15 de Julho de 2020,

Política

A | A

Domingo, 31 de Maio de 2020, 11h:00 | Atualizado:

REFORMA

Governo terá dificuldades em aprovar Previdência


Gazeta Digital

PLENARIO-ASSEMBLEIA.jpg

 

Mesmo com maioria na Assembleia Legislativa, o governo deve ter dificuldades para aprovar a Proposta de Emenda a Constituição 06, que trata da segunda parte da Reforma da Previdência. Isso porque os deputados que apoiam o funcionalismo público querem mudanças na proposta original e o governo não teria os 15 votos necessários para aprovar a PEC.

Na semana passada, o Fórum Sindical apresentou algumas sugestões de alterações ao projeto original que trata sobre o tempo de contribuição e idade mínima para aposentadoria. A principal alegação dos servidores é de que o governo estadual não é obrigado a aprovar uma reforma idêntica à federal.

Janaina Riva (MDB), que é da base do governador Mauro Mendes (DEM), afirmou durante a reunião com o Fórum que os outros deputados de seu partido apoiam as mudanças apresentadas.

O governo teria até o momento apenas 13 votos e precisaria ceder para conseguir aprovar a reforma. Os parlamentares que apoiam os servidores afirmam que caso os deputados de base não entrem em um consenso nas alterações, a PEC pode não ser aprovada, o que manteria a previdência anterior como a vigente no estado. Entre as mudanças propostas está a regra de pedágio. Nessa mudança, seriam acrescentadas novas exigências de transição. Homens com 60 anos de idade, 35 de contribuição, 20 anos de serviço público e 5 anos no cargo, com pedágio de 50%. Já as mulheres, com 57 anos, 30 de contribuição, 20 anos de serviço público e 5 anos no cargo, teriam pedágio de 50%. Para cada ano que exceder a contribuição mínima, reduz-se um ano de idade. O projeto entra em primeira votação na quarta-feira (3).

Placar da PEC

Contrários

Lúdio Cabral

Valdir Barranco

Jardel Silva

Janaina Riva

Elizeu Nascimento

Delegado Claudinei

Thiago Silva

Paulo Araújo

Dr. João

Janaina Riva

Romoaldo Junior

João Batista

Favoráveis

Dilmar Dal Bosco

Max Russi

Carlos Avalone

Wilson Santos

Nininho

Sebastião Rezende

Valmir Moretto

Xuxu Dal Molin

Silvio Fávero

Faissal

Dr. Eugênio

Eduardo Botelho

Dr. Gimenez

Indefinido

Ulysses Moraes

 

 

 

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • ELEITOR DE OLHO.. | Domingo, 31 de Maio de 2020, 23h03
    2
    0

    UMA COISA E CERTA MAURO MENDES NUNCA MAIS ...PIOR GOVERNADOR DE MT...ENTROU NA HISTORIA ...

  • elza de araujo leite | Domingo, 31 de Maio de 2020, 18h34
    3
    0

    esse deputado ulisses e uma piada, ficar encima do muro, so falaçao para aparecer!!!!,

  • TRABALHADOR | Domingo, 31 de Maio de 2020, 18h19
    6
    1

    A VERDADE É QUE A REFORMA JÁ FOI FEITA NO SERVIÇO QUEM ENTRA DEPOIS DE 2013 JÁ RECEBE APENAS O TETO DA PREVIDÊNCIA GERAL. OUTRA COISA A IDADE MINIMA JÁ EXISTE NO SERVIÇO HÁ MUITOS ANOS QUE É 60 ANOS DE IDADE E 35 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO O QUE DÁ 95. AGORA SE O CARA TRABALHA 36 ANOS AI ELE PODE APOSENTAR COM 59 OU SEJA ELE PODE ANTECIPAR EM 5 ANOS NA IDADE DESDE QUE TRABALHADO CINCO ANOS HA MAIS DO QUE O EXIGIDO QUE É 35 ANOS ELE TERIA QUE TRABALHAR 40 ANOS PARA APOSENTAR COM 55 ANOS.. E, HÁ TEMPO FEZ A REFORMA QUE OS APOSENTADOS PASSARAM A CONTINUAR A RECOLHER A PREVIDÊNCIA MESMO DEPOIS DE APOSENTADO.. E, AGORA DEPOIS DE SAQUEAREM OS RECURSOS DA PREVIDÊNCIA E DE PERDOAREM OS EMPRESÁRIOS DE PAGAREM A PREVIDÊNCIA A PARTE PATRONAL E AS VEZES ATÉ A PARTE DO EMPREGADO QUE A EMPRESA RECOLHE E NÃO REPASSA A PREVIDÊNCIA AUMENTARAM A ALÍQUOTA DA PREVIDÊNCIA DE 11% PARA 14 %

  • Servidor | Domingo, 31 de Maio de 2020, 14h17
    15
    0

    A PREVIDÊNCIA ESTA DEFICITÁRIA É PELA CORRUPÇÃO E NÃO POR OUTRO MOTIVO.. EU PERGUNTO CADE O PATRIMÔNIO DO ANTIGO IPEMAT? E, OUTRA COISA O SUJEITO APOSENTA E CONTINUA CONTRIBUINDO PARA A PREVIDÊNCIA. O GRANDE PROBLEMA É A CORRUPÇÃO QUE ESTA DESTRUINDO O BRASIL OU A JUSTIÇA ACABA COM OS CORRUPTOS OU OS CORRUPTOS ACABAM COM O BRASIL...É SO FAZER VOLTAR O PATRIMONIO DO IPEMAT QUE SOBRA DINHEIRO!E, SÓ ASSEMBLEIA LEGISLATIVA E TRIBUNAL DE CONTAS ASSUMIR OS SEUS APOSENTADOS..POIS, OS ORGAOS RECEBEM OS SEUS DUODECIMOS GASTAM COM MORDOMIAS E O EXECUTIVO PAGA AS FORTUNAS DOS APOSENTADOS DELES.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS