03 de Julho de 2020,

Política

A | A

Quarta-Feira, 12 de Março de 2014, 11h:40 | Atualizado:

CARGO DOS DEUSES

Riva destaca autenticidade de Éder, mas nega garantia de vaga no TCE

Para Riva, revelação de ex-secretário não soou como chantagem


Da Redação

Riva-eder.jpg

 

O deputado estadual José Riva (PSD) confirmou nesta quarta-feira que participou de uma reunião no ano de 2010 em que foi discutida a possibilidade de indicação do ex-secretário de Fazenda e da Copa do Mundo, Éder Moraes Dias, ao Tribunal de Contas do Estado. Na reunião, além de Riva,  participaram o ex-governador e atual senador Blairo Maggi (PR), o governador Silval Barbosa (PMDB), na época vice, o conselheiro Sérgio Ricardo, então primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, e o conselheiro afastado do TCE, Humberto Bosaipo.

Na semana passada, Éder Moraes revelou que na reunião ficou garantido que a primeira vaga que surgisse de indicação do poder executivo seria destinada a ele. Além disso, ele contou que, após a renúncia de Maggi em abril de 2010, o governador Silval Barbosa reafirmou que o compromisso em indicá-lo ao TCE estava mantido.

Segundo Riva, foi discutido na reunião o apoio de Maggi e Silval a indicação de Éder Moraes. Todavia, não foi garantido ao ex-secretário que a próxima vaga de indicação do executivo fosse dele. “O que houve foi uma vontade do Éder Moraes em ir para o tribunal e um compromisso dos governadores em apoiá-lo”, relatou.

Riva falou ainda que, na época, também se dispôs a apoiar a indicação de Éder Moraes ao TCE. O deputado frisou que é praticamente impossível alguém assegurar uma vaga de conselheiro sem antes haver o cargo disponível.

Além disso, ele destacou que existem trâmites a serem respeitados após uma possível indicação do executivo. “Nem eu, nem Blairo, nem Silval, nem Sérgio e nem Bosaipo teria condições de assegurar não ao Éder, a quem quer que seja. Primeiro, a vaga tem que existir, depois tem que passar por sabatina na Assembleia”, colocou.

Questionado se a revelação de Éder soou como uma possível chantagem ao Governo, o parlamentar disse que não entendeu desta forma e fez elogios ao ex-secretário. “O Éder fala aquilo que quer falar e eu acho bom assim. É preferível pessoas como Éder que fala aquilo que acha que tem que falar do que aquelas que tem vontade, mas se esconde. O Éder é muito autêntico e eu gosto disso”, completou.

VEJA MAIS

“Fiz acordo com homens e não com saco de batatas”, dispara Eder Moraes

Éder ressurge e exige vaga de conselheiro no TCE de MT

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Elifas Jose Ribeiro Ribeiro Ribeiro | Quarta-Feira, 12 de Março de 2014, 13h46
    0
    0

    Não é tão dificil assim deputado,me engana que eu gosto, primeiro essa \"sabatina\"de faz de conta na AL/MT segundo: é só alguem do TCE/MT querer se aposentar compulsóriamente e entrar na politica como fizeram alguns recentemente (isso a peso de ouro)terceiro:certa vêz a ministra do STF Eliana Calmon disse que: o TJ/MT O EZECUTIVO A AL/MT ERAM AS QUATRO PESSOAS DA SANTISSIMA TRINDADE.

  • Soldado | Quarta-Feira, 12 de Março de 2014, 13h18
    0
    0

    Então vc gosta de quem fala o que pensa? Huum!! Achei que não gostava de nervosinhos....

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS