14 de Julho de 2020,

Política

A | A

Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 16h:51 | Atualizado:

GUERRA SEM FIM

Secretário de EP chama Figueiredo de "bobo da corte e coveiro do Paiaguás"

Zito Adrien vê condução da Saúde Estadual fraca e que se preocupa em achincalhar a prefeitura

gilberto-zito.jpg

 

O secretário municipal de Planejamento de Cuiabá, Zito Adrien, considera que todas as críticas tecidas ao longo dos últimos dias pelo secretário de estado de saúde, Gilberto Figueiredo,  podem ser definidas como atos de  desespero.  Para ele,  somente assim é possível descrever a onda de ataques à gestão municipal que evidencia apenas que a condução do processo de enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus  é eficaz e assertiva.

“A Prefeitura de Cuiabá - pautada em medidas corajosas no enfrentamento à disseminação da Covid19 -  lamenta a estratégia empregada para  tentar gerar pânico  perante à população, quando o esforço deveria ser conjunto.  O Governo do Estado usa uma política de pão e circo, desemparada de qualquer respaldo e usando um ‘bobo da Corte’, para polemizar e tentar desmerecer um trabalho sério e transparente”, afirma.

Para ele, as ações orquestradas advindas do Executivo evidenciam a fragilidade da gestão estadual, que se preocupa em achincalhar e tentar depreciar as medidas já implementadas, seguindo diretrizes da Organização Mundial de Saúde (OMS). Trata-se de uma clara medida de oportunismo visando desfocar o debate propositivo pelos munícipes de Cuiabá.

Adrien pontua que essa série de factoides, que se mostram mais evidentes nas últimas duas semanas, serve apenas para mostrar o incômodo que a gestão da Prefeitura de Cuiabá, causa. “Indiscutível que aquele que trabalha, que mostra serviço, será alvo. É o desespero para ofuscar o diálogo, a interação com os mais distintos segmentos. São ações oportunistas. O secretário se presta a um papel torpe, desprovido de razão, ao servir como um fantoche na tentativa de massificar seu nome e um possível cenário de disputa eleitoral. Na verdade, o papel a que se presta é de um coveiro do Paiaguás”.

Ele finaliza lembrando que o ‘porta voz’ do Governo do Estado deveria demonstrar mais coerência em seus atos. “O secretário tenta macular a imagem de uma gestão exitosa, transparente. Ao tentar denegrir o trabalho já realizado, se esquece de que foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado  a devolver mais de R$ 200 mil aos cofres da administração pública por um produto que jamais foi entregue. Tenta trabalhar com uma série de mentiras em uma demonstração clara de sua incompetência”.

 

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Panaceia | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 17h21
    0
    0

    O povo não é bobo! A luta das trevas (VI) contra a luz (EP suspendeu as VI da Prefeitura) que além de inconstitucionais, ilegais são imorais e inoportunas, o que MM não faz com as do governo, pois é quintal da VI-salário papel podre da ALMT. Vivemos as previsões do financista Mohamed El’Erian, de uma encruzilhada (catástrofe) se não for adotado um sistema de desenvolvimento inclusivo. No Brasil, a instituição do Subsidio, EC 19/98 (FHC) e VI, EC 47/2005, a pretexto de combater abusos do sistema comum de remuneração, acabou criando outros abusos: Sequer foi regulamentada em lei infraconstitucional por seu próprio autor (FHC) e seus sucessores LULA, DILMA e TEMER, resultando um apócrifo e falso subsídio, com piso em vez de teto e uma VI-Salario, resultado do discurso das corporações das esquerdas (companheirada), cujo debate se aflorou com a pandemia do COVID-19, nas recentes derrotas no STF, das VIs TCE/Secretários, MPMT e equiparação do subsídio da ALMT, PGE e PGALMT. O fracasso desse sistema totalmente desvirtuado, hipócrita (nem o TJMT) e ninguém está no subsidio, apenas os inativos (sem VI), com o estigma esquerdista da mentira (Jo 8:32,44), que resultou na existência de castas dos servidores públicos da elite, viralizada pela queda em desgraça política de todos os políticos que manipularam o subsídio/VI, vítimas da maldição bíblica (Zc 7:10): FHC, Aecio Neves (Ato 62/2001) Lula, Dilma, Temer, em MT, Riva/Bozaipo (Lei 8.112/2004, Lei 10.296/15, em vigor, Blairo Maggi (LC 169/2004, etc.), e demais governadores lenientes Silval Barbosa, Pedro Taques (MM, Maluf, etc. seguem no mesmo caminho). Cabe novas lideranças políticas dar seguimento em MT ao trabalho do PGR, que escancarou as falcatruas do subsídio e VI-ALMT, de origem esquerdista!

  • Quem é vivo sempre aparece | Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 20h11
    1
    0

    A palavra convence, mas o exemplo arrasta! Poder publico não é puxadinho da sua casa!! De túnel do tempo saiu esse ai????

  • parasita | Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 19h50
    0
    1

    Incoerente é o secretário de saúde do estado. Saí na mídia para ficar em isolamento, mas na secretaria de saúde está executando obra com grande aglomeração de pessoas e os servidores impedidos de tirarem férias ou licença. Lá está tendo várias pessoas dando positivo, mas estão abafando o caso. E a campanha eleitoral já começou, pois já distribuiram as ambulâncias que estavam guardadas no estacionamento.

  • Angela Pinheiro | Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 19h28
    1
    0

    ESSE ZITO EH UM TREMENDO IDIOTA MESMO. CBELO PTINTADO RIDICULO FOI CORNO A VIDA INTEIRA. VERDADEIRO BOBO DA CORTE. EMANUEL NÃO PERDE A OPORTUNIDADE ZOMBAR DA CARA DELE. UM COITADO.

  • vtnc | Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 18h43
    2
    1

    Além de "coveiro do paiaguás" é um filho de mulher do baixo meretrício. No discurso prega isolamento, mas na prática na secretaria de saúde do estado executa obras com grande aglomeração sem permitir os servidores de tirarem férias ou licença que tem direito. Na sede da secretaria vários servidores testaram positivo, mas só estão abafando o caso.

  • João Catraca | Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 18h05
    3
    0

    É lamentável ver essas trocas de acusações desses capachos, insignificantes, um acusa o outro de coveiro, este que acusa, nem pra coveiro serve, e os problemas continuam...

  • Galileu | Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 17h57
    2
    0

    Ué!!! , esse aí anda sumido. Será o que foi? Alguma coisa deve estar pegando para ele. Vamos descobrir.

  • julian | Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 17h46
    2
    1

    quem é esse zé ninguem do tal secretario do emanuel?

  • pedro Luiz | Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 17h13
    2
    1

    Falou o pau mandado do prefeito. Aproveite bem seu tempo ai secretário, porque o tempo do prefeito do paletó está acabando.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS