10 de Julho de 2020,

Política

A | A

Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 08h:10 | Atualizado:

Empresário de MT integra 'Gabinete do Ódio', afirma ministro do STF


Gazeta Digital

O empresário de Sinop (500 km ao norte da Capital), Marcelo Stachin é apontado como um dos membros do "Gabinete do Ódio", grupo de extrema-direita que divulgava notícias falsas e ataques virtuais. A afirmação é do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, que determinou busca e apreensão em 5 estados.

Stachin foi alvo da Operação Fake News, da Polícia Federal, na manhã desta quarta-feira (27). Segundo o relatório do ministro, o grupo tem integrantes como o ex-deputado federal Roberto Jeferson (PTB), o deputado estadual Douglas Garcial (PSL-SP), o blogueiro Allan dos Santos e o empresário Luciano Hang.

O "Gabinete do Ódio" se dedicava "à disseminação de notícias falsas, ataques ofensivos a diversas pessoas, às autoridades e às instituições, dentre elas o Supremo Tribunal Federal, com flagrante conteúdo de ódio, subversão da ordem e incentivo à quebra da normalidade institucional e democrática".

As investigações apontaram que os investigados têm "ligação direta ou indireta com a associação criminosa e seu financiamento", tendo em vista o "indício de alinhamento de suas mensagens ilícitas com o suposto esquema narrado pelos parlamentares".

Em sua rede social, Marcelo declarou no início da tarde que não tem nenhum mandado de prisão e que prestou esclarecimentos sobre o caso. Ele afirmou ter ido voluntariamente à sede da Polícia Federal em Cuiabá para prestar esclarecimentos.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS