tribunal dado à Biblioteca na valorização da informação como um instrumento necessário para a gestão administrativa e judiciária”, destacou Lener.  

O espaço agradável e climatizado são uns atrativos ao público em geral. 

Além dos livros e periódicos impressos, a Biblioteca conta com uma Biblioteca Digital (Editora Fórum), DVDs, CDs, fotografias e também documentos históricos sobre a Justiça Eleitoral. 

Todos os cidadãos podem ter acesso ao acervo e espaço da Biblioteca para consulta, pesquisa e leitura (exceto acervo histórico), porém, empréstimos de livros são permitidos somente para os servidores do Tribunal.  

 

 



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS