04 de Agosto de 2020,

Política

A | A

Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 10h:30 | Atualizado:

POLÊMICA COM FUNCIONALISMO

Mauro alerta que terá que aumentar impostos se Previdência não for aprovada em MT

Governador criticou atual sistema, onde servidores se aposentam com 45 anos


Da Redação

mauromascara.jpg

 

 

O governador Mauro Mendes (DEM) declarou, nesta quinta-feira (9), que é impossível manter o Estado funcionando sem acabar com o “privilégio” dos servidores públicos com o atual sistema previdenciário de Mato Grosso. A polêmica Proposta de Emenda à Constituição – PEC 06/2020 - que tramita na Assembleia Legislativa altera, entre outras coisas, os prazos de contribuição e a idade para aposentadoria dos funcionários do Estado. 

“Nós temos funcionário público aqui que se aposentou com 45 anos e não é pouco. É muita gente. Isso é justo? O servidor que trabalha nas prefeituras ou para o Estado não pode ter esse privilégio de se aposentar com 45, 46 ou 50 anos de idade, como muitos querem. Senão vamos quebrar e não vai ter dinheiro”, destacou o chefe do Executivo em entrevista a Rádio Meridional de Sinop (98.9 FM). 

Na entrevista, o democrata colocou que, sem a aprovação da reforma da Previdência, será obrigado a aumentar impostos para poder equilibrar o caixa. “Isso é para o bem de todo mundo e também para o bem deles. Se faltar dinheiro lá na frente, acontece igual aconteceu em alguns Estados, inclusive aqui, que é o atraso salarial”, complementou. 

Com a reforma, segundo o governo, a medida busca garantir uma proteção previdenciária adicional àquela oferecida pelos outros regimes de previdência social. As mudanças propostas na PEC devem balancear o sistema vigente.

Em 2019, o déficit financeiro foi da ordem de R$ 1,328 bilhão, além de um passivo atuarial de R$ 65,780 bilhões. Segundo técnicos do Governo, em caso de aprovação, o Estado economizará R$ 25 bilhões num período de 10 anos.

Mauro Mendes ainda destacou que não está "jogando para os servidores" as ações para equilibrar as finanças do Estado. Ele destacou que a Reforma da Previdência é mais uma das medidas adotadas para estabilizar as contas do Executivo. “O Estado devia para Deus e o mundo, tinha greve e estava quase quebrando. Para consertar, todo mundo tem que ajudar. Eu pauto com responsabilidade e com justiça. Recuperamos as finanças e hoje pagamos o salário em dia. Estamos fazendo uma administração séria e não estamos fazendo politicagem por ai", enalteceu.  

A reforma da Previdência foi aprovada pelos deputados em primeira votação com 17 votos favoráveis e 6 contrários na última quinta-feira (2). A expectativa é que o texto retorne para o plenário para ser apreciado em segunda votação na próxima semana. No entanto, os parlamanteres tentam promover um consenso entre o legislativo, o Governo e o Forúm Sindical sobre as emendas apresentadas.

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Um dos pontos considerados polêmicos da PEC é da mudança da idade mínima para aposentadoria voluntária, passando para 62 anos para as mulheres e 65 anos para os homens. Já o servidor será aposentado compulsoriamente aos 75 anos, com proventos proporcionais ao tempo de contribuição.

Com a reforma, segundo o governo, a medida busca garantir uma proteção previdenciária adicional àquela oferecida pelos outros regimes de previdência social. Em 2018, o governo fez uma avaliação atuarial e o passivo do Regime Próprio da Previdência Social de Mato Grosso sofreu uma redução da ordem de R$ 9,226 bilhões.

Nos últimos anos, a diferença entre o número de servidor em atividade com o de aposentados vem caindo. Em 2018, de acordo com o governo, a relação de servidores ativos e inativos atingiu o patamar proporcional de 1,38. Isto é, para cada servidor inativo existe 1,38 servidor ativo.

Postar um novo comentário

Comentários (33)

  • JOILSO | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 15h37
    7
    0

    Vinte anos de corrupção e má administração da coisa pública., Agora querem jogar tudo para cima dos SERVIDORES PÚBLICOS DO ESTADO DE MATO GROSSO. Lamentável e vergonhoso. Tributar as grandes fortunas e CORTAR OS INCENTIVOS FISCAIS, ninguém quer. Onde está o dinheiro do paletó, dos governos passados, de várias delações de governadores. Esmagar o mais fraco é fácil. QUANTA FRAUDE NO INCENTIVO FISCAL DIVULGADO NA MÍDIA, e agora recentemente o governo concede mais benefícios fiscais, isso é um paradoxo..

  • valdiley | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 14h47
    7
    0

    Esse governo não passa de um canalha, muito facil criticar as aposentadoria antes dos 50 anos, posso dizer que entrei na carreira militar antes dos 20 anos, dediquei toda minha vida a sociedade, servindo com o melhor de mim, deixei minha juventude e saude, para me aposentar tomando alguns medicamentos, diga-se de passagem governador, em razão da alta carga de stres decorrente do nosso serviço, não é justo chegar no comando do executivo e dizer na midia que isso é privilégio, muito pelo contrário é um direito e deveria ter o reconhecimento do estado.

  • Delirando | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 14h38
    2
    0

    Eu não sou servidor e tampouco votei no mente e no paletó sabem porque? Eu não tenho o rabo preso.

  • Humberto Silva | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 14h33
    6
    0

    Jogando sujo né ?MM... que tal irmos na Sefaz e na Sicme levantar os benefícios fiscais de milhões de reais que suas empresas tiveram ao longo de muitos anos, dinheiro q enriqueceu o Sr. e agora falta na saúde. Um dia o pensará nisso.

  • Luiz Junior | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 13h57
    3
    0

    O Forum Sindical devia fazer um registro de BO contra o Mauro Mendes pela mentira o que ele fala. Vocês perceberam que aposentado e pensionistas que não pagavam antes para previdência estadual agora contribuem, ou seja, aumentou o valor da receita previdênciária e número de contribuintes. Com a lei em vigor, o aposentado estadual irá contribuir com a alíquota de 14% sobre a totalidade do salário. Pra que parar de trabalhar, se ainda vamos continuar pagando esse tributo? Ele sabe que a previdência vai ficar superavitária, que até extinguiu cargos da administração públicas de carreiras ativas e que são fontes para previdência estadual, a AL/MT acabou de aprovar a isenção para o agro e as indústrias. População matogrossense, não se engane, a receita aumentou previdenciária aumentou e por isso o Mauro Mendes está fazendo mais gastos. Mas não adianta Mauro Mendes seu serviço termina em 2022.

  • Vergonhosa | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 13h49
    5
    0

    MAURO MENTE,VC SERÁ ENTERRADO DA POLÍTICA NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES ,pois vc é garimpeiro e está de lixando para o ESTADO!!!

  • Tortura nunca mais! | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 13h46
    4
    0

    Esse governador é garimpeiro e empresario,está se lixando para os funcionários públicos! Quer aparecer com a tragédia dos funcionários públicos,enquanto abre os cofres para o MPE,TCE e Judiciário. MAURO MENDES,VC PAGARÁ COM A SUA DERROTA NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES !

  • Tortura nunca mais! | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 13h46
    3
    0

    Esse governador é garimpeiro e empresario,está se lixando para os funcionários públicos! Quer aparecer com a tragédia dos funcionários públicos,enquanto abre os cofres para o MPE,TCE e Judiciário. MAURO MENDES,VC PAGARÁ COM A SUA DERROTA NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES !

  • Olhodeboi | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 13h35
    3
    0

    A reforma teria que ter a regra de transição igual a Federal, mas quer tirar esse direito que estar na Constituição Federal, como a Constituição Estadual pode ser diferente da Federal? Só um governo e a sua base de deputados desses contra o trabalhador para aprovarem isso!

  • Rondonopolitano | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 13h31
    3
    0

    Eu sempre falei que Esse demagogo que sempre viveu se concessão de impostos pelo o estado, não passava de um mala e que não merecia credibilidade.

  • Sacripanta | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 13h21
    3
    0

    Mauro Mendes o morto politico, que anda.

  • Délcio Rodrigues | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 12h49
    3
    0

    Mente que nem treme esse MM.

  • Nego Preto | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 12h31
    20
    3

    Mauro Mendes... larga mão de ser cínico. Se não está dando conta de governar, caia fora. Peça o boné. Como pode dar isenções de imposto para grande empresar e querer tirar o couro dos servidores???

  • João de Deus | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 12h23
    22
    1

    Os Políticos não necessitam de 35 anos de contribuição e nem de idade mínima pra se aposentarem, existe políticos que possuem mais de uma aposentadoria acumulando altos salários, sem falar dos outros poderes que é um absurdo em cima de absurdos, todos esses se aposentam de forma diferente do executivo, mas quem prejudica o pais são os servidores do executivo que na sua maioria ganham esses altos salários que divulgam e muitos menos possuem regalias, que se há pessoas que estão se aposentando com pouca idade que divulgue que é e ue se corrija não só pro executivo e sim pra todos os poderes. Tem que ser amargo pra todos e não só pra um. E pra quem fala mal do servidor público saiba que está completamente enganado a sua grande maioria são de profissionais dedicados e que merecem todo respeito da sociedade.

  • Roberto | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 12h18
    17
    2

    Esse governo é ruim de serviço. Figa!!!

  • Sirlene | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 12h17
    18
    2

    Absurdo o que esta fazendo com os aposentados .. mudaram a base para aplicar os 14% de previdência. Matando os aposentados lhes reduzindo drasticamente a renda.

  • Sirlene | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 12h09
    15
    1

    Absurdo o que esta fazendo com os apisentados .. mudou a base para aplicar os 14% de previdência. Matando os apisentados lhes reduzindo drasticamente a renda

  • Eleitor | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 11h53
    18
    2

    Governador se preocupe me salvar vidas o não é o momento do senhor só pensar em dinheiro! O senhor como empresário demostra ser insensível e como Governador esta achando que continua administrando como empresário.. O senhor será responsabilizado pela vidas perdidas em Mato Grosso por inoperância e pecuinha com o paletó...

  • Paolo | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 11h46
    18
    1

    Tem que acabar é com aposentadoria de VAGABUNDO de político isso sim ser político não é profissão então não tem direito a aposentadoria seu CANALHA.

  • Andre | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 11h37
    13
    3

    Filho filho da p...., só os funcionários do executivo é que estão pagando a conta da roubalheira, VAMOS FAZER GREVE GERAL, vamos parar esses Estado e que se exploda. A POPULAÇÃO E O COMERCIO, vcs foram a favor disso, então daremos o troco, aí galera da área de saúde vamos dar aquele tratamento diferenciado p o povao, pois eles nos criticaram quando fizemos paralisação

  • Cuiabano | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 11h22
    18
    1

    Essa história de se aposentar com 45 anos só ocorre os militares e agora com os servidores da segurança pública, que mesmo com a reforma continuam sem idade mínima para se aposentar. Os demais servidores terão aumento de idade e cobrança de 14% dos valores recebidos abaixo do teto da previdência. Nem o BOZO foi tão maldoso quanto esse aí.

  • Rodolfo | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 11h21
    18
    2

    Governadorzinho chantagista e pilantra! Muda o discurso não são os servidores públicos q quebram o Estado! E sim político como o senhor sanguessugas q usam seus cargos políticos para interesses privado! Se não tem capacidade de administrar tanto para o setor público e privado... Deixe o cargo e volta pra suas empresas quebradas!

  • Pantaneiro | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 11h19
    21
    0

    diminuir os repasses dos poderes que esta sobrando, diminuir numero de assessores dos deputados, diminuir V.I de deputados e conselheiros, extinguir o TCE (só serve pra "ver" depois que a cagada esta feita, totalmente ineficiente e ineficaz) que é bom nada. Agora pra socar no rabo do servidor ele vem com tudo, um dia essas macumbas que fazem pra você no paiaguás ainda dará certo M.M. Enquanto os trabalhos não dão certo em 2022 os servidores irão te expurgar do cenário politico e colocar voce no seu lugar que é o ostracismo vai se juntar a pedro taques.

  • Eleitor Servidor | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 11h19
    15
    1

    O Governador como sempre quer fazer terrorismo e jogar a sociedade contra os servidores como é o costume dele.Governador basta o senhor diminuir a metade dos benefícios fiscais que o senhor e seus amigos empresários recebem do Estado afinal os senhores já são milionários.

  • Servidora | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 11h18
    23
    0

    O senhor tem secretario que rufa a mulher e mesmo assim é tratado com toddy pelo senhor e esposa , quem na sua gestão esta deitando e rolando nas obras é seu ex socio proprietário da empresa Lotufo , cuidado essas maracutaias te levar para cadeia ...a planilha de custos da construção do Hospital Metropolitano , já foi devidamente auditada e se sim por quem ? Lotufo e Aroeira Juntos numa obra , CEIIIII.....engraçado que quando abre a boca para falar de privilégios nem de longe fala sobre o salario desse bando de gestores que estão todos com DGA 2 nas secretarias , onde a grande maioria não passam de ASPONES , nem toca no assuntos dos salários e VIS dos procuradores e auditore CGE,PGE...quer falar em privilégios seu hipócrita, explica para o povo sobre esse GETONS , que tem secretarios que participam até de 03 conselhos ao mesmo tempo , dinheiros que cai na conta sem qualquer dedução ...toma vergonha na cara seu Mauro Mente , to ansioso para saber quem voce vai apadrinhar nessas eleições só para eu não votar jamais.

  • matogrossenseroxo | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 11h18
    5
    15

    E LA VAI O EMPRESARIO E FUNCIONÁRIO DO SERVIÇO PRIVADO MANTER O LUXO DO FUNCIONARIO PÚBLICO

  • Raimundo | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 11h16
    33
    1

    Vagabundo, safado, ele o inútil do paletó, morrendo 30 pessoas por dia em MT sem atendimento médico por falta de estrutura e esses dois vagabundos falando em reeleição e aumento de impostos, ontem mesmo o FDP do Bezerra estava na imprensa falando do corrupto do paletó. Não sei se eles sabem, mas o povo esta morrendo, e peço ao MP, polícia e judiciário que façam eles responderem por homicídio.

  • Antonio | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 11h15
    39
    3

    A mais de 3 anos os funcionários públicos vem pagando os seus impostos com juros sem receber qualquer reajuste salarial então se aprovar ou não a previdência vai ter reajuste de impostos quer apostar.

  • Caio Oliveira | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 11h07
    34
    2

    Vai cagar seu hipócrita, diga as categorias que são PM, BM, Policia Civil, em resumo, a Segurança Pública assim aposentam, somente eles, o demais contribuem de 30 a 35 anos... Tá com medo de dizer qual categoria? E olha que muitos dessas categorias são seus seguranças...

  • Gil | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 10h55
    19
    0

    Seria um blefe?

  • Teka Almeida | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 10h49
    35
    1

    Aumentar mais do que já aumentou???!!!! então vai mandar os empresários embora e também muitos se mudarão daqui, ai sim quero ver, o que se tinha logo perderá. Mauro MENTE governo FAKE NEWS, seja responsável, pare de disseminar terrorismo para a população. É só voce parar de investir em PONTES e investir em PESSOAS.

  • Bem-vindo à realidade | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 10h41
    6
    20

    Eu sou favorável a que mantenha os funcionários do judiciário, da assembleia e administrativos do executivo em Home Office (tele trabalho, tem trabalho no nome e não combina muito com o que eles estão fazendo), também sugiro que se abra mais vagas, afinal de contas tem um monte de pessoas também querendo participar da FARRA que é o DESSERVIÇO PÚBLICO.

  • Edson | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 10h38
    32
    1

    Bom dia. Ainda nem foi aprovada a reforma e, já descontaram na folha de pagamento da primeira parcela do 13º salário a alíquota de 14%. Quem está mentindo aqui !!!.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS