22 de Outubro de 2019,

Política

A | A

Sábado, 21 de Setembro de 2019, 10h:03 | Atualizado:

INDEPENDÊNCIA

Vereador entrega cargos na prefeitura de Cuiabá


Diário de Cuiabá

KEROKERO.jpg

 

O bloco oposicionista da Câmara Municipal de Cuiabá pode ganhar um reforço. O vereador Wilson Kero Kero (PSL) anunciou na manhã desta quinta-feira (19) que entregou todos os cargos que possuía junto ao Executivo Municipal.

“Estou a pão e água e vou manter meu posicionamento assim. Mas continuar trabalhando nas bases, visitando os bairros, e seu que o meu povo é guerreiro”, disse o parlamentar.

Apesar disso, o vereador deve seguir uma linha mais independente, como o vereador Vinicius Hungueney (PP). O progressista chegou a compor o primeiro escalão municipal no início da gestão do prefeito Emanuel Pinheiro, mas deixou o cargo de Secretario de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico no final do ano passado para se tornar primeiro vice-presidente do Parlamento Municipal.

Pouco tempo depois, o chefe do Executivo Municipal exonerou Gilberto Gonçalo Gomes, que havia assumido a pasta por indicação do vereador. Além disso, Pinheiro ainda exonerou outros cargos de indicação do vereador.

A medida foi uma retaliação, tendo em vista que Hungueney votou a favor da Comissão Processante que poderia afastar Emanuel do cargo por conta do "aluguel fantasma" da secretaria dos 300 anos. Desde então, o parlamentar tem atuado de forma independente no Legislativo Cuiabano, e, por muitas vezes tem engrossado o coro do bloco oposicionista da Casa de Leis.

O mesmo ocorreu com o vereador Lilo Pinheiro (PDT) e Toninho de Suza 9psd0, que se posicionaram a favor da CPI proposta pela oposição para investigar a responsabilidade de secretários e do prefeito, sobre o contrato do aluguel por R$ 9 mil mensais, do prédio que deveria ser ocupado pela Secretaria dos 300 Anos, mas nunca foi usado pela pasta, ou outro órgão da Prefeitura.

Atualmente, a oposição conta com cinco integrantes. Trata—se dos vereadores Dilemário Alencar (PROS), Abílio Junior (PSC), Diego Guimarães (PP) e Marcelo Bissiki (PSB).

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Anderson borges | Sábado, 21 de Setembro de 2019, 20h35
    2
    0

    Agora que Chico 2000 te engole na sua base, vc foi o menos votado agora nem vai se eleger!!!

  • SANTIAGO | Sábado, 21 de Setembro de 2019, 14h26
    3
    0

    Não pensou na sua base q estava empregado, tudo para querer aparecer igual ao 4 pateta1s.........abre p olho kero kero, essa foi sua última candidatura, sem base......sem voto

  • eurides | Sábado, 21 de Setembro de 2019, 13h07
    2
    4

    Essa atual oposição é uma das mais eficientes, pois só temos vereadores capazes e responsáveis.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS