03 de Julho de 2020,

Política

A | A

Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 23h:52 | Atualizado:

PRÓPRIO VENENO

Senador não declara dívida com gráfica e corre risco de ser cassado em MT

Gráfica cobra R$ 509,2 mil de Fávaro; dívida não está na prestação de contas de 2018


Da Redação

CARLOSFAVARO-NOVA.jpg

 

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou um inquérito para investigar a suposta prática de Caixa 2 do senador interino Carlos Fávaro (PSD-MT). O alvo das investigações são duas notas promissórias repassadas por Fávaro à Gráfica Print que, em valores atualizados, totalizariam R$ 509,2 mil.

O valor não teria sido pago pelo parlamentar, o que fez com que a empresa entrasse na justiça para cobrar o débito. De acordo com informações da execução de título extrajudicial, que tramita na 3ª Vara Cível de Cuiabá, Carlos Fávaro teria emitido duas notas promissórias – uma de R$ 405,5 mil e outra de R$ 60,3 mil em outubro de 2018. Naquele mês, ocorreram as eleições para senador da República no país, disputada por Fávaro como representante de Mato Grosso.

O valor atualizado do suposto débito é de R$ 509,2 mil. “O executado emitiu em favor da exequente, Nota Promissória, no valor de R$ 405.508,00; e Nota Promissória no valor de R$ 60.312,00, ambas emitidas em 24 de outubro de 2018, com vencimento para o dia 05 de novembro de 2018. Ocorre que até o presente momento os valores convencionados não foram quitados, e embora tenha a exequente por diversas maneiras tentado o recebimento dos valores inadimplidos, não obteve êxito”, narra a Gráfica Print no processo.

A empresa conta ainda que levou as notas promissórias a protesto em abril de 2019 em razão do não pagamento de Carlos Fávaro. Mesmo após a notificação extrajudicial para quitação do débito, entretanto, a Gráfica Print não conseguiu receber pelos serviços prestados ao então candidato a senador. “No presente caso o título executivo está concretizado nas Notas Promissórias, assinadas pelo executado, e levadas a protesto, comprovando, portanto, certeza, liquidez e exigibilidade do crédito”, relata a Gráfica Print.

Na petição, a organização que cobra o senador interino Carlos Fávaro reclama que a falta de pagamento lhe causou prejuízos em sua “saúde financeira” e também pede o parcelamento das custas processuais em seis vezes. A Gráfica Print exige, ainda, o pagamento da dívida em até 3 dias.

Se a quitação do débito não ocorrer nesse prazo a empresa pede a penhora das contas do senador interino. O processo ainda está sob análise do Poder Judiciário Estadual, que ainda não proferiu decisão.

CAIXA DOIS

Carlos Fávaro se beneficiou da cassação da juíza aposentada, e senadora eleita por Mato Grosso, Selma Arruda (Podemos-MT), determinada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em dezembro de 2019. Fávaro deve ocupar o posto até que uma nova eleição ao cargo seja realizada. Inicialmente, o pleito estava previsto para ocorrer em abril de 2020, porém, a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) suspendeu o calendário eleitoral.

Num eventual processo de cassação por prática de Caixa 2, já que os gastos com a gráfica não constam em suas contas de campanha, Carlos Fávaro deixaria o cargo pelo mesmo crime cometido por sua antecessora, Selma Arruda. Ela foi cassada pelo TSE justamente por conta da realização de Caixa 2 - ou o gasto durante campanhas políticas que não é informado à Justiça Eleitoral -, além de abuso de poder econômico.

 

Postar um novo comentário

Comentários (23)

  • Caio santos | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 21h52
    1
    0

    Veremos se pau que dá em xico também dá em Francisco !!!!

  • Jose Luiz | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 21h10
    0
    0

    Ah. Ah, ah... Mais um. Não tem jeito. É para acabar!!

  • JOAO CUIKA~Rr praça | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 20h17
    1
    0

    ???????????? CASTIGO VEIO A GALOPE!!!!!! QUEM DEVE PRA DEUS PAGA PRO DIABOOOO

  • Limpa MT | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 18h26
    4
    0

    O pior é que o bionicão, assinou promissória após a eleição que aconteceu em 07/10/2018, e a promissória foi assinada em 24/10/2018, na certeza da impunidade, deve ter pensado" tá tudo dominado", aí ndeixou provas contra si, Agora é só o MPE oferecer a denuncia e ok TRE cassar o mandato, biônico por sinal.

  • CHICO XIBATA | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 16h24
    1
    8

    JÚLIO CAMPOS A ESPERANÇA DO POVO MATO GROSSENSE QUE NÃO MORRE., SENADOR SIM SENHOR.

  • jose a silva | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 13h59
    9
    1

    A MAIOR PIADA DO ANO! O CIRCO? OS DONOS DO CIRCO? O TRE E O TRF!

  • Analista Político | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 13h46
    14
    2

    Coitado da Selma, tirando um mandado legítimo para colocar um impostor, lamentável.

  • Indignado | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 12h33
    9
    2

    O TRE e TSE tem de serem ágeis como foram no caso da Ex tudo Selma Arruda,diga se passagem foram muito bem e que façam logo outra eleição e que o povo não vote errado novamente como em candidatos como Pivetta ,Júlio Campos,Blairo Maggi e outros que são tão iguais

  • Olho no lance | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 12h30
    5
    0

    ESTE MUNDO É IGUAL HOMEM.....NINGUÉM VAI EMBORA SEM PAGAR AS CONTAS.....KKKKKKK

  • Eduardo | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 10h26
    16
    0

    Ja pode cassar. isso é caixa 2 . aaaaa muleque ta esperinho desde cedo . kkkmm

  • MARIA TAQUARA | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 10h13
    7
    2

    Quem vê esse galã alto, de rosto bonito e olhos claros nem imagina que ele é capaz disso. Será verdade? Vou ficar de coração partido

  • Edmilson rosa | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 10h09
    8
    1

    Quem é o terceiro.

  • Pacufrito | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 09h37
    14
    1

    Vamos ver se o judiciário tem a mesma vontade de cassar este senador de meia pataca.

  • Eleitor | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 08h18
    15
    0

    Há esse é Franciscoooooooo, como a Francisca Janaina, Bezerra........e um monte de impio absolvido.

  • Teldo Palma | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 08h14
    20
    2

    Agora que seja rápida apuração e o sei julgamento com a perda do mandato como foi com a Dra Selma.. 'pau que bate em Chico bate né Francisco" Celeridade

  • deovaldo | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 07h59
    19
    0

    Quem tem telhado de vidro não fique atirando pedra né. Se comprovado a vergonha será em dobro e MP, MPF, Tre, TSE, enfim cadeia para estas pessoas..

  • Paes | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 07h59
    17
    0

    E agora josé?

  • Goncalo | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 07h21
    19
    1

    E Selma que era a única errada no pleito, né!

  • Raimundo | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 06h49
    19
    0

    Vamos observar atentamente o TRE, mas infelizmente já sabemos o que vai ocorrer.

  • Amosil | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 06h08
    21
    0

    Agora quero ver a justiça célere....Pra mulher é Rapidão e pra homem.??

  • Amosil | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 06h07
    19
    0

    Agora quero ver a justiça célere....Pra mulher é Rapidão e pra homem.??

  • Rafael | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 05h13
    23
    0

    vamos ver se irão dar o mesmo procedimento e atenção como deram a ex-SENADORA

  • carlos alberto wagner | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 01h10
    22
    0

    o aprendiz de BANDIDO, começou bem o seu mandato.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS