09 de Agosto de 2020,

Política

A | A

Terça-Feira, 06 de Fevereiro de 2018, 16h:50 | Atualizado:

CPI DO PALETÓ

Ex-assessor que instalou câmeras em gabinete depõe nesta quarta

bussiki.jpg

 

A primeira oitiva da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura a suposta quebra de decoro e obstrução da Justiça por parte do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), acontece nesta quarta-feira (7), às 9h30, na Câmara de Cuiabá.

Será ouvido o servidor da Assembleia Legislativa, Valdecir Cardoso de Almeida, que foi o responsável por instalar a câmera usada para gravar o prefeito Emanuel Pinheiro recebendo maços de dinheiro e os colocando no paletó. O dinheiro seria suposta propina paga a Emanuel para que ele apoiasse, na época em que era deputado estadual, os projetos do ex-governador Silval Barbosa.

Após as imagens virem à tona na delação de Silvio Corrêa, ex-chefe de gabinete de Silval, o próprio Valdecir registrou uma declaração em cartório em que inocentava Emanuel Pinheiro das acusações feitas na delação. Ele alegou que o dinheiro não se tratava de propina, mas pagamento feito ao irmão de Emanuel, Marco Polo de Freitas Pinheiro, por serviço prestado.

A oitiva acontece às 9h30 no plenário da Câmara de Cuiabá. Os trabalhos serão conduzidos pelo presidente da CPI, vereador Marcelo Bussiki (PSB).



Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Elizeu Hurtado | Terça-Feira, 06 de Fevereiro de 2018, 18h48
    1
    1

    O CPI da Câmara deve estar acima do STF, porque não inocente Lula? Porque deve ser maior do que o TRF-4

  • Jocadomas | Terça-Feira, 06 de Fevereiro de 2018, 17h01
    6
    0

    a cpi deve e precisa perguntar paea o individio porque depois disso a mulher dele conseguiu emprego na prefeitura e quanto ele levou pois ele mordia todos os deputados, inclusive estava morando em sanra catarina, era fantasma do deputado de alta floresta, que nem preciso dizer o nome

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS