Política Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024, 08h:40 | Atualizado:

Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024, 08h:40 | Atualizado:

RAGNATELA

PF mapeia 11 transações financeiras que entregam vereador em Cuiabá

Marcus Brito não foi alvo de mandados, mas aparece na investigação

PABLO RODRIGO
A Gazeta

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

Marcus Brito

 

O vereador Marcus Brito Júnior (PV) também aparece nas investigações da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO-MT), que investiga uma facção criminosa que lavava dinheiro em bares e eventos na capital. A suspeita recai principalmente no fato de que foram identificadas 11 movimentações financeiras entre o parlamentar e seu ex-assessor preso, Elzyo Jardel Pires, no valor de R$ 17.550 mil. 

A informação consta no relatório policial que embasou a Operação Ragnatela, desencadeada pela Polícia Federal, e quem como alvo o vereador Paulo Henrique (MDB). Brito Júnior não foi alvo, contudo, aparece nas investigações. 

Segundo a denúncia, Brito e Paulo Henrique fariam parte juntamente com o ex-secretário-adjunto de Fiscalização da Ordem Pública de Cuiabá, Benedito Alfredo, de um suposto esquema para pressionar as casas noturnas em contratar shows de funk com a facção criminosa, sob ameaças de ter o alvará cassado ou sofrer fiscalizações surpresas, que poderiam culminar com a interdição dos estabelecimentos, sendo que as fiscalizações seriam determinadas por agentes públicos. 

Conforme o relatório, o elo de Brito e Paulo Henrique com os criminosos se daria por meio de seus assessores, respectivamente, Rodrigo Leal e Jardel Pires, que repassariam valores obtidos de forma espúria aos referidos parlamentares.

Em uma interceptação telefônica, Leal conversa com outra pessoa, onde diz que procuraria os dois vereadores e o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), para pressionarem o então secretário do Meio Ambiente, vereador Renivaldo Nascimento (PSDB), a assinar o alvará para permitir o evento. 

O caso se refere ao evento Carreta Treme-Treme, realizado na Acrimat, no dia 04 de junho de 2022. Isso porque no dia 3 de junho, o Ministério Público de Mato Grosso se posicionou contrário após receber reclamações de moradores da região.

Diante da ação da MP proibindo o evento, os integrantes da facção criminosa decidiram buscar agentes públicos para tentar reverter a decisão. 

Em um trecho descrito da interceptação telefônica, Jardil que vai ligar para Paulo Henrique e Brito para pressionar a liberação do alvará. Rodrigo e Jardel foram presos durante a operação realizada na quarta-feira (5). Paulo Henrique foi alvo de busca e apreensão. Por último, Jardel estava lotado no gabinete do emedebista, contudo, já trabalhou para Marcus. 

OUTRO LADO

O vereador Marcus Brito Júnior (PV) emitiu nota negando qualquer tipo de relação com a facção criminosa Comando Vermelho e que as movimentações financeiras eram para eventos internos do próprio gabinete. "As 11 movimentações foram feitas durante um ano e sete meses, período em que ele esteve nomeado no gabinete. Dentre as funções dele, como assessor, ele auxiliava na organização dos eventos realizados pelo gabinete, conforme calendário interno". 

O vereador confirma que Jardel Pires foi funcionário do seu gabinete de janeiro de 2021 a julho de 2022 como assessor parlamentar externo, auxiliando na colheita e formalização de indicações. 

"Jardel deixou o meu gabinete para atuar com outro parlamentar. Vale ressaltar ainda que nunca realizei qualquer tipo de evento com ele ou qualquer outro investigado. Também não facilitei a liberação de alvarás ou autorizações, e não possuo qualquer influência ou relação com servidores das secretarias de Ordem Pública e Meio Ambiente", justificou por meio de nota. 

Por fim, o parlamentar afirmou que está à disposição das autoridades policiais para quaisquer esclarecimentos. Ele não compareceu na sessão dessa terça-feira (11) em que se leu o requerimento de instauração de Comissão Processante contra o vereador Paulo Henrique (MDB) por conta da investigação da Operação Ragnatela, desencadeada pela Polícia Federal.





Postar um novo comentário





Comentários (13)

  • Elias

    Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024, 14h09
  • Nesta época de eleição tá tudo jogando bosta um.no outro..passou a eleição tão tudo.junto..um.assesorando o outro e. Vida que segue..e os bestas aí brigando por causa deles..
    3
    0



  • alexandre

    Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024, 13h41
  • e o prefeito ainda defendeu ele, pra ter calma e não caçar o mandato...
    0
    0



  • SAI FORA CAITETU

    Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024, 12h10
  • OS PÉ PRETO TÃO CHEGANDO ... ISSO É SÓ A PONTA DESSE GRANDE ICEBRG...
    3
    0



  • Luciano

    Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024, 11h12
  • Tem um deputado estadual com nome de fruta que faz refrigerante que valia a pena a PF dar uma investigada? fica a dica:
    4
    0



  • João Paulo Guimarães

    Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024, 10h42
  • Gente sem contar o povo que mexe com Projetos Culturais né não podemos esquecer a lavagem de dinheiro nesse ramo não é só PCC E CV NÃO tem muito mais é só investigar que acha até no Partido do Governador conforme declarou na mídia o Deputado Abílio que tinha gente querendo se filiar no União Brasil do chefe do Palácio Paiaguas seis já imaginaram? A tchurma do colarinho branco tá espalhado por aí em todas as camadas da sociedade né meu povo não é nada fácil né kkkkkkkkkkkkkkk Ali nas intermediações de uma praça no centro histórico até tráfico de ouro e esmeralda estão fazendo já pensou?kkkkkk Vou pro tigrinho e pro coelhinho fui vai lá e pegunta ao seu Zé lá da rua de baixo
    0
    0



  • PAULA

    Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024, 10h21
  • Tem q tirar o mandato de vereador que faz parte de faccao criminosa, e nem deixar disputar mais a cedeira do legislativo municipal!!!!
    5
    0



  • Juliano

    Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024, 10h19
  • + um bandido na câmara de Cuiaba!!!!
    5
    0



  • Bird

    Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024, 10h13
  • PREFEITO CORRUPTO VEREADORES DA BASE DELE ENVOLVIDOS COM BANDIDOS CUIABÁ ESTÁ ENTREGUE E A JUSTIÇA DE MT CADÊ JÁ DISSE E REPITO EM PAÍSES DE PRIMEIRO MUNDO ESSE EMANUEL PINHEIRO JÁ ESTAVA ALGEMADO E SEUS CÚMPLICES PRESOS TAMBÉM
    8
    0



  • Maria do Carmo

    Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024, 09h47
  • ALO PF, ALO MP.....Tem um bar famoso na regiao do coxipo, onde tem pagode, roda de samba, com inicias de nome de "supostos donos"...apura la que ali sai de tudo: mercurio, emenda parlamentar, propina, suco de laranja, dipirona, cervejaria, assessores de vereador e deputado, diretor em secretaria de municipio, etc etc etc
    23
    0



  • Luciano

    Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024, 09h25
  • Será que tem mais alguém?
    16
    0



  • eu

    Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024, 09h18
  • mas ele ate chorou, falou e usou ate o filho autista no discurso de inocencia
    16
    1



  • Adamastor

    Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024, 09h18
  • Tem vários vereadores faccionados, assim como deputados. O povo tem que fazer a limpa nessas eleições na câmara de Cuiabá , só tem tranqueiras, e depois a polícia e a justiça tem que meter esse povo na cadeia, so bandidao de terno.
    23
    1



  • Ademir

    Quarta-Feira, 12 de Junho de 2024, 09h05
  • Tinha de ser vereador esquerdopata pra estar em rachadinha ou corrupção!!!!!! PV aliado ao PT tudo mesma coisa, bandidos!!!!
    18
    5









Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet