19 de Setembro de 2019,

Política

A | A

Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019, 21h:30 | Atualizado:

POLÊMICA NA ASSEMBLEIA

Deputado critica colega por fazer "barulho em redes" e o aconselha abrir mão de VI

Hoje, cada parlamentar tem direito a R$ 65 mil por mês


Da Redação

al-toninhodesouza.jpg

 

O deputado interino Toninho de Souza (PSD) se juntou à colega Janaina Riva (MDB) e tachou de “populista” a proposta do novato Ulysses Moraes (DC) de reduzir em 50% a verba indenizatória (VI) de R$ 65 mil a que os parlamentares estaduais têm direito sem necessidade de prestação de contas e em outros 2/3 as VIs dos cargos de primeiro escalão da Assembleia. A expressão foi usada durante a entrevista concedida pelo suplente nesta segunda-feira (20), durante entrevista à Rádio Vila Real.

O projeto de lei do representante do Movimento Brasil Livre (MBL) em Mato Grosso também obriga deputados e funcionários a prestarem contas de como e onde são gastos os dinheiros públicos. Toninho foi irônico ao afirmar que Ulysses pode abrir mão do recurso numa boa, assim como quem estiver a fim de fazê-lo, mas “fazer barulho” em cima disso é jogar pra torcida e antecipar campanha eleitoral. “E mais: o deputado pode inclusive dizer que está abrindo mão deste recurso na Tribuna da Assembleia e assim formalizar sua decisão. A verba não é acumulativa. Se você não gastar, não recebe, e se você não quiser, também não precisa receber”, simplificou.

Nas entrelinhas, o vereador-deputado usou o mesmo argumento de Riva, a proximidade com as bases no interior e a necessidade de saber o que acontece Mato Grosso adentro, para manter os R$ 65 mil mensais livres. O arremate foi uma cutucada na maneira utilizada por Moraes e todos do MBL para se elegerem e fazer política. “Eu ando muito, não faço política por mídia social, eu ando, eu visito, eu trabalho”, disparou.

Além de Toninho de Souza e de Janaina Riva, Ulysses ainda recebeu bordoadas de mais um membro da mesa diretora da AL, o também suplente Romualdo Junior (MDB). O projeto já foi aprovado de maneira acirrada na Comissão de Fiscalização e Acompanhamento de Execução Orçamentária (CFAEO) da Assembleia na quarta-feira (15), com três votos a favor e dois contrários.

Agora, a proposta segue para a votação em plenário. Se aprovada, vai à Comissão de Constituição, Justiça e Redação para analisar sua constitucionalidade.

O trâmite é de pelo menos 30 dias e por isso ainda não há prazo para que ande. Mesmo assim, o assunto divide o legislativo.

Enquanto o trâmite passa, a tensão aumenta de parte a parte entre os defensores e detratores da ideia. A pancadaria começou quando a única mulher do Legislativo chamou o colega do MBL literalmente de demagogo hipócrita, que respondeu afirmando que quer distância do sobrenome dela, que replicou reafirmando a atuação de Moraes como midiática.

Até agora, já declararam voto contrário o presidente da CFAEO, Romoaldo Junior, e outro membro, Valdir Barranco (PT), além do conviva de partido, Lúdio Cabral (PT). Do lado que diz que R$ 32,5 mil são suficientes para tocar a vida parlamentar estão o autor do projeto e representantes dos partidos próximos à filosofia (ao menos pública) de redução de gastos: Silvio Fávero (PSL), Valmir Moretto (PRB) e Nininho (PSD), os responsáveis por manter a proposta viva na CFAEO.

Além da redução da VI parlamentar, a proposta pretende diminuir o valor pago de até R$ 12 mil para R$ 4 mil na VI dos servidores do primeiro escalão, a saber, consultor técnico-jurídico da mesa diretora, consultor técnico-legislativo, controlador interno, procurador-geral, consultores coordenadores dos núcleos de comissões, chefes e gestores de gabinete.

Fávero, entretanto, é sempre melancólico quando fala do assunto e afirma saber que a chance da matéria chegar à sanção do governador Mauro Mendes (DEM) é próxima de zero.  Ele lista o fato de todos os deputados terem direito, além dos R$ 65 mil, a R$ 12 mil para combustível, um carro e passagens aéreas. Para ele, com R$ 30 mil já dava para cobrir tudo que é necessário. Inclusive fazer a tal “visita às bases” e proximidade com os cidadãos.

Postar um novo comentário

Comentários (46)

  • Carlos | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 15h16
    1
    0

    Muito bem Toninho de Souza. Esse Ulisses é Dep. CATAPORA da uma vez na vida. Ele está a cinco meses na Assembleia nao fez porra nenhuma e tá aí dando uma de Santo. Santo do pau oco. Estamos juntos Toninho, o importante é que o povo te ama. Para os demais comentários, dizendo que vc não foi eleito, fiquem sabendo que entraram na Assembleia 6 Dep com votação abaixo de Toninho. Teve 17 e um pouco mais de votos, não é pouco. E esse Ulisses só entrou por conta da legenda.

  • Natalia | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 13h39
    1
    0

    Toninho de souza é deputado sim, foi empossado e está sendo um parlamentar atuante.

  • Jorge | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 12h31
    3
    0

    Depois de ler a matéria cheguei a seguinte conclusão que o deputado Toninho está correto.

  • Caetano | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 12h00
    5
    1

    O Deputado Toninho de Souza consegue mostrar a sociedade que mesmo com tantas funções, entre a profissão de jornalista e parlamentar e ainda pai de família ele consegue tempo para visita e atender seus mais de 17mil eleitores, chegou onde deve estar, e vamos mostras nas próximas eleições que vamos conquistar mais eleitores ainda👏🏻👏🏻👏🏻

  • Lauro | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h59
    2
    1

    “Eu ando muito, não faço política por mídia social, eu ando, eu visito, eu trabalho”, isso é a mais pura verdade porque acompanho os trabalhos do Toninho de Souza desde a gestão dele como vereador e agora Deputado Estadual. Parabéns!

  • MAURICIO | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h52
    3
    1

    PARABÉNS DEPUTADO VEREADOR TONINHO DE SOUZA, POLITICO QUEM VEM FAZENDO UM EXCELENTE TRABALHO NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA, APRESENTANDO PROJETOS RELEVANTES PARA O NOSSO ESTADO. CONTINUE ASSIM TONINHO DE SOUZA PORQUE SABEMOS QUE COM VERBA OU SEM VERBA VOCÊ TRABALHA EM PROL DO POVO, NÃO NEGA ATENDIMENTO.

  • Elizeu | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h35
    2
    2

    Queria poder responder esses comentários ridículos desse povo que critica, porque não sabem de nada e nem o que tá falando. Bola pra frente Toninho.

  • Higor | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h33
    3
    2

    Acredito que se esta sobrando pra você devolva deve deixar de ser demagogo esse deputado. A respeito da defesa do Deputado Toninho e Souza ele precisa estar entre os demais pois e capaz e tem o conhecimento das necessidades da sociedade matogrossense e mais obteve mais de 17 000 votos a frente de mais de 6 eleitos. Entao a sociedade pede profissionais nesse estilo.

  • bruno | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h31
    2
    2

    “O deputado Ulysses pode inclusive dizer que está abrindo mão deste recurso na Tribuna da Assembleia e assim formalizar sua decisão. A verba não é acumulativa. Se você não gastar, não recebe, e se você não quiser, também não precisa receber”. Faz isso Ulysses tão simples.

  • katia | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h27
    2
    2

    Na minha opinião o Toninho de Souza é o melhor Deputado!

  • valdir | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h26
    2
    2

    Essa nossas redes sociais só veio mesmo para mostrar o que não é, vai trabalhar Ulysses e desprega a bunda da cadeira e vai visitar quem precisa da sua ajuda. Se vc não utiliza a verba é pq não trabalha, não ajuda as pessoas que vão ao seu gabinete. Para de pregar o papel de certinho.

  • Edinaldo Silva | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h24
    2
    2

    Ator! Essa é a melhor definição do espantalho, isso mesmo, do boneco da gazeta. Ao mesmo tempo que usa a tv para aparecer diariamente como aquele ser humano sensível à necessidade do próximo, que usa a filmagem de uma geladeira com uma garrafa d´água e uma cabeça de cebola para atrair doações de terceiros nos horário "nobre" da TV, se transforma, após todo aquele teatro televisivo que faz, num defensor da imoralidade pública, um verdadeiro cupim do dinheiro público, em detrimento daquilo que fala e defende na TV. Isso é uma vergonha para o Grupo Gazeta. Jornalismo se faz com imparcialidade. A partir do memento que mantém em seus quadros membro envolvido na politicalha nojenta e corrosiva dos cofres do Estado, perdeu completamente a imparcialidade. O grupo não precisa disso. Nasceu com uma proposta diferente de fazer comunicação e o que vemos é um andar apressado no acobertamento das mazelas praticadas, inclusive por seu empregado. Isso é uma vergonha. Como prova do seu comprometimento com a defesa da verdade e da sociedade, por consequência, não deveria permitir que empregados com mandato eletivo continuasse a utilizar da sua estrutura na tentativa de se perpetuar em cargos políticos, e sem nenhum escrúpulo afirmar que viaja o estado inteiro, ao mesmo tempo que está diariamente ao vivo num programa da emissora. Com a palavra a TVR.

  • Silvia | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h15
    2
    3

    Deputado Toninho é tudo intriga da oposição, você está no lugar onde deveria estar mesmo. A AL é o seu lugar. Parabéns pelos trabalhos que vem realizando em tão pouco tempo.

  • Solano | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h11
    1
    2

    Parabéns Toninho é isso mesmo “Renunciar 50% é opção do deputado Ulysses e só ele quiser e abrir mão de tudo.

  • Kinhu | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h09
    0
    1

    Engraçado que o dep Ulysses já está aumentando a V.I gradativamente, isso porque falo que com o valor que ele mesmo estipulou, dava tranquilo para “tocar o barco” ...

  • Larissa Matiuzzo | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h08
    0
    1

    Isso é pura demagogia mesmo, quer mídia, o nobre deputado Ulisses, medidas populistas dão destaque, geral votos.

  • João | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h07
    0
    1

    Ulisses é um dos maiores beneficiários das tais mordomias da Assembleia, e utiliza somente em pessoal um quadro cujo gasto chega a R$ 100 mil mensais. Olha ai o coitadinho que não quer a V.I, pura hipocrisia. https://www.muvucapopular.com.br/politica/exclusivo-ulisses-moraes-recebe-verba-de-gabinete-atraves-de-laranja/26969 Deputado Toninho de Souza é isso mesmo se não quer, não pegue.

  • só digo verdades | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h04
    3
    0

    O POVO RECLAMA TANTO DOS POLITICOS RECEBEREM V.I MAS NÃO MEDEM ESFORÇO PRA IR ATÉ O PARLAMENTO PEDINDO PRA POLITICO PAGAR CONTA DE AGUA, LUZ, ALUGUEL, PASSAGEM DE AVIÃO E QUANDO NEGAM AINDA TEM A CARA DE PAU DE FALAR QUE A VERBA IDENIZATÓRIA É PRA ISSO. Sou a favor da v.i até pq sabemos que a grande maioria dos politicos trabalham sim, viajam o estado pra solucionar demandas dos municipios.

  • rubens | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h01
    0
    2

    Toninho de Souza o senhor está certinho, esse Deputado Ulysses só quer mídia e pagar de bom mocinho. Se não utiliza a verba é porque não trabalha em prol do povo.

  • Amanda Duarte | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h01
    2
    0

    Se diminuir a verba vão dar um jeito de receber de outra maneira. Essa é a realidade.

  • Vany | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h00
    5
    0

    O sr Deputado como deputado vem fazendo um serviço diferenciado, a começar a olhar pela agricultura familiar! Continue na luta deputado

  • rayssa | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 10h59
    3
    1

    Quem é ulysses na fila do pão? chegou ontem e já quer sentar na janelinha? sabemos muito bem que essa jogada de querer reduzir a V.I é marketing pra sair bem na midia pq sabe que vai ser o unico a defender isso. Deputado se o senhor não quer utilizar a V.I rejeite-a, simples. O senhor é o famoso politico de rede social, é por isso que o senhor não gasta um real da sua verba. Fazer politica pela tela de celular é mole. Se o senhor é tão a favor da redução da V.I reveja também os beneficios que os judiciario recebe, valores exorbitantes. Juiz que não cumpre carga horária pq acha que estudou e não precisa ir la cumprir seu horario e joga tudo nas costa de assessor, principalmente da nossa justiça Federal. Se a verba indenizatória é usada pra trabalhar é mais do que justa.

  • elizangela | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 10h53
    2
    0

    Esse traste só trabalha contra o povo e ainda tem eleitores pra votar nele afa. A ultima dele foi aumentar o valor da taxa do uber contra a população parem de votar em candidatos demagogos como ele.

  • Ana Carolina | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 10h50
    1
    1

    Concordo com o Deputado Toninho de Souza, se o Ulisses não quer a verba é só abrir mão. Vai la na tribuna e diz que não quer, simples assim.

  • BSilva | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 10h36
    5
    3

    Toninho de Souza, você na minha opinião é um dos piores políticos de Mato Grosso. Um politico que aprova uma Lei sem ler é muito BURRO ou levou alguns "trocados" para assim agir. Estou me referindo a venda da Empresa de Saneamento de Cuiabá. E quando questionado sobre isso quer partir pra briga, só por que é grande, gordo!

  • José | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 10h16
    5
    3

    Nesta história toda oque eu acho mais ridículo é osafado do rumoaldo ao invés de estar preso tá aí dando palpite

  • antonio Carlos | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 09h45
    5
    4

    Engraçado: “Eu ando muito, não faço política por mídia social, eu ando, eu visito, eu trabalho” - Cadeia Neles mandou abraços....pra que política por midia social se vc pode fazer pela tv.

  • voadoresfc | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 09h24
    7
    6

    , deputado nao, suplente de deputado ne, ai fica se achando o titular , esnobando quem foi de fato eleito, v se toma tento

  • Henrique Dias | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 08h46
    11
    6

    Toninho de Souza não é deputado nem devia dar opinião. Não foi eleito. Talvez por esse pensamento que não teve votos suficientes da população.

  • Julio Santos | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 08h34
    16
    2

    É isso, qdo chegar as eleições, o povo continua votando em Riva, Barranco, Cabral, Toninho de Souza e por aí vai! Um bando de CHUPINS, isso é que é.

  • Iron | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 08h32
    8
    2

    O mais interessado nesta discussão, que ó eleitor e a sociedade em geral, não são ouvidos diretamente, só através dos ditos "representantes". Se somos nos, sociedade, que pagamos estes seres, temos o direito de saber o destino desta verbas. Na empresa em que presto serviço todo e qualquer centavo gasto obrigatoriamente tem que ser justificado. Está na hora de nos, sociedade, sermos mais atuantes e derrubar toda e qualquer lei que venha contra o anseio do povo, ou será que este dinheiro para esta farra que são as verbas indenizatória não fazem falta na saúde, educação e segurança entre outras necessidades da população.

  • Galileu | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 08h21
    7
    1

    Esse parlamentar tem vícios desde a câmara de Cuiabá. Ele não tem nada a ver com o bem intencionado projeto do Dep. Ulysses Moraes. Esse vereador de estimação do prefeito,tem que justificar para os cuiabanos, por que não abriu CPI para investigar o secretário( Hauak) de saúde de Cuiab e o aluguel de imóvel. Estamos ansiosos para conhecer os vereadores de Cuiabá envolvidos nessa propina da saúde. Aí têm coisas inexplicáveis. Eleição vem aí.

  • piada | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 08h06
    6
    1

    Ué, estão revoltados agora?porque elegeram, o povo que está certo? bem feito, na próxima vão eleger novamente

  • Antonio | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 08h03
    9
    0

    O Estado está quebrado ...a mamata acabou ...não tem dinheiro para garantir o direito do trabalhador ...mas tem dinheiro pra dar $65mil para cada Dep Estadual ...e lembrando ..que isso gera efeito cascata ...pois...os vereadores tem ...os prefeitos também tem ..e por aí vai..precisamos mudar ou ficaremos uma segunda Venezuela

  • andre | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 07h42
    4
    0

    Qual sua posição Xuxu Dal Molin? o povo de Sorriso quer saber...

  • Agenor | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 07h33
    5
    0

    Esses deputados teriam que ser banidos da face da terra, olha salarios dos servidores públicos, deveriam se envergonhar, estado do m crise pq vem com VI nesse valor, o povo tem qu aprender votar e colocar fora da WL esses malas que hj se encontram lá, uma vergonha, não eram para receber nem um centavo em VI, esse dinheiro e tirado de nós que trabalhamos duro e não t nós um salário qu não chega nem a dez porcento do que querem aprovar VI

  • karlos | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 07h17
    8
    0

    NÃO FICA NEM VERMELHO O CIDADÃO...............................enquanto o povão não aprender a votar, veremos esse tipo de coisa, vergonhosa.

  • Ggm | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 07h05
    5
    1

    Entrou no ônibus agora é já quer sentar na janela, esperar o que desse aí. Sempre apoiando os desperdícios.

  • Jukinha do cpa | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 00h11
    28
    5

    Esse deputado foi eleito? Tá falando demais!!! Deputado Toninho só que mamata, pediu 20 mil de V.I e não autorizaram pagar kkkkkkk. Chega de mamataaaa, chega de leitinho da Adm Publica.

  • Revoltado | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 00h04
    28
    1

    Engraçado! ! Eles ganham diária passagem aérea e não obstante vi de 65 mil sem prestar contas e livre de imposto e batem no peito que tão certo.

  • Maria | Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019, 23h00
    38
    2

    Deputado vagabundo. Eles acham que o dinheiro é deles é esquecem que se trata de dinheiro público. Quero ver esses vagabundos acharem que a VI é direito deles. Precisa por fim a essa vergonha. Quero ver quem vai votar a favor da manutenção desse privilégio as custas do dinheiro público. Raça de vagabundos.

  • Valdiley | Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019, 22h39
    34
    1

    Não dá para entender esses deputados patéticos que defendem com unhas e dentes suas regalias, enquanto o povo vive uma penúria, falta saúde, educação e esses hipocritas em defesa dessas aberrações chamados de VI, indenizar o que, vão fiscalizar o executivo, e essa suas atribuições além de legislar.

  • Contribuinte Aflita | Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019, 22h25
    18
    2

    Aiaiai esses barraco já tão ficando mais sem graça que as propaganda da pax nacional na TV. Fala sério, vamos focar nos projetos para o estado né meu povo?????

  • Eleitor atento | Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019, 22h15
    33
    4

    Vergonha um deputado vereador, que apresenta programa televisivo em Cuiabá diz que viaja o estado para fazer política, como é possível estar em Cuiabá apresentando programa de TV e ao mesmo tempo visitando o estado. Está fazendo curso pra Deus, ele é onisciente, onipresente e onipotente é o super apresentador, vereador e deputado ao mesmo tempo Toninho de Souza e ainda sobra tempo pra viajar o estado todo. Ufa cansei é muita demagogia.

  • Servidor | Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019, 21h45
    20
    3

    Isso porque é evangélico... SÓ ISSO CRENTES ALIENADOS!

  • joao | Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019, 21h41
    29
    1

    Todo mundo com medinho de perder o faz me rir fixo de todo mês né?

Matéria(s) relacionada(s):

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS