Política Quinta-Feira, 04 de Abril de 2019, 18h:39 | Atualizado:

Quinta-Feira, 04 de Abril de 2019, 18h:39 | Atualizado:

CONFUSÃO NO PS

Presidente da Câmara defende vereadores de Cuiabá

 

Da Redação

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

misaelgalvao.jpg

 

“É importante parar neste momento e colocar os pingos nos ‘is’. Os vereadores não invadiram o Pronto Socorro. Entraram com permissão da diretoria e se houve algum excesso deverá ser retratado”. 

A declaração é do presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, Misael Galvão (PSD), sobre o episódio em que cinco vereadores de Cuiabá foram retirados de dentro do Pronto Socorro, na noite desta quarta-feira (03). Os vereadores envolvidos são Diego Guimarães (Progressistas), Abilio Brunini (PSC), Felipe Wellaton (PV), Marcelo Bussiki (PSB) e Dilemário Alencar (PROS).

O presidente da Câmara disse que atua pautado pela legalidade, coerência e prudência e que, por este motivo, encaminhou para a procuradoria-geral da Casa de Leis os documentos recebidos do vereador Felipe Wellaton, para que sejam tomadas as providências para a defesa dos vereadores. A documentação continha um Boletim de Ocorrência que foi registrado pelo vereador Felipe Wellaton contra o secretário municipal de Ordem Pública, coronel Leovaldo Salles. 

“Como presidente da Câmara Municipal e, representante máximo dos vereadores de Cuiabá, tenho a obrigação de me posicionar sobre o acontecimento. Durante a sessão eu já havia solicitado à procuradoria legislativa as providências. Contudo, agora à tarde, constatei na mídia acusações de que os vereadores invadiram o Pronto Socorro, e creio que isso não aconteceu”, enfatizou Misael.

Conforme defendeu Misael Galvão, fiscalizar os atos do Poder Executivo é um dos direitos e dever dos vereadores, previsto na Lei Orgânica do Município e na Constituição Federal em seu artigo 31, que diz: a fiscalização do Município será exercida pelo Poder Legislativo municipal, mediante controle externo, e pelos sistemas de controle interno do Poder Executivo municipal, na forma da lei.

 “Defendo que todo detentor de mandato legislativo seja investido da prerrogativa de livre acesso nas dependências administrativas municipais. Existe uma discussão jurídica em relação ao artigo 11, inciso XIV da Lei Orgânica de Cuiabá, sobre não permitir o livre acesso e trânsito dos vereadores em repartições públicas sem prévia autorização, mas o meu posicionamento pessoal é de assegurar aos vereadores ampla liberdade para fiscalizar, contudo, com moderação”, disse.

Misael destacou que a defesa é institucional e que, como presidente do legislativo, não aceitará a violação das prerrogativas de nenhum vereador.





Postar um novo comentário





Comentários (7)

  • Jo?o Marcio

    Sexta-Feira, 05 de Abril de 2019, 08h38
  • Será que vai tomar mesmo? Ele ficou a favor da permanência do prefeito no cargo após o escândalo do aluguel para alojar a sede da secretaria dos 300 anos. O presidente só está se manifestando porque esse vídeo já está rodando a cidade, eu também gostaria de saber a onde aparece no vídeo invasão desses vereadores, pois se tinha um funcionário da área da saúde juntos com ELES?
    3
    0



  • 30 anos de servidor p?blico

    Sexta-Feira, 05 de Abril de 2019, 08h16
  • Com todo respeito as opiniões, acredito que todo setor público tem o seu protocolo e regras a serem cumpridas, acredito sim que o papel do vereador é fiscalizar o executivo, mas de forma coerente. Esses vereadores infelizmente tem passado todos os limites possíveis de coerência e respeito, estão acostumados a intimidar servidores públicos no desempenho de suas atividades, entram nas secretaria querendo mexer em arquivos, querendo fotografar documentos, filmando, fazendo esse carnaval todo para a galera. Acho que por serem vereadores, deveriam ter mais respeito com os servidores, existe regras, e como vereadores deveriam também dar esse exemplo, ou a lei serve apanas para o baixo clero? Por que eles não podem solicitar informações via requerimento? Todos tem a certeza que eles estavam autorizados a adentrar a UTI Ou eles usaram de seu poder para amendrontrar o Diretor? uma práxis deles, ja vi isso pessoalmente. Onde estava o respeito< a civilidade, a cidadania desses senhores, que não respeitaram a dor e sofrimento dos pacientes e familiares nesse momento de dor, fazendo uso politico dessa situação.Mas eles devem estar tranquilos né? Possuem planos de saúde, verba de gabinete etc, ruim esta para o pobre que precisam ter esperança no serviço público de saúde mesmo com as deficiências. Será que não existia uma forma mais respeitosa para fazer essa denúncia?? Enfim é preciso respeito e limites de ambos os lados, e esses vereadores ja estão passando dos limites também, volto a repetir assediam, intimidam servidores públicos. De fato: são vereadores ou yotubers?? Muito teatro. Triste mesmo.
    0
    3



  • Armando Jo?o

    Sexta-Feira, 05 de Abril de 2019, 06h59
  • Eu penso que esse prefeito é um corrupto, mas os 5 vereadores não merecem nenhum crédito. Dilemário é raposa velha, vai pra tribuna criticar pra depois fazer acerto; Wellaton, Bussiki e Diego só querem palanque, procure nos bairros da cidade se tem alguma obra que é fruto da indicação deles. Más o pior de todos é o tal ABILINHO, esse é neto do pastor Sebastião da Assembléia de DEus que adora estender tapete velho pra políticos em troca de algum benefício. Abilinho conta com a mãe, a irmã e o irmão pendurados em algum cabide público, amparados por outro pastor deputado, Sebastião Resende, Puxem a ficha corrida e povo e verão.
    0
    2



  • Cuiabano

    Quinta-Feira, 04 de Abril de 2019, 23h15
  • Ate que enfim Presidente! Chegou a hora de mostrar a que veio . Se Vsa Excelência quiser lember as barbelas do paletó ocupe uma secretaria e desocupa a presidência! Daqui para frente quem não cumprir o papel de um vereador e parar de ser Office boy de luxo e encobrir lama do executivo será cobrado a desocupar a cadeira desta casa de leis e de fiscalização. Aproveitando o ensejo , daqui para frente tudo que for votado nesta casa será dado nomes ais bois....dominando os votos! Chega de brincar de vereador! Tolerância zero do povo cuiabano.
    3
    0



  • Indignado.

    Quinta-Feira, 04 de Abril de 2019, 19h45
  • Verdade seja dita! Esse presidente queria mesmo era defender o prefeito e seu capacho,ops (secretário)só está se pronunciando porque a truculência do capacho(secretario) tomou outras dimensões na Imprensa
    13
    1



  • Servidor p?blico estadual

    Quinta-Feira, 04 de Abril de 2019, 18h58
  • Boa presidente, porque pelo que vi no vídeo havia um diretor do pronto socorro acompanhando os vereadores ou seja não havia invasão e o coronel está se comportando como um xerife da cidade e Cuiabá não precisa de xerife, o coronel deveria como servidor público se juntar aos demais e acompanhar a fiscalização para evitar possíveis excessos e nunca proibir o trabalho de pessoas eleitas pelo povo. O coronel que não teve nenhum voto desmoralizou todo o poder legislativo e o povo de Cuiabá que os elegeram.
    11
    1



  • MARTINS

    Quinta-Feira, 04 de Abril de 2019, 18h48
  • Precisa tomar devida providências vereadores devem ser respeitados. Secretário foi além dos limites
    9
    1









Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet