12 de Agosto de 2020,

Artigos

Cidades

A | A

Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 16h:43 | Atualizado:

FORÇA DAS ÁGUAS

Chuva cria cratera em avenida de Cuiabá

cratera.jpg

 

 

Com o objetivo de preservar a segurança do cidadão cuiabano, a Defesa Civil do Município recomendou na tarde de ontem (31) a interdição de parte da Avenida Senador Metelo, no trecho que compreende o cruzamento da via com a Rua Rui Barbosa, no bairro Goiabeiras. A realização do bloqueio foi decida em conjunto com as secretarias municipais de Obras Públicas e Mobilidade Urbana (Semob) e se fez necessária por conta do rompimento da antiga canalização do Córrego Engole Cobra, ocorrida após a chuva torrencial que caiu sobre a Capital na madrugada do último sábado (27).

“Nessa quarta-feira, a comunidade acionou a Defesa Civil, comunicando o avanço da erosão que tinha iniciado na Rui Barbosa. De imediato fomos com nossa equipe técnica até o local e orientamos que esse determinado trecho fosse interditado, a fim de resguardar o cidadão que passa pelo local diariamente. Segundo a Agência Nacional de Águas, tivemos chuva acima de 80 milímetros, sendo que a média para o mês de janeiro é de 215 milímetros. Diante de toda situação, não tivemos outra alternativa a não ser fazer essa recomendação”, salientou o diretor de Proteção e Defesa Civil do Município, coronel Paulo Wolkmer.

Conforme o secretário municipal de Obras Públicas, Vanderlúcio Rodrigues, além da grande quantidade de água, o tipo de material e o longo período de existência da rede pluvial no local, foram fatores que contribuíram para a ruptura. Ele destaca que, há mais de 30 anos, quando foi construída, a canalização do córrego foi executada com a colocação de tubos metálicos, fazendo com que, ao longo do tempo, a estrutura sofresse um processo de corrosão. De acordo com o gestor, os trabalhos no local devem iniciar na próxima semana, levando pelo menos 30 dias para finalizar o trecho.  

“Praticamente toda aquela região por onde passa córrego Engole Cobra está comprometida, por conta da tubulação antiga. O prazo inicial é de 30 dias para liberar um trecho de 50 metros, que compreende a Senador Metelo. Vamos executar toda a substituição por aduelas de concreto, garantindo uma maior durabilidade. Primeiramente vamos trabalhar para liberar a Senador Metelo e, posteriormente, continuaremos com o serviço no restante da Rua Rui Barbosa”, explicou Vanderlúcio.

A fim de garantir que o tráfego no local flua de forma contínua, a Semob tem disponibilizado uma viatura com pelo menos dois agentes de trânsito para atuarem na região. Além disso, a interdição está totalmente sinalizada com gelo-baiano e New Jersey. “Os motoristas estão utilizando a Avenida Dr. José Feliciano Figueiredo e estamos conseguindo manter o fluxo bem tranquilo. Para facilitar a visão dos condutores, optamos pela utilização do New Jersey na interdição da Senador Metelo, pois ela é uma barreira que possui elementos refletivos”, pontuou o diretor de Trânsito, Michel Diniz. 

 

Galeria de Fotos



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS