07 de Dezembro de 2019,

Política

A | A

Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 10h:36 | Atualizado:

DEFESA DA REFORMA

Governador detona aposentadoria de delegado aos 45 anos

Segundo Mauro, caso de Rogers Jarbas reforça necessidade de se aprovar Reforma da Previdência em Mato Grosso


Da Redação

mauro-rogers.jpg

 

O governador Mauro Mendes (DEM) criticou a aposentadoria do delegado da Polícia Judiciária Civil (PJC), Rogers Elizandro Jarbas, oficializada em publicação do Diário Oficial do dia 29 de outubro de 2019. O servidor público inativo vai receber um benefício mensal de R$ 35 mil. 

“Aqui em Cuiabá, tivemos um delegado aposentando com 45 anos de idade, ganhando R$ 35 mil. Como pode isto? A nossa previdência estadual dá, por mês, R$ 115 milhões de prejuízo. Isso sai da onde? Dos impostos que todos nós pagamos”, disse o governador.

Mauro Mendes também aproveitou para criticar a reforma da previdência – aprovada em sessão solene do Congresso Nacional no último dia 12 de novembro. Segundo o chefe do Poder Executivo Estadual, mudanças na aposentadoria do trabalhador brasileiro também deveriam atingir o funcionalismo público nos Estados.

“A Reforma da Previdência é importante. Não pode um país, só este ano, dar R$ 300 bilhões de déficit só neste quesito. O governo tinha R$ 30 bilhões para investir em todo país. Isso precisa mudar. Fizeram a reforma e deixaram o município e os Estados de fora. Isso é uma sandice, uma irresponsabilidade para o país”, criticou Mendes.

O governador de Mato Grosso também comparou as situações dos trabalhadores da iniciativa privada – cujo teto do benefício é de R$ 5,8 mil -, com a aposentadoria de Jarbas, que deve atingir R$ 35 mil. “Enquanto no mercado privado a grande maioria dos trabalhadores se aposentam com 65 anos de idade e irá ganhar no máximo R$ 5 mil, aqui em Mato Grosso vai se aposentar com 45 e ganhando R$ 35 mil”, analisou Mauro Mendes.

GRAMPOLÂNDIA

Rogers Jarbas se aposentou no dia 29 de outubro de 2019 após contribuir por 31 anos e 8 meses, aos 45 anos de idade. O agora delegado aposentado da PJC também foi secretário de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), durante a gestão Pedro Taques. Ele responde a representações tanto no âmbito administrativo quanto judicial de processos ligadas ao esquema de interceptações telefônicas ilegais conhecido como “Grampolândia”.

Em 28 de março de 2018, o delegado aposentado teria tido uma discussão com Flávio Stringueta no estacionamento de um supermercado de alto padrão em Cuiabá. Stringueta relatou num boletim de ocorrência que o ex-secretário da Sesp-MT o ameaçou chamando-o de “covarde”, “mentiroso”, e “safado”. Ele disse ainda que ambos teriam que “resolver” a questão de “homem para homem”, “olho no olho”.  

Nas imagens do circuito interno de câmeras do supermercado, é possível ver o “encontro” entre Jarbas e Stringueta. O delegado da PJC, ao avistar o ex-secretário, se dirige rapidamente ao estacionamento, sendo na sequência seguido por Jarbas, que "larga" suas compras no Caixa para abordar Stringueta. Ao sair com sua moto do estacionamento, nota-se pelo vídeo que o ex-secretário ergue o braço em direção ao delegado aparentemente num tom de ameaça.

Jarbas também teria dito, de acordo com o boletim de ocorrência, que Stringueta estaria de “complô” com o desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), Orlando Perri, relator no Poder Judiciário Estadual de um inquérito que investigava as interceptações telefônicas ilegais. Perri determinou a prisão do ex-secretário da Sesp-MT na operação “Esdras”, em 27 de setembro de 2017, acusando-o de obstrução à Justiça.

De acordo com informações do Governo do Estado ele iniciou sua carreira no serviço público na polícia militar do Estado de São Paulo em 1993, quando tinha 19 anos.

 

Postar um novo comentário

Comentários (32)

  • J.José | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 22h09
    2
    0

    Se aposentou, passou pelo TCE ilustre corte de contas, tanto ele como os 2 mil citados. Duralex seus entendidos! Pra ñ dizer otá**** 🤭

  • Sandro Nogueira | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 20h59
    2
    0

    ATENÇÃO!! Pior do que isso foi a forma de incorporação do tempo trabalhista (legitimo) do delegado em tão pouco tempo, ou seja, qualquer outro funcionário público do estado ao pleitear seu período junto a administração pública para efeito de aposentadoria leva quase um ano e, o delegado, em poucos dias.

  • Paquetá | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 17h02
    3
    0

    Falcão é o seguinte: tem que pagar pouco pra sobrar dinheiro para eles roubarem! Deixam de fazer obras em prol da sociedade, pra sobrar algum dinheiro para eles desviarem! Agora, com os benefícios fiscais, pra lá de imorais, auferidos pelas empresas do governador, em detrimento do bem da sociedade, o que permitiu o seu enriquecimento (mas quase faliu. Ou foi desculpa pra enganar e encobrir maracutaias?) ele não diz nada! E as maracutaias com imóveis? Caso do apartamento; caso de mineradoras; caso de fazendas. ISSO ELE FICA CALADINHO!

  • benedito costa | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 15h53
    5
    5

    Pela primeira vez, tenho que concordar com Mauro Mendes. Essas coisas tem que acabar de vez com essas balburdias que fazem com o Estado e a população calejadas de sofrimentos. Caralho vamos acabar com isso.

  • Mendonça | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 14h52
    8
    0

    E OS SALÁRIOS DOS EX GOVERNADORES, EX DEPUTADOS E NINGUÉM FALA NADA SOBRE ESSES, SÓ SOBRA PARA OS POBRES FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS COMUNS

  • FALCAO | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 14h35
    11
    0

    A mesma ladainha de sempre, gostaria muito de saber qual a tabela salarial das empresas do governador, quanto ele paga aos seus empregados e qual foi o seu lucro desde que chegou a Cuiabá (NOSSA CIDADE, NOSSO ESTADO), E como ele subiu assim tão rápido, um ferreiro de fundo de quintal chegar a esse império, como será que foi né, agora vive na mídia sempre tentando colocar a sociedade contra os servidores públicos, essa ladainha já está ultrapassada, mude esse repertório sr. governador, olha que 2022 está bem aí, e espero que o sr, já era, que fique no passado como o pior dos piores da nossa história, ganhou e reganhou aqui, e ainda dá uma moralista HONESTO, quem te conhece que te compre, a verdade virá a tona, vc não está isento disso, AGUARDE..

  • lucas | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 14h29
    8
    0

    LIMPA NO TCE JÁ!!!

  • jj | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 14h06
    4
    4

    e emanuel pinheiro que é aposentado pela assembleia legislativa, isso sim tambem é uma vergonha, Isso mesmo governador, acaba com essa mordomia

  • alexandre | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 13h55
    17
    1

    O que dizer dos megas salários de secretários ?

  • Francisco | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 13h46
    15
    2

    O sistema é fofa velho... o cara tá usando o que lhe é de direito, concursado, carreira de estado e o resto que se dane. Esses políticos cagoes que fizeram essa, deram a aumento pra carreiras específicas por puro medo... agora aguentem...

  • Felipe | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 13h36
    9
    21

    Aqui nessa página só tem servidor folgado que fica em horário de trabalho fazendo comentários.

  • hector | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 13h34
    9
    1

    Fez o que fez e ainda não esta PRESO, justiça brasileira é uma piada de muito MAL GOSTO, bem feito para aqueles que continuam votando em corruptos. Esse, tem que ser investigado pela passagem pelo DETRAN socorrro ministério publico, chamem a LAVA JATO. Acusou muita gente séria e olhe o passado desse sujeito. CADEIA NELE, em presidio COMUM

  • Ramis | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 13h11
    14
    2

    Esse governinho é maior FDP, antes visto!!!

  • eduardo | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 13h10
    21
    2

    vamos separar as coisas senhor governador!!!!!!se for para questionar as coisas no setor público então que tal começarmos pelos empresários que obtiveram incentivos fiscais, que é dinheiro público concedido que deixou de ser pago ao erário, e muitos desses empresários estão ai milionários e alguns até viraram politicos, não é senhor governador? mas, afinal, se é um direito do delegado porque ele não pode usufruir, se trata de algum ato criminoso a pessoa aposentar, ainda que em idade produtiva? direitos são direitos senhor governador e como democrata deveria aprender a respeitar os direitos da classe trabalhadora, no caso, do servidor público. não se pode mudar as regras do jogo no meio ou quando se está aposentando, isso é quebra de direitos, é desrespeitar todo um projeto e planejamento do servidor para conquistar a tal sonhada aposentadoria. e outro detalhe, que este governador deveria saber, o servidor público estadual tem seus direitos conquistados da duras penas, com muita luta e esforço, de muitas décadas, então, qualquer que seja o politico, e ainda mais um governador, deveria ter respeito pelo servidor e pelos seus direitos, e qualquer alteração na politica salarial e da previdência não pode ser feita a toque de caixa, de cima pra baixo, a revelia do debate e do bom senso. pra finalizar, o governador tem todo o direito de propor politicas públicas, foi eleito para isso, mas, estas devem vir de encontro aos interesses da população, essas politicas públicas devem vir para salvaguardar a paz social e a harmonia entre as instituições e os servidores públicos, que são aqueles que, de fato, carregam, o governo do estado nas costas. é bom refletir bem senhor governador, as pessoas devem ser o maior patrimônio de uma instituição e de uma sociedade, são os trabalhadores quem de fato constrói a estrutura de uma sociedade, seja material ou imaterial, e não se pode destruir aquilo que foi construido sob a luta do coletivo da sociedade. o servidor publico não é serviçal de ninguém, mas, da sociedade, e não pode ser marionete e de escravo de nenhum governantes. aqueles que são adeptos ou saudosistas de sistemas escravocratas que cometam tais crimes com servidores privados contratados por eles e suas respectivas empresas, mesmo considerando que nenhum trabalhador, seja publico ou privado, mereceria ter o tratamento de escravo. mais respeito com os servidores públicos senhor governador, o senhor está governador, vai passar, e não deixe mágoa, ressentimentos, raiva,ira ou qualquer outro sentimento como marca do seu governo. é um conselho de um servidor que já passou por diversos governos e entende a importãncia que nós, servidores publicos estaduais, temos no contexto de desenvolvimento deste estado.

  • Pacufrito | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 13h02
    4
    14

    Uma vergonha, a maior transferência de renda ja vista na historia , transferem dinheiro dos contribuintes para funcionários públicos, UMA VERGONHA ALGUÉM SE APOSENTAR COM DINHEIRO PÚBLICO AOS 45 ANOS DE IDADE, VERGONHA, a sociedade vai ter que carregar estes cidadão por quase 40 anos, enquanto isto os trablhadores da inciativa privada se aposentam com uma miséria e aos 65 anos, quase na hora de morrer.

  • joao | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 12h59
    6
    2

    Ainda mais esse delegadozinho que nem de trabalhar gosta, ne!?

  • Renato Rosa Fortes | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 12h53
    15
    1

    Gostaria de existe qualquer ato de ilegalidade na aposentadoria. Se a pessoa aposentou foi porque a lei permite. Que mudem a lei

  • WF0270 | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 12h39
    4
    6

    A cara do sujeitinho que afrontou os Excelentissimos Senhores, desembargador Dr. PERRY e o delegador Dr. Flavio Stringueta. tampolandia em prol da familia TAQUES, o sujeito ainda vai gozar de toda a mordamia. Realmente o GOVERNADOR esta corretissimo, sujeito ainda tinha muito que tirar plantão, de preferencia no planalto em dia de carnaval. kkkkk. sujeitinho indegustável.

  • Contribuinte | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 12h04
    32
    0

    Na reforma nacional os policiais e professores vão continuar com um regime "especial" de aposentadoria. Tá pegando a exceção como se fosse a regra. O que o Estado precisa é acabar com essa renúncia fiscal de 5 bilhões por ano para barões e grandes empresários.

  • jeferson de Andrade | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 11h57
    35
    0

    Tem que fazer uma reforma também no judiciário, cortar 30% do duodécimo,diminuir cargos comissionados na Assembléia e no governo.Isso ninguém fala.

  • Coophema | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 11h52
    17
    1

    Diga o nome de todos, e não de inimigos políticos. Ao que sei, são mais de 2 mil aposentadoria assim.

  • jose de faria lima | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 11h48
    37
    0

    No mercado privado, tem algum executivo que troca tiro ou leva tiro de bandido para defender a sociedade, no sol, na chuva, no calor, no frio, Governador? Tem alguém da iniciativa privada que depois de anos de inquérito enviado para a justiça, tem que ir lá prestar esclarecimentos ao tribunal do júri, Governador? Criticar é fácil, dá IBOPE, mas fazer o que o pessoal da SEGURANÇA PÚBLICA faz, ninguém quer. Externo este pensamento também aos dignos Professores, que também tem regime especial de aposentadoria, assim como os Policiais Civis e Militares. Pede para o Basílio te enviar as Leis de Carreira dessas três categorias, leia, mas leia o Senhor, não mande assessor fazer não, para depois não sair falando borracha por aí...

  • Antonio | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 11h47
    32
    1

    Não querendo defender o delegado com essa comparação é só o governador pegar o que ganha o teto da iniciativa privada e ver o quanto ele pagava em valores mensais de previdência social e os valores que o delegado descontava mensal de previdência ai se faz um juízo sobre valores agora sobre idade tem que ver o que diz a legislação se é legal ou ilegal, para que não saia por aí falando asneira e jogando a população contra uma instituição.

  • Celso | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 11h45
    31
    0

    Governador não seja cretino, absurdo foram e são os benefícios fiscais - isenção de impostos - dados pelo governo estadual para empresas, em troca de propinas. Se a lei permitiu a aposentadoria não tem que criticar quem quer que seja, propõe uma mudança, de forma justa, através de um projeto de lei infraconstitucional ou constitucional. Vai trabalhar e aproveita taxa o agronegócio

  • MARIA TAQUARA | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 11h40
    24
    0

    Eu não sei qual o sistema previdenciario e plano de carreira do delegado mas não dá de usar um único exemplo pra discutir um sistema todo... tipico papo de político. No fim, é só discurso para ferrar com planos de aposentadoria dos pequenos, pq vai continuar tudo igual ou melhor para os peixes grandes

  • José | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 11h28
    6
    10

    Tá errado contribuiu 31 anos tem 45 anos então começou a trabalhar com 14 anos Quando aínda usava fraldas

  • maria | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 11h04
    30
    5

    pelo menos o servidor contribuiu e prestou atividade de risco. agora o Sr governador mamou em incentivos fiscais e causa mais prejuízo ao estado. se o SR recolher os impostos devidos o estado vai agradecer pois o servidor contribuiu e colocou em risco a própria vida, por isso a aposentadoria dele é especial. VAI ESTUDAR antes de falar besteira!

  • artur | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 11h00
    11
    11

    Fique calmo Governador: a aposentadoria dele pode ser cassada. Basta que seja condenado em qualquer dos processos que responde.....

  • Marcio | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 10h48
    17
    7

    Esse é apenas um dos absurdos, nobre governador. E o que dizer do pagamento de VI no valor de R$ 6.000,00 pago aos auditores e fiscais da fazenda, sendo que todos trabalham em Cuiabá e, portanto, não tem nenhuma despesa que justifique tal indenização? além, é claro, dos salários que chegam ao teto do funcionalismo público e sem interstício. Precisa acabar com essas aberrações.

  • cesar | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 10h46
    2
    19

    Muito oportuna sua revolta Governador Mauro, agora o povo matogrossense tem que sustentar este canalha. Tonara que este vagabundo morra logo.

  • Ares | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 10h43
    10
    6

    Digita aí no Google quem é o maior ladrão do mundo ?Vai umas pistas é o ícone carro chefe presidiário de estimação do pt tem nove dedos nome de um molusco roubou bilhões deixando 14 milhões de desempregados foi tão canalha que se comparou a Jesus Cristo como o homem mais santo que já existiu mais não conseguiu provar sua inocência teve que mudar o entendimento do STF pela terceira vez para ser solto digita aí no Google mate sua curiosidade

  • Samuca | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 10h42
    1
    12

    POR QUE O MINISTÉRIO PUBLICO NÃO FAZ NADA? PRINCIPIO DA MORALIDADE. NÃO PODE APOSENTAR, CERTO?

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS