02 de Julho de 2020,

Política

A | A

Domingo, 31 de Maio de 2020, 10h:39 | Atualizado:

ELEIÇÕES 2020

Disputa em Cáceres opõe aliados


Gazeta Digital

caceres.jpg

 

As eleições municipais em Cáceres (220 Km ao Oeste de Cuiabá) têm criado um clima de racha dentro da gestão do prefeito Francis Maris (PSDB). Isso porque, além da sua vice, Eliene Liberato (PSB), que é pré-candidata, o atual presidente da autarquia municipal Águas do Pantanal, Paulo Donizete (PSDB), colocou o seu nome na disputa.

Além dos dois, o ex-reitor da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e presidente da Fapemat, Adriano Silva (DEM), também tem se colocado na disputa.

Nos bastidores, a informação é que Francis Maris tentou indicar Donizete para ser vice de Eliene. Porém, a preferência de composição da pré-candidata, seria o ex-secretário de obras Valdeci Rodrigues.

Com isso, os aliados do prefeito se sentiram traídos e começaram uma nova estratégia. Os secretários e principais aliados estariam articulando junto a Adriano Silva para compor uma nova aliança por Cáceres, sendo Paulo Donizete como prefeito e a esposa de Adriano, Anelize Cintra, como vice.

Nesse sentido, a vice e futura candidata Eline Liberato (PSD), que tem o principal apoio à sua candidatura o deputado Max Russi (PSB), ficaria totalmente isolada.

A movimentação caiu como uma bomba, já que juntaria a as duas maiores forças política da região, com apoio do DEM do governador Mauro Mendes.

Anelize, tem como força a grande representatividade de Adriano junto ao governo e lideranças dos Democratas.

Procurado, o presidente do PSB, deputado Max Russi, amenizou a movimentação e disse que a vice-prefeita vem liderando as pesquisas de intenção de voto.

"Ela lidera todas as pesquisas e estamos tentando cunstruir uma ampla aliança. Nós temos 5 partidos conosco. Se não tivermos apoio do prefeito, nós vamos disputar do mesmo jeito. Cáceres e Várzea Grande são as nossas principais prioridades nesta eleição", disse ao .

Já o prefeito Francis Maris diz que sua gestão tem importantes nomes para a disputa e que espera que a unidade se mantenha também nas eleições. "São ótimos nomes e estamos aguardando que se viabilizará melhor. Acredito que é possível sim construir uma composição dentro do governo", afirmou.

 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Antonio Carlos | Domingo, 31 de Maio de 2020, 18h58
    0
    1

    Francis não fez nada por Cáceres!!! Qualquer um menos Francis!!!

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS