27 de Maio de 2020,

Política

A | A

Sexta-Feira, 22 de Maio de 2020, 19h:50 | Atualizado:

PREVENÇÃO

Cidades de MT implantam toque de recolher e barreiras sanitárias

Circulação de pessoas está proibida das 21h às 6h; prefeito diz que atende apelo da população


Da Redação

TANGARA.jpg

 

O prefeito de Tangará da Serra (distante 242 km de Cuiabá), Fábio Martins Junqueira (PMDB), anunciou nesta sexta-feira (22), que o município vai retomar o toque do recolher como medida preventiva de combate ao novo coronavírus. A cidade já possui 48 casos confirmados e 400 suspeitos.

De acordo com o decreto, fica restrita a circulação injustificada de pessoas no perímetro urbano entre 21h e 06h. Só será permitido os serviços de delivery com condutores devidamente cadastrados junto aos veículos de entrega. 

Ainda segundo o documento, às 20h, sirenes instaladas em escolas públicas e locais estratégicos, emitirão um alerta para “aviso e preparação do toque de recolher para a população retornar aos domicílios”.

Segundo o chefe do Executivo, a decisão atende a um pedido dos próprios moradores de Tangará. “Nós temos recebido muitos pedidos de cidadãos para que retome o toque de recolher, então nós estamos novamente decretando o toque de recolher das oito da noite até às seis da manhã. O que estamos pedindo é que as pessoas cumpram espontaneamente, a gente não quer sair prendendo ninguém, até mesmo porque aglomeração aumenta a transmissão do vírus”, explicou o prefeito. 

BARREIRAS SANITÁRIAS

Cidades vizinhas ao município como Arenápolis (a 235 km de Cuiabá), Santo Afonso (à 257 km de Cuiabá), Denise (a 208,3 km de Cuiabá e Nova Marilândia (a 251 km de Cuiabá),  vão instalar uma “Barreira Sanitária” para orientar os visitantes quanto as prevenções individuais e coletivas sobre o Covid-19. A Prefeitura de Chapada dos Guimarães (a 67 km de Cuiabá) também anunciou uma medida semelhante. Nenhuma delas possuem Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Na manhã de hoje, o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, defendeu que os gestores municipais precisam ter “pulso firme” para adotar medidas restritivas de combate ao vírus.

decreto tangar�
decreto tangar�

 


 

 



 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Henrique | Sexta-Feira, 22 de Maio de 2020, 20h23
    1
    0

    Enquanto isso várzea Grande...só festas...shopping e academia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS