24 de Fevereiro de 2020,

Política

A | A

Segunda-Feira, 27 de Janeiro de 2020, 09h:33 | Atualizado:

ELEIÇÃO AO SENADO

Secretário vê Mauro em situação delicada, mas acredita em consenso na base

Mauro Carvalho disse que conversas começam a se intensificar após definição do calendário eleitoral pelo TRE de Mato Grosso


Da Redação

Ednilson Aguiar/ O Livre

Mauro Carvalho e Mauro Mendes

 

O secretário da Casa Civil, Mauro Carvalho, confirmou que o governador Mauro Mendes (DEM) está em uma posição “extremamente delicada” para bater o martelo sobre o nome que deverá representar a base governista na eleição suplementar ao Senado, que ocorrerá em 26 de abril. Segundo ele, a situação é motivada pela chuva de nomes que buscam a benção de Mendes para concorrer o pleito com o apoio do DEM.

“Com certeza a situação do governador, é uma situação extremamente delicada para ele se envolver nesse processo eleitoral com várias pessoas de seu grupo político colocando o nome a disposição e sendo efetivamente candidato. É uma definição do governador Mauro Mendes e quem deverá definir isso é governador”, explicou.

Ele se refere a Otaviano Olavo Pivetta (PDT), ao ex-governador Júlio Campos (DEM), ao ex-candidato derrotado ao Senado Carlos Fávaro (PSD), ex-senador Cidinho Santos (PL), Neri Geller (PP) e outros nomes que compõem o grupo governista no Estado.  Contudo, Carvalho defende que a base defina um único candidato.

“O que eu tenho falado para todos é que realmente o ideal seria uma construção de um candidato único no grupo e essa construção vai iniciar agora a partir de ontem [quarta-feira 22] que foi colocado o calendário eleitoral”, complementou. 

FOTO POLÊMICA

Carvalho também comentou o foto polêmica publicada no Instagram da primeira-dama Virgínia Mendes, onde o governador Mauro Mendes (DEM) aparece ao lado do ex-ministro Blairo Maggi e da empresária e pré-candidata ao Senado, Margareth Buzetti. Na foto, eles posam com os dois dedos indicadores formando “11”, número do PP, partido no qual Margareth é filiada.

O registro foi feito durante um churrasco oferecido por Maggi, no dia 18 de janeiro, no litoral catarinense, onde Carvalho inclusive estava presente.

Nos bastidores, burburinhos seria de que o chefe do Executivo Estadual poderia apoiar a candidatura de Margareth ao Senado. Contudo, o secretário descarta que a postagem tenha qualquer intenção partidária.

 “A Margareth é muito amiga nossa, amiga do governador, temos um relacionamento de amizade há muitos anos, aquilo ali foi num ambiente de descontração, todo mundo descontraído. Tiramos aquela foto ali, mas não foi conversado nada sobre política”, garantiu.

Galeria de Fotos

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • GENERAL COUTINHO. | Segunda-Feira, 27 de Janeiro de 2020, 14h42
    1
    1

    VOCÊS TEM QUE PREOCUPAR COM O DEM PARTIDO DO GOVERNADOR, E ELEGER ALGUÉM DO DEM , OU SEJA JÚLIO CAMPOS, QUE COM CERTEZA SERÁ O VITÓRIOSO NAS URNAS QUEIRAM VOCÊS OU NÃO, O POVO QUÊ É BASTA. O POLÍTICO QUE MAIS TRABALHOU POR MATO GROSSO E SUA GENTE, MUDO DE OPINIÃO SE ALGUÉM ME MOSTRA ENTRE ESSE SONHADORES QUEM TENHA TRABALHADO POR MATO GROSSO, COMO JÚLIO CAMPOS CERTO. CHEGA DE AVENTUREIROS, PAPAI NOÉIS EM BRASÍLIA, OU SEJA SÓ DE ENFEITE. JÚLIO CAMPOS SENADOR DE NOVO PELA VONTADE DO POVO.

  • O atalaia | Segunda-Feira, 27 de Janeiro de 2020, 14h27
    0
    2

    Todo consenso na base só será bem sucedido se contar com anuência do eleitorado.

  • Ubiratam Marques Jr | Segunda-Feira, 27 de Janeiro de 2020, 12h00
    1
    1

    O Presidente do DEM de Cuiabá o Alberto Machado falou certo: o Governador Mauro Mendes tem que ficar neutro e não apoiar ninguém nesta eleição do Senado. E cada partido da base do Governador lança o seu candidato: o DEM vai com Júlio, o PDT com Piveta e o PSD com o Favàro e pronto.Quem ganhar apoio o seu Governo em Brasília. Ok

  • Victor | Segunda-Feira, 27 de Janeiro de 2020, 11h28
    2
    0

    O MM podia se candidatar para ter mais conhecimento do quanto caiu no prestígio do eleitorado.

  • Davi | Segunda-Feira, 27 de Janeiro de 2020, 11h01
    1
    0

    Quem quiser ser eleito mande o governador Pinóquio para o outro palanque.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS