15 de Agosto de 2020,

Política

A | A

Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 11h:16 | Atualizado:

DUODÉCIMOS EM ATRASO

"Entendemos a situação dos poderes", diz Taques


Gazeta Digital

taques-microfone.jpg

 

Após o Tribunal de Justiça de Mato Grosso e a Assembleia Legislativa de Mato Grosso recusarem a proposta do governo do Estado em reter 20% dos recursos do duodécimo, o governador Pedro Taques (PSDB) disse que deve continuar dialogando com os poderes. De acordo com ele, o Executivo também compreende a situação financeira precária das instituições.

“Fizemos uma proposta para os poderes e o Legislativo e o Judiciário não aceitaram, o que é direito deles. Temos que compreender a situação dos poderes. O TCE e o MPE, por outro lado, concordaram com a proposta. Portanto, isso faz parte da democracia. Nós vamos buscar outras soluções”, disse o tucano.

Segundo a nota encaminhada pelo TJ, o motivo para a recusa da oferta é simples: os valores não são suficientes para manter os serviços prestados aos jurisdicionados nas 79 comarcas de Mato Grosso.

“É um direito e quero cumprimentar o presidente do TJ, desembargador Rui Ramos, que está trabalhando junto conosco para que possamos superar esta crise, que não é do Poder Executivo. É uma crise econômica, que abala o estado de Mato Grosso. Por exemplo, em março, teremos que pagar R$ 120 milhões de uma dívida dolarizada. Não é uma dívida do executivo. É uma dívida do estado de Mato Grosso”.

Pela proposta do governo, de janeiro a abril deste ano, o governo deve pagar o duodécimo referente a folha salarial e mais 80% do custeio dos Poderes. Os outros 20% devem ser usados para pagar mais uma parcela de U$ 32 milhões com o Bank of America. A dívida foi contraída durante a gestão Silval Barbosa e convertida em Real, na cotação atual, deve chegar a R$ 100 milhões.

“Não acredito em radicalização. Acredito mais em diálogo do que em radicalização. Conversei com o deputado Botelho e está tudo tranquilo neste sentido. O deputado Botelho está exercendo o seu direito constitucional. Ele é presidente da ALMT e está defendendo os interesses do poder independente, que ele exerce, e exerce muito bem”.



Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • joaoderondonopolis | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 18h50
    1
    2

    Parabéns Desembargador Rui Ramos pela brilhante decisão de Vossa Excelência contra Taques, e com poucas horas já deu resultado. O secretário de Fazenda, Rogério Gallo destacou que está trabalhando para buscar saída de curto, médio e longos prazos para equacionar a questão dos repasses, quanto ao pagamento dos salários dos servidores do executivo. O governador logo amarelou e arrumou dinheiro. Longos prazos, não gostei. Poderes não dê fôlego para o governador.

  • Mimi | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 17h11
    3
    3

    Esse Governador é viralata.

  • Carolina | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 13h38
    9
    6

    Naooooooo aceitem! Ano eleitoral, quer fazer política com a sacola dos outros poderes. Muita burrice, se fizerem o acordo.

  • alesandra | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 13h34
    7
    5

    PODERES DE MT! UNIDOS EM CAUSAS PROPRIAS E INTERESSES PROPRIOS. E SE DANE A POPULAÇÃO POBRES DE MT, QUE NECESSITA DA SAUDE PUBLICA E ESTA SENDO SACRIFICADA E MORRENDO NOS HOSPITAIS,UPAS ,PRONTO SOCORROS DE CUIABA MT, POR FALTA DE REPASSE DE DINHEIRO DO GOVERNO ESTADUAL E FEDERAL.VIVA A ELITE NO PODER DE NOVO.....

  • alexandre | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 12h56
    10
    3

    pagar o salário dos servidores ou dar dinheiro pras emendas carnavalescas e 250 milhoes da poupança do Judiciário ?...

  • Fabio | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 12h53
    9
    3

    Blá... Blá... Blá... Afinal, vai pagar ou vai esperar INTERVENÇÃO do Estado???

  • Geraldo Enisio | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 12h39
    2
    9

    milho grovenador pros pobre. vai gamhá dinovo. taquis na cabessa e nu corasçao

  • EDSON CARLOS | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 11h34
    7
    3

    Chega de falácia pagasse!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • vando | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 11h28
    22
    5

    então faz o repasse do que deve, mal pagador.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS