Política Sexta-Feira, 21 de Junho de 2024, 20h:03 | Atualizado:

Sexta-Feira, 21 de Junho de 2024, 20h:03 | Atualizado:

INVASÃO DE UTI

CRM exige punição a vereador em Cuiabá: "não pode passar pano"

Médico lembra que Marcrean teve atitude semelhante a Abilio

BRENDA CLOSS
Da Redação

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

marcrean - pres crm diogo sampaio.jpg

 

O presidente do Conselho Regional de Medicina do Mato Grosso (CRM-MT), Diogo Leite Sampaio, pediu para que a Câmara de Cuiabá tome atitudes severas com relação à suposta invasão do vereador Marcrean Santos (MDB) a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do antigo Pronto-Socorro Municipal. O parlamentar foi representado na Comissão de Ética e Decoro da Casa que aguarda parecer da Procuradoria-geral para dar início ou não à investigação.

"Ele invadiu a UTI e o repouso médico que fica dentro da UTI. É uma situação, para nós, médicos, gravíssima. A UTI é um local de acesso restrito. Daqui um pouco o vereador está invadindo um centro cirúrgico porque quer ter uma informação sobre algum caso. A gente tem que respeitar a vida dos pacientes e o trabalho do médico e dos outros profissionais de Saúde", disparou em entrevista ao Jornal de Meio Dia, nesta sexta-feira (21).

O caso teria ocorrido no dia 9 de junho e foi revelado na sessão ordinária da Câmara de Cuiabá na sessão do dia 11 quando o médico Marcus Vinicius Ramos de Oliveira representou contra o legislador após registrar um boletim de ocorrência na Polícia Civil. Ele acusou o parlamentar de ter invadido a UTI e aos berros teria ameaçado o profissional e sua equipe exigindo informações pessoais sobre uma paciente que seria sua familiar.

O presidente do CRM-MT comparou a situação com os atos do ex-vereador Abilio Brunini (PL), que chegou a ser cassado em 2020 por quebra de decoro devido a 'invasões' a prédios públicos com o argumento de que estaria cumprindo prerrogativa de seu mandato que era de fiscalizar a gestão municipal. Sampaio disse que o órgão não trabalha politicamente.

"Não pode minimizar uma situação como essa o Conselho não trabalha politicamente. Nós estamos trabalhando tecnicamente e exigimos, inclusive, que isso seja apurado e punido para mostrar que isso não pode ser feito. Ninguém pode invadir uma área médica restrita por qualquer motivo que seja. Não pode passar pano. Precisam ser tomadas medidas drásticas para mostrar à população que a situação é seríssima", declarou.

Para Sampaio, a ação do líder do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) colocou em risco a vida de outros pacientes internados em estado grave e por isso não pode ficar impune. "A vida dessas pessoas ficou em risco a partir do momento que se queria alterar o horário de exame de dois pacientes críticos para tomografia, porque tinha que atender o vereador. Espero que a Câmara tenha sensatez nesse caso e tome as medidas que devem ser feitas", cobrou.

Por fim, ele informou que entrou com uma representação contra o vereador na tarde de quinta-feira (20). "Nós relatamos uma denúncia com o B.O do médico, o depoimento que ele fez ao Conselho, os documentos que eles apresentaram, menos os prontuários, porque os prontuários são sigiloso, apresentamos testemunhas sobre o caso e aguardamos que haja a tramitação e o rito convencional dentro da Câmara", concluiu.

Marcrean Santos, por sua vez, nega as acusações e explicou que, na verdade, a paciente internada era uma vizinha de sua casa, no Pedregal, e que devido a conhecê-la desde 1980 a considera "parente de consideração". Além disso, afirmou estar tranquilo com relação à possibilidade de cassação de mandato. 





Postar um novo comentário





Comentários (21)

  • Oliver

    Sábado, 22 de Junho de 2024, 12h40
  • Saúde tá complicado
    8
    1



  • ana

    Sábado, 22 de Junho de 2024, 10h16
  • o que o CRM fez com a medica que atropelou e matou o verdureiro?
    11
    1



  • Jose

    Sábado, 22 de Junho de 2024, 09h40
  • Independente de política, esse vereador que sempre defendeu o prefeito Emanuel Pinheiro, que durante todo os mandatos sempre apaziguado, defendendo tudo da administração e tantos que morreram, sofreram o descanso e ele sempre quieto, agora em época de eleição aparece fazendo demagogia eleitoreira.
    3
    8



  • Roberto

    Sábado, 22 de Junho de 2024, 09h17
  • O Vereador Marcrean, fez seu papel está simplesmente correto. O CRM tem mais é que dar remédio pra esses médicos NÃO DORMIR NO PLANTÃO.
    9
    2



  • Sabino Pereira

    Sábado, 22 de Junho de 2024, 08h58
  • Saúde tá feia
    9
    0



  • Jardel

    Sábado, 22 de Junho de 2024, 08h57
  • Parabéns vereador pela fiscalização, fiscalize mais esse é seu trabalho
    9
    2



  • Cássio

    Sábado, 22 de Junho de 2024, 08h56
  • Tem que fiscalizar mais unidades
    9
    0



  • Juninho

    Sábado, 22 de Junho de 2024, 08h23
  • Tá ficando tudo ao inverso , o médico supostamente dormindo tá querendo está certo, e o vereador que está fiscalizando fazendo seu trabalho eles querendo dizer que o vereador não pode fiscalizar.
    9
    0



  • Zenildo

    Sábado, 22 de Junho de 2024, 08h21
  • Nossa saúde não esta das melhores , o vereador fiscalizando eles querendo reclamar, não interessa se é da base ou oposição tem que fiscalizar mesmo, e lembrando que está fazendo apenas seu papel.
    8
    2



  • Pedro Rodrigues

    Sábado, 22 de Junho de 2024, 08h19
  • Se o vereador não puder fiscaliza fica difícil para câmara , oq será da população se a câmara não puder fiscalizar .
    9
    1



  • Fernando

    Sábado, 22 de Junho de 2024, 08h12
  • Vamos trabalhar que assunto mais chatinho , o povo tá cansado desse blá blá blá blá
    8
    0



  • Xavier Alves

    Sábado, 22 de Junho de 2024, 08h10
  • A respeito da saúde ninguém fala nada unnn
    8
    1



  • Goiano

    Sábado, 22 de Junho de 2024, 08h09
  • Sofre quem não tem condições para um atendimento particular , daí encontramos um para nos defender encontra uns para tentar barrar , a ele parece o Abílio , nos defendo pode parecer da nada não
    8
    1



  • Quênia

    Sábado, 22 de Junho de 2024, 08h06
  • Fiscaliza mesmo a saúde tá complicada
    8
    0



  • Moraes

    Sábado, 22 de Junho de 2024, 07h37
  • Vereadorzinho de merda ! Agora vai responder na justiça pra largar de ser besta ! Otario ! Projeto de Abílio !
    1
    8



  • Hiago

    Sexta-Feira, 21 de Junho de 2024, 23h07
  • Eles querem fazer o vereador se tornar um deputado federal, pq com Abílio foi a este modo que bobagem querer impedir o cara de fiscalizar .
    11
    5



  • Thiago Nunes

    Sexta-Feira, 21 de Junho de 2024, 22h58
  • Se o cara não fiscalizar para que serve a câmara então uai
    12
    5



  • Renato

    Sexta-Feira, 21 de Junho de 2024, 22h54
  • Médico supostamente dormindo e quer reclamar do vereador , tá certo mesmo vereador e fiscalize mais unidades.
    11
    6



  • Rodolfo

    Sexta-Feira, 21 de Junho de 2024, 22h53
  • Tem que fiscalizar
    12
    5



  • Thais

    Sexta-Feira, 21 de Junho de 2024, 22h52
  • Tem que ser igual Abílio mesmo , fiscalize vereador
    11
    6



  • Salas

    Sexta-Feira, 21 de Junho de 2024, 21h49
  • Pelo vusto, o CRM não tem nenhum processo pendente de investigação por erro médico ou por outras situações similares, afinal, está com tempo para dedicar-se a políticas de cunho partidarias. Afinal, até o presente momento, o que existe, são suposições, pelo menos é o que está sendo publicado na imprensa.
    11
    2









Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet