Política Sexta-Feira, 10 de Maio de 2019, 20h:10 | Atualizado:

Sexta-Feira, 10 de Maio de 2019, 20h:10 | Atualizado:

OBRAS

Cuiabá licita viadutos em junho; Dutrinha e mercado são suspensos

Obras avaliadas em mais de R$ 30 milhões serão licitadas após adequações no edital determinadas pelo TCE

RODIVALDO RIBEIRO
Da Redação

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

viadutos.jpg

 

A um custo estimado em até R$ 30.371 milhões, a Prefeitura de Cuiabá confirmou a reabertura do Regime Diferenciado de Contratação (RDC) para a construção de dois viadutos na Avenida das Torres e na Avenida Beira Rio, em Cuiabá. O RDC fora anulado no começo de março por recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) devido a um suposto sobrepreço da ordem de R$ 5,2 milhões. A sessão pública de abertura será realizada às 09h da manhã do dia 04 de junho, na sala de licitações do Palácio Alencastro.

É a terceira vez que a gestão Emanuel Pinheiro (MDB) tenta levar à frente as obras dos viadutos da Beira Rio (Avenida Manoel José de Arruda) para ligá-la em intersecção com a Avenida Dr. Paraná, e a trincheira da Avenida das Torres (Edna Maria Albuquerque Affi) para transpô-la em intersecção com a Avenida Érico Preza.

De acordo com estudos realizados nessas dois pontos da cidade pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) e a Secretaria Municipal de Obras Públicas (SMOP), as intervenções são necessárias para resolver a espera de no mínimo 30 minutos enfrentada por cerca de 10 mil pessoas em fluxo por hora em cada um dos pontos nos horários de pico. Indiretamente, a medida beneficiaria 145 mil moradores da região.

Na Avenida das Torres, o número é um pouco menor, mas também impressiona: seriam algo em torno de nove mil transeuntes/hora nos horários de rush e esperas de no mínimo 20 minutos nos trechos mais abarrotados de carros. 

Em sua última suspensão, os conselheiros do TCE identificaram, além do sobrepreço, exigências consideradas abusivas pelos auditores no edital e ausência de projeto básico. Era dezembro de 2017, chegou a ser votada pelo TCE em fevereiro de 2018, quando foi retomada, novamente suspensa meses depois, está enfim novamente prevista para acontecer. A administração do município afirma que já garantiu um empréstimo de R$ 50 milhões para finalizá-la.

Classificado como lote um no processo licitatório, o da Beira Rio tem projeção de custo de R$ 14.007.832,64; o chamado lote dois, da Avenida das Torres, tem estimados R$ 16.363.458,55 de custo.

LICITAÇÕES SUSPENSAS

Também por recomendação do TCE, foi suspenso o concurso para seleção do melhor anteprojeto arquitetônico para reconstrução do Mercado Municipal Miguel Sutil e do Estádio Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha. Os conselheiros querem readequações no edital. Os dois atos foram publicados no Diário Oficial de Contas que circula nesta sexta-feira (13).

O edital referente ao Dutrinha e ao Mercado Municipal ainda estava em fase de pré-projeto arquitetônico e não tinha, portanto, projeção de custo.





Postar um novo comentário





Comentários (3)

  • Eleitor

    Sábado, 11 de Maio de 2019, 02h07
  • RDC... Roubo Descarado de Cuiabá ...!! 300%
    0
    0



  • Edmilson rosa

    Sábado, 11 de Maio de 2019, 00h46
  • MP estadual e federal fiquem atento .
    0
    0



  • Paulo de almeida

    Sexta-Feira, 10 de Maio de 2019, 21h57
  • É esse prefeito é um verdadeiro pilantra, insensato, cínico e corrupto, vim agora dizer que as obras constrição dos viadutos, serão pelo rdc , população vou te falar porque esse rdc, o prefeito já tem uma empresa que vai dar 30% pra ele por fora, isso já foi acordado.
    2
    1









Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet