Política Segunda-Feira, 06 de Maio de 2019, 18h:35 | Atualizado:

Segunda-Feira, 06 de Maio de 2019, 18h:35 | Atualizado:

CONVENÇÃO ESTADUAL

Sem caciques, PSDB reelege ex-vereador em MT

 

Noelma Oliveira
Gazeta Digital

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

pauloborges-psdb.jpg

 

Diante da derrota na urnas na eleição de 2018, o PSDB admite dificuldades em convencer candidatos à disputa municipal de 2020.  Em convenção realizada na manhã desta segunda-feira (6), a qual reelegeu Paulo Borges à presidência, foi observada a ausência de duas das principais lideranças das sigla, até o ano passado, o ex-governador Pedro Taques o ex-deputado federal Nilson Leitão.  

Prefeitos, vereadores e lideranças histórias da sigla participaram da convenção e sacramentaram a chapa de consenso liderada por Borges e pelo deputado estadual Carlos Avalone, como vice-presidente. "Ouvimos as lideranças, fizemos a prestação de contas e demos o nosso recado", disse o presidente reconduzido ao cargo.   

O partido comanda atualmente 34 prefeituras e até o momento 80% destes prefeitos deverão disputar a reeleição. Com o encolhimento do partido, o trabalho agora é convencer os filiados. "Primeiro temos que segurar os filiados, oferecer condições, estrutura, dar atenção, discutir e incentivar novas candidaturas", disse Borges. Conforme ele, os diretórios municipais terão muita autonomia para discutir o processo eleitoral do próximo ano, porém observando primeiramente candidaturas próprias.   

Borges diz entender as dificuldades do partido. "Não estamos no poder, mas já aprendemos", diz.

 





Postar um novo comentário





Comentários

Comente esta notícia






Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet