19 de Agosto de 2019,

Política

A | A

Segunda-Feira, 22 de Julho de 2019, 10h:33 | Atualizado:

CATETERISMO

Deputado passa mal e é internado às pressas em UTI no interior de MT

Dr João é o terceiro a apresentar problemas cardíacos neste ano

dr.jo�o.jpg

 

O deputado estadual e médico Dr. João José (MDB), de 64 anos, passou mal no começo da noite deste domingo (21), quando estava descansando em casa no município de Tangará da Serra (242 km de Cuiabá). Ele foi socorrido e levado às pressas ao Hospital das Clínicas, onde recebeu os primeiros atendimentos.

Em seguida, ele foi encaminhado para o Hospital Santa Ângela. No local, o deputado passou por exame de eletrocardiograma e foi submetido a um cateterismo cardíaco.

Os médicos descartaram a ocorrência de infarto. O deputado Dr. João José ficou à noite em observação na UTI do hospital.

Na manhã desta segunda-feira (22), já recuperado, Dr. João recebeu alta médica e encontra-se descansando em sua residência. Ao longo desta semana, outros exames devem ser realizados em Cuiabá.  “Gostaria de agradecer as orações e tranquilizar aos amigos dizendo que estou bem. Sou grato a equipe de enfermagem e aos médicos Jaime, Neison e Sheila que cuidaram de mim com tanto carinho. Meus amigos, foi apenas um susto. Estou muito motivado para voltar a trabalhar. Mas agora vou descansar um pouco na companhia da minha família. Obrigado a todos pelo carinho e mensagens recebidas”, disse o deputado, logo após receber alta médica. 

João José é o terceiro deputado a passar mal desde o início do ano em Mato Grosso. Antes dele, Romoaldo Junior (MDB) e Dr Gimenez (PV) passaram por intervenções cardíacas. João José de Matos é médico nefrologista há 37 anos. Foi o profissional responsável por realizar o primeiro transplante de rim da história de Mato Grosso no ano de 1992, em Cuiabá. 

Nascido em Santo Aleixo, cidade do interior de Portugal, Dr. João veio ainda criança com a mãe e os irmãos para o Brasil. Formou-se em medicina em São Paulo, e já nos primeiros anos de carreira mudou-se para Mato Grosso. Foi médico nos principais hospitais da Capital e vive há 10 anos em Tangará da Serra.

Em 2018, foi eleito deputado estadual com 19.836 votos pelo partido MDB, sob a bandeira da renovação política, da ética, da honestidade e da defesa da melhoria da saúde pública, da infraestrutura, das condições de vida da população e do fortalecimento da agricultura familiar. Do total de votos, 14.357 foram obtidos em Tangará da Serra, o que equivale ao apoio de mais de 33% do eleitorado deste município, que tem o 5º maior colégio eleitoral de Mato Grosso.

 

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • joana | Segunda-Feira, 22 de Julho de 2019, 13h04
    5
    0

    pra ele vaga na UTI né´claro tem plano se saude e pra nós nada

  • Brasileira | Segunda-Feira, 22 de Julho de 2019, 12h40
    4
    0

    Fudum, O Bezerra???? Se não for o próprio capiroto, tem convênio com ele...hahahaha. vaso ruim não quebra não amigo...

  • Fudum | Segunda-Feira, 22 de Julho de 2019, 12h03
    5
    0

    E o Bezerra?

  • ROLAYNE PINTO | Segunda-Feira, 22 de Julho de 2019, 10h49
    6
    0

    Esse , por pouco não visitou o amigo Pedro.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS