07 de Agosto de 2020,

Política

A | A

Terça-Feira, 07 de Julho de 2020, 09h:24 | Atualizado:

LUTA CONTRA COVID

Curado, secretário viaja a SP e pressiona empresa a entregar respiradores a MT

Gilberto Figueiredo ficou 14 dias em isolamento e não está mais com a Covid-19


Da Redação

gilbertocurado.jpg

 

O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, usou suas redes sociais na manhã desta terça-feira (7) para informar que está curado da Covid-19 e que volta ao trabalho 100% determinado para ajudar a combater o avanço da doença em Mato Grosso, que já notificou 22.078 casos confirmados e contabiliza 857 mortes. Figueiredo foi diagnosticado há cerca de duas semanas com a doença e não apresentou sintomas graves. 

Uma de suas primeiras ações nesse retorno ao trabalho será uma viagem para São Paulo na tarde desta terça-feira para finalizar a negociação com uma empresa fabricante de respiradores. Conforme o gestor, a empresa deverá entregar ao Estado 50 equipamentos para tratamento de pacientes infectados pela Covid-19, adquiridos pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) em março deste ano.

Gilberto Figueiredo foi o segundo integrante do alto escalão do Governo de Mato Grosso a testar positivo para a doença - o primeiro foi o professor Adriano Silva, que presidia a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat), mas não resistiu e morreu no dia 3 de junho. 

Figueiredo estava em isolamento em sua residência desde o dia 25 de junho quando exames confirmaram que ele estava infectado. Nesse período, foram suspensas as coletivas de imprensa virtuais realizadas para responder questionamentos de jornalistas de todo o Estado que atuam em diversos veículos de comunicação sobre o avanço da doença e as ações realizadas pelo Governo.

O secretário Gilberto Figueiredo tem 59 anos e antes de ser infectado vinha cumprindo uma série de agendas e reuniões presenciais em diferentes locais, como seu gabinete na SES, também no Palácio do Paiaguás, sede do Governo do Estado e também fazia vistorias a obras e hospitais. 

Ele ficou duas semanas em casa, mas continuou trabalhando. "Após 14 dias da testagem que deu positivo para o coronavírus e depois de passar por tratamento e isolamento domiciliar, comunico que venci a COVID-19. Após novo exame realizado pelo LACEN-MT, já testei negativo para a doença. Agradeço imensamente todas as mensagens de conforto e as orações pelo meu restabelecimento. Peço desculpas por não ter conseguido responder a todas mensagens e aos telefonemas recebidos", escreveu o secretário em mensagem publicada em seu Instagram.

Conforme Figueiredo, durante o afastamento e com um pouco de desconforto, ele continuou dentro do possível – trabalhando à distância e auxiliando a equipe da SES na condução do enfrentamento da pandemia e nas demais demandas da Saúde de Mato Grosso. "Vamos à luta! Continuem se protegendo e nos ajudando neste momento desconfortável de combate ao coronavírus. Tenho fé, vamos vencê-lo. Fiquem com Deus", publicou o secretário.



Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Christmann Hilleshein Cardoso | Terça-Feira, 07 de Julho de 2020, 13h29
    0
    0

    "depois de passar por tratamento" Me pergunto que tratamento seria esse?

  • Indignado | Terça-Feira, 07 de Julho de 2020, 13h29
    0
    0

    MT inteiro morrendo, o secretário idoso, cheio de doença, pega Covid-19, vai pra casa repousar e melhora do nada, é isso?. É muita cretinice!

  • Analista Político | Terça-Feira, 07 de Julho de 2020, 12h38
    0
    0

    Vai trabalhar Secretário comunista, lamentável.

  • Indignado | Terça-Feira, 07 de Julho de 2020, 12h35
    0
    0

    Sarou meu cacete, nunca teve.

  • Teka Almeida | Terça-Feira, 07 de Julho de 2020, 12h14
    2
    0

    Povo larga mão de acreditar em FAKE NEWS do governo Mauro MENTE. Desde quando esse sujeito pegou covid???!!! O que ele fez foi sumir depois desse governo FAKE NEWS esconder todo aparato para os hospitais e os respiradores escondidos numa secretaria de estado. Tudo filmado e documentado, mas como não era do interesse da justiça, o TCE atestou outros insumos mas não foram atrás dos respiradores. Então a saida foi uma grande FAKE NEWS, infecta ele e isola, a poeira baixa o povo esquece e ele volta. Tomem VERGONHA, RESPEITEM A POPULAÇÃO.

  • Moacir de Araujo jorge | Terça-Feira, 07 de Julho de 2020, 10h31
    1
    0

    Não adianta ser reativo, secretário...os respiradores só amenizam o sofrimento, de todos os entubados pouquíssimos sobrevivem....o correto é não deixar chegar nessa fase....deos remédios para os médicos prescreverem...crie um protocolo de atendimento.....Campo Grande MS adotou um protocolo preventivo e olha la o resultado......faça igual.....remédios baratos não da dinheiro, mas respiradores da

  • Cuiabano raiz | Terça-Feira, 07 de Julho de 2020, 09h47
    2
    0

    Secretário obeso, cardíaco, cheio de comorbidade neste corpinhi sarado e está curado. Mas curou com qual medicação?

  • Jhonny | Terça-Feira, 07 de Julho de 2020, 09h34
    3
    0

    O mais curioso, ele sarou rápido né?? Que bom!! Mas pq o mesmo remédio ele não quer dar ao povo no início da doença???? Quero ver responder??

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS