14 de Novembro de 2019,

Política

A | A

Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 06h:20 | Atualizado:

MANHÃ QUENTE

PC faz operação de combate a corrupção; empresário de Cuiabá é preso no DF


Da Redação

defaz-pc.jpeg

 

A Delegacia Fazendária realiza na manhã de hoje mais uma operação de combate a esquemas de corrupção e lavagem de dinheiro no extinto Cepromat (Centro de Processamento de Dados de Mato Grosso). Informações preliminares dão conta que o empresário Valdir Piran foi preso em Brasília (DF).

A operação de hoje é comandada pelo delegado Luiz Henrique Damasceno. Em 2015, o empresário foi preso na quarta fase da "Operação Sodoma", sob acusação de ter participado de um esquema de desapropriação da área do bairro Jardim Liberdade na capital de Mato Grosso.

Na época, ele foi solto com medidas restritivas pela então juíza Selma Arruda mediante o pagamento de uma fiança de R$ 12 milhões. Recentemente, ele conseguiu liberar o valor mediante a garantia de uma área na avenida do CPA.

 

 

 

Galeria de Fotos

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Julio | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 10h11
    0
    0

    Em meus arquivos tem uma foto de 2001 abraçados Valdir Piran, João Arcanjo, Josino, Afrânio Borba, Rogério Siveira, Junior Mendonça, Paulo Almeida, 2 políticos atuantes e o falecido Alaor Borges vizinho da mansão que acontecia o aniversário do Josino na Chapada dos Guimarães. Em outras fotos os convidados. É de cair o queixo. Isso porque todo mundo sabe que Piran e sua família começaram a pouco as décadas a vida num supermercadinho no Cristo Rey deu o golpe do seguro tudo esquematizado com o próprio banco na VG e como cometa deu o olé em todos e montou seu legado internacional. Fora a história dos outros que dá um filme. Tarantino amaria reeditar essas histórias da grande Cuiabá. Mas quem faz uma não consegue mais sair. Dali Rivotril na turma.

  • Sonia | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 08h10
    5
    0

    Éder de Moraes, Silval, José Riva, Valdir Piran, e tantos outros. Roubaram o Estado e todos estão livres curtindo o dinheiro.

  • José | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 07h38
    6
    0

    Será porque que os políticos e secretários que roubaram no mato grosso não são punidos no rio de janeiro os políticos e secretários que roubaram foram presos será que as leis do Rio de janeiro São diferente das leis do mato grosso tem caroço nesse angu?

  • Povo de Mato Grosso. | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 07h23
    8
    0

    Alguem adivinha o nome de quem vai dar o HC para soltar?

  • Observador | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 07h15
    8
    0

    Valdir Piran já passou da hora de ser chamado de empresário. A Defaz tem que investigar as factoring, em Cuiabá. Muitas na época de silval e Riva não passaram de verdadeiras lavanderias de dinheiro roubado. Teve um dono de factoring que até comprou área pública a preço de banana.

  • Luis | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 06h48
    14
    0

    Demorou acontecer. Esse empresário tava passado da hora. Falta o restante da turma que não é fraca.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS