12 de Dezembro de 2019,

Política

A | A

Quarta-Feira, 14 de Agosto de 2019, 19h:37 | Atualizado:

DESVIOS

Ministro dá mais 60 dias para PF investigar Bezerra


Gazeta Digital

bezerra.jpg

 

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), acolheu pedido da Polícia Federal e prorrogou por mais 60 dias o prazo para conclusão de investigação contra o deputado Federal Carlos Bezerra (MDB). O político é acusado de desviar R$ 7,5 milhões das por meio de obras do aeroporto de Rondonópolis (215 km de Cuiabá).

A procuradoria-geral da República (PGR) foi favorável ao deferimento do pedido da polícia e o magistrado acompanhou esse entendimento em decisão do dia 7 de agosto. O requerimento de mais tempo foi feito em 29 de maio.

As investigações das possíveis irregularidades foram iniciadas na Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz) e foram remetidos à Corte Superior após a delação “monstruosa” do ex-governador Silval Barbosa.

Segundo Barbosa, ele foi avalista de Bezerra em um empréstimo de R$ 4 milhões e que o dinheiro para que o deputado pagasse a dívida seria de propina paga pela Ensercon Engenharia Ltda que mantinha contrato com o Estado para as obras do aeroporto.

Também são réus na ação José Carlos Ferreira da Silva, o ex-secretário de Infraestrutura e Logística, Cinésio Nunes de Oliveira, o ex-superintendente de Obras e Transportes, Tércio Lacerda de Almeida, o representante legal da empresa Ensercon, Marcílio Ferreira Kerche, Edmar Alves Botelho, Esmeraldo Teodoro de Mello e o engenheiro Pedro Maurício Mazzaro.

 

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Pacufrito | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 11h10
    0
    0

    Cadeia para os bandidos, cadeia, estes são os que dizem defender os mais pobres, quando na verdade desviam dinheiro publico para seus bolsos, UMA VERGONHA, ESTE SENHOR JA DEVERIA ESTA NA CADEIA. passou a vida toda mamando nas tetas do dinheiro público.

  • silva junior | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 07h20
    2
    0

    E O INCRA DO JOÃO EM QUE LUGAR SE ENCONTRA

  • Galileu | Quarta-Feira, 14 de Agosto de 2019, 23h19
    5
    0

    Esse cidadão nunca ralou aqui fora, sempre esteve sobre o manto sagrado do governo e assim ergueu fortuna. Esse caso do aeroporto deve ser 0,0001% do que ele tem que prestar conta. Tem que ser um processo rápido pois pode não dar mais tempo de ser cobrado.

  • João da Costa | Quarta-Feira, 14 de Agosto de 2019, 20h13
    5
    0

    Depois de tantos malefícios a sociedade, parece que a conta está chegando e que seja exemplar para as autoridades deste estado que muito devem a nossa sofrida gente.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS