15 de Agosto de 2020,

Política

A | A

Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 17h:18 | Atualizado:

GRAMPOLÂNDIA PANTANEIRA

Justiça Militar define conselho que irá julgar PMs envolvidos nos grampos

Sete coronéis integrarão conselho que investigará os militares; ex-deputado foi sorteado, mas prisão impede participação em processo

ronelson-lesco-januario-zaqueu

 

Foram definidos os coronéis da Polícia Militar que irão julgar os processos na esfera militar relativos ao caso das interceptações telefônicas ilegais, no esquema que ficou conhecido como “Grampolância Pantaneira”. O sorteio foi realizado na tarde desta sexta-feira. A informação é do site Hiper Notícias.

Foram sorteados para formar o conselho que irá julgar o caso os coronéis Elielson Metelo de Siqueira, Liliam Tereza Vieira de Lima, Luiz Cláudio Monteiro da Silva, Pedro Sidney Figueiredo de Souza, Raimundo Francisco de Souza, Renato Antunes da Silveira Júnior e Valdemir Benedito Barbosa.

O conselho de coronéis atuará de forma sigilosa. O coronel e ex-deputado estadual Pery Taborelli chegou a ser sorteado, mas como cumpre prisão domiciliar, ficou de fora do conselho.

Acompanharam o sorteio alguns dos nomes envolvidos no caso, como os coronéis Evandro Alexandre Ferraz Lesco, Zaqueu Barbosa, Ronelson Barros; o cabo Gerson Luiz Correa Junior e ainda representantes da defesa do coronel Airton Siqueira. Apenas o tenente coronel Januário Batista, por conta de problemas médicos, não compareceu.

Caberá ao conselho definir a condenação ou absolvição dos militares envolvidos no caso, em relação aos crimes cometidos. A Justiça Militar só julga crimes relativos ao exercício da função de militares. As audiências começarão em fevereiro.

GRAMPOLÂNDIA

O escândalo dos grampos veio à tona em maio de 2017, quando o Fantástico, programa da Rede Globo, divulgou entrevista com o promotor do Ministério Público e ex-secretário de Segurança Pública Mauro Zaque, na qual declarou que o governador Pedro Taques (PSDB), desde 2015 tinha ciência do esquema de arapongagem existente na equipe para espionar adversários.

À época, Zaque disse que o esquema foi promovido para obter informações privilegiadas de políticos, jornalistas, servidores e médicos. As ligações teriam sido interceptadas por meio de “barriga de aluguel”, utilizado pela Polícia Militar para monitorar os adversários de Taques.

Dias depois, foram decretadas as prisões do coronel Zaqueu Barbosa, apontado como líder do esquema, e do cabo Gerson Luiz Correa Junior, principal operaador dos grampos. Com o desenrolar das investigações, outros militares tiveram as prisões decretadas.

Ainda foi descoberto um esquema para tentar obstruir as investigações. O grupo tentava levantar a suspeição do desembargador Orlando Perri, relator do processo dos grampos no Tribunal de Justiça. 

 



Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Deus é fiel | Domingo, 28 de Janeiro de 2018, 02h41
    2
    0

    Barros e Januário não merecem passar por isso. Deus os proteja. Foi muita sacanagem o que fizeram com eles dois.

  • Cidadao | Sábado, 27 de Janeiro de 2018, 19h27
    0
    0

    Mauro campBell segurando as pontas lá no df; enquanto isso; em cuiaba; os coronéis correm pra aposentar o povo da granpolandia; passando eles para a reserva; eles estavam livres!!

  • Cidadao | Sábado, 27 de Janeiro de 2018, 19h26
    0
    0

    Mauro campBell segurando as pontas lá no df; enquanto isso; em cuiaba; osó coronéis correm pra aposentar o povo da granpolandia; passando eles para a reserva; eles estavam livres!!

  • RONALDO DINIZ REZENDE | Sábado, 27 de Janeiro de 2018, 13h33
    0
    0

    BH, 27/01/2018. COMUNICADO IMPORTANTE :"DENÚNCIA CRIMINAL MILITAR DO CABO PMMG DINIZ ,N° 120.092-2 DA 7° CIA DO QUARTEL DO QUINTO BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR ! A JUSTIÇA MILITAR , "TEM", QUE CUMPRIR O QUE ESTÁ PREVISTO EM LEI ! O CÓDIGO PENAL MILITAR-CPM , DECRETO-LEI 1.001 DE 21 DE OUTUBRO DE 1969 , EM RELAÇÃO AO CÓDIGO PENAL-CP , BRASILEIRO, "NÃO ", FOI MUDADO PRATICAMENTE NADA ..., DESDE, O "PERÍODO DITATORIAL MILITAR" , QUANDO FOI PUBLICADO ! ESPERAMOS QUE TODA SOCIEDADE BRASILEIRA CÍVIL E MILITAR... , "RESPEITEM...", AS LEIS MILITARES ..., "ENTÃO" , PERDE-SE O "SENTIDO..." , DO "INVESTIMENTO BILIONÁRIO...", NESSE , "EGRÉGIO RAMO" , DO JUDICIÁRIO BRASILEIRO ! SOU O CABO PMMG DINIZ , DA 7° CIA DO 5° BPM , "CONDENADO", NO CRIME PRÓPRIO MILITAR, PERMANENTE... COMO : " DESERTOR PMMG" , ARTIGO 188 DO CPM , (CASOS ASSIMILADOS), EM 17 DE OUTUBRO DE 2001, NO PROCESSO ORIGEM BAIXADO , DA 1° VARA DA FAZENDA PÚBLICA E AUTARQUIAS ESTADUAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS-TJMG N° 002401.039.983-0 , E "EXIJO" O DIREITO AO "CONTRADITÓRIO, AMPLA DEFESA E PRESUNÇÃO DE INOCÊNCIA CONSTITUCIONAIS...", NA "ATIVA PMMG..." ! FINALIZANDO , A JUSTIÇA MILITAR EM MINAS GERAIS , FAZ PARTE DO ESTADO DEMOCRÁTICO JURÍDICO DE DIREITO E , "TERÁ QUE REVERTER", AOS QUADROS DE PESSOAL DA "ATIVA", O CABO PMMG DINIZ , POIS , "NÃO", HÁ NENHUMA "ABOLIÇÃO CRIMINAL MILITAR PMMG..." , SENDO QUE : "TRANSFERIU , ILEGALMENTE...EM "PRIMEIRA INSTÂNCIA", PARA "JUSTIÇA CÍVIL DO TJMG" , O CASO ESPECÍFICO DE DESERÇÃO PMMG , "ESPECIAL MILITAR DO CABO PMMG DINIZ..." , FATO OMISSIVO... ATÉ À DATA DE HOJE... QUE "NÃO" , PODERÁ SER TOLERADO JAMAIS ! ENCERRANDO, EM TEMPO , "PUBLICAREI ", TODAS PUBLICAÇÕES REFERENTES AOS "GRAVÍSSIMOS FATOS CRIMINAIS MILITARES , RELATADOS...", NESSE VEÍCULO DE MÍDIA/INFORMAÇÕES ! OBRIGADO PELA ATENÇÃO , POIS , O CRIME DE DESERÇÃO É O PRINCIPAL CRIME PRÓPRIO MILITAR , DESDE PERÍODO MEDIEVAL !

  • João Carlos | Sábado, 27 de Janeiro de 2018, 09h23
    3
    4

    Com essa tropinha ai a sociedade ja sabe que NAO VAI DAR EM NADA

  • silva | Sábado, 27 de Janeiro de 2018, 08h44
    4
    1

    Deus, abençoe para que dentre a esses homens haja equilibrio e sanidade mental, para que não sejam cometidas mais injustiças, deduções e arbitrariedades.

  • Antônio | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 19h25
    2
    2

    Apenas acompanhar bem de perto para ver o que vai acontecer, embora o passado não mto longe, já nos diz como terminará tudo isto.

  • Lourival Gomes da Silva | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 19h21
    5
    1

    Desejo que Deus ilumine e de sabedoria aos coronéis para essa árdua missão. E que sejam justos.

  • OCELO | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 18h58
    16
    17

    Eu acredito que esses coronéis vão ser coerende e vão ver que o cel Zaqueu e inocente e vai ser provado tudo isso

  • eunice barros | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 18h15
    23
    3

    É UM BOCADO DE PEPINO PRA ESSES CORONEIS QUE IRAO JULGAR SEUS PARES, ACHO Q TEM MUITOS COMPAHEIROS DE ACADEMIA, AMIGOS,EX CMTS DELES, MAS UMA COISA É CERTA NAO PODERAO FUGIR DA REALIDADE DOS FATOS, POIS LA ESTARAO O MP, O JUIZ, ADV, E IMPRENSA, QUE J U S T I Ç A SEJA FEITA. E DEUS ABENÇOE AMBOS OS LADOS, VAMOS VER O Q VAI DAR.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS