Política Domingo, 21 de Abril de 2019, 09h:45 | Atualizado:

Domingo, 21 de Abril de 2019, 09h:45 | Atualizado:

PRIVILÉGIOS

Deputado aluga carros de colega de sigla em MT

 

Lázaro Borges
A Gazeta

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

JUAREZ-SINOP2.jpg

 

O deputado Juarez Costa (MDB) gastou R$ 9,3 mil em aluguel de veículos de uma empresa que pertence a José Ademir Francischetti, filiado ao partido do deputado federal desde 1995. Entre fevereiro deste ano e o mês atual, Costa só contratou veículos da empresa de Francischetti, cujo nome fantasia é Jacaré Veículos.  

Francischetti atua nos bastidores da política em Colíder. Ele é ligado ao ex-prefeito e ex-deputado Nilson Santos (MDB). Os dois trabalharam na campanha de Juarez Costa. Atualmente Nilson é assessor parlamentar do emedebista e trabalha na região de Colíder e Sinop, berço eleitoral do parlamentar.   

Juarez Costa foi o deputado que mais gastou no começo desta legislatura. Entre fevereiro deste ano e os dias corridos do mês de abril, o parlamentar retirou dos cofres públicos R$ 52.816,96 em despesas como viagens, alimentação, combustíveis, telefonia, manutenção de escritório e locação de veículo.   

Os gastos de locação na empresa de Francischetti foram divididos em duas notas. A primeira, de R$ 3,8 mil, emitida no dia 22 de janeiro. A segunda, de R$ 5,5 mil, foi paga no mesmo dia. Os dois documentos foram emitidas em Colíder, apesar da sede da empresa constar como sendo em Sinop.   

Em um dos casos, o condutor do veículo foi o próprio Juarez Costa, que alugou um carro modelo Corolla e transitou com o automóvel entre os dias 11 e 28 de fevereiro. No mesmo período, Valdevino dos Santos, alugou uma L200 Triton em nome do deputado. O carro custou quase R$ 2 mil do que o que foi alugado e conduzido pelo parlamentar.   

Gastos totais   

Os deputados federais representantes de Mato Grosso gastaram, deste o início da nova legislatura na Câmara dos Deputados, um total de R$ 263.139,48 em cota parlamentar. Comparando com os gastos do mesmo período da legislatura passado, com valores de 2018, houve uma redução de R$ 748 mil nos gastos. Naquele período, os parlamentares tiveram uma despesa conjunta de R$ 1.011.663,12.   

Na legislatura passada, quem mais trouxe dispêndio foi o deputado Fábio Garcia (DEM), que registrou R$ 167 mil. No mesmo período do ano anterior, em 2017, quem mais gastou foi o deputado Ezequiel Fonseca (PP). Ele foi responsável por R$ 125.627,36 em despesas.   

Outro lado   

A reportagem do jornal A Gazeta telefonou para o deputado Juarez Costa e para José Francischetti. O congressista não atendeu as nossas ligações. O empresário, por sua vez, afirmou que não vê problema em alugar carros para um correligionário. ‘Eu atendo todo mundo, tenho carro em vários lugares, qualquer um que chegar aqui eu atendo’, afirmou.

 





Postar um novo comentário





Comentários (3)

  • Pacufrito

    Segunda-Feira, 22 de Abril de 2019, 09h18
  • Cambada de imorais, tem que acabar com esta verba indenizatória, e outra coisa é este monte de gente contratada para fazer campnha, estes politicos imorais passam o tempo todo fazendo campanha para a próxima eleição, com dinheiro público. UMA VERGONHA. te que acabar com estes asponeis, estes deputados imorias passam o tempo todo fazendo campanha com dinheiro público, como podemos renovar as camaras se estes imorais fazem isto? como um cidadão que trabalha vai ser candidato?????? ja sai perdendo.
    0
    0



  • Tiago

    Domingo, 21 de Abril de 2019, 18h40
  • Por falar nisso, tem ex deputado que ainda utiliza carro que assembleia loca, muito grave isso... kd os órgãos fiscalizadores que não pegam os dirigentes Ou presidentes da famosa casa de leis Estamos de olhos abertos e a justiça fechado, bem fechado
    4
    0



  • Edson Silva

    Domingo, 21 de Abril de 2019, 18h21
  • Nem sempre, tudo que é legal pode set moral!
    1
    0









Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet