06 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Terça-Feira, 23 de Janeiro de 2018, 12h:02 | Atualizado:

Conselhos traçam políticas conjuntas no fortalecimento de ações em VG

A prefeita Lucimar Sacre de Campos recebeu na manhã desta terça-feira (23), em seu gabinete novos integrantes dos Conselhos Municipais de Assistência Social (CMAS) e da Mulher, para o mandato do biênio 2018-2019. Os órgãos têm composição paritária e as gestões são formadas por 24 conselheiros cada, sendo 6 conselheiros titulares e seus respectivos suplentes do segmento governo, e  mais 6 titulares, divididos em representantes da sociedade civil, por meio das entidades não governamentais e seus suplentes.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos enalteceu a importância do  trabalho de toda a rede socioassistencial do município que têm amparado a população que vivem a margem da vulnerabilidade social. Ela ressaltou que as ações somente são bem sucedidas e viabilizadas, pela atuação integrada entre o poder público, com os servidores da Assistência Social e outras secretarias e órgãos, bem como, os  conselheiros e representantes das entidades de vários segmentos, e usuários atendidos pelos serviços.

“Hoje temos uma Rede de Assistência Social forte e completa, tanto para as crianças em situação de vulnerabilidade social, quanto ao acolhimento de jovens, mulheres em situação de risco social e idosos. São preocupações procedentes e estamos trabalhando com muito empenho para garantir as políticas públicas da nossa cidade, ampliá-las, melhorá-las e oferecer serviços de qualidade à esta camada da população”, ressaltou a prefeita.

Lucimar Campos, apresentou os projetos socioassistenciais que estão sendo desenvolvidos no âmbito municipal, na prestação de assistência nas áreas de Saúde, Direitos Humanos, acolhimento, empoderamento da mulher, e de capacitação aos jovens e mulheres além do acolhimento ao idoso, com programas que são desenvolvidos pelos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). “Entre os objetivos dos programas e projetos estão à superação dos impactos emocionais e recuperação da autoestima, apoio jurídico quanto a seus direitos e capacitação para geração de trabalho e renda”, explicou a prefeita.

Para a secretária municipal de Assistência Social, Flávia Omar, vários programas e projetos serão desencadeados neste biênio, e é necessário a aprovação dos conselhos, além de agregar os já existentes em andamento e outros por sugestão dos colegiados. Explicando a secretária que são propostas inovadoras e que vem ao encontro das políticas públicas de Assistência Social, respeitando os programas federais e estadual, bem como os próprios do município de Várzea Grande, sempre enfatizado para o  enfrentamento de todas as formas de violência contra as mulheres, jovens, crianças e idosos.

"Estamos articulando com a Rede de Atenção a Assistência Social forma intersetorial de trabalho conjunto e integrar diversas ações do governo municipal em conjunto com os projetos das entidades civis organizados, no enfrentamento a todo tipo de vulnerabilidade social, e agregar e multiplicar as ações que visem o bem comum de todos, tanto as de capacitações como as de inclusão social, além de inserção no mercado de trabalho. Vamos trabalhar as famílias no contexto geral, no combate a violência, abandono e vulnerabilidade. Para tanto temos apostado nas parcerias e no incremento e complemento de ações conjuntas voltadas a estas faixas da população", informou a Secretaria.

Ainda segundo a prefeita Lucimar Sacre de Campos, a intenção do Município é fortalecer as parcerias existentes com as diversas entidades e órgãos locais que desenvolvem, junto ao poder público, um trabalho social que ajuda tantas pessoas em todas as regiões da cidade. “Tenho um enorme respeito ao Conselho de Assistência Social, e ao Conselho da Mulher, às entidades e a todos os trabalhadores e usuários que integram os serviços desenvolvidos para atender essa importante área. Parabenizo e desejo toda a sorte aos novos conselheiros nesses próximos dois anos de trabalho. Sempre digo juntos conseguimos sempre mais, ou seja, ampliar, melhorar e desenvolver mais e mais políticas públicas , na ampliação do atendimento. Hoje atendemos diretamente estes quatro segmentos, mulher, jovem, criança e idodos, 20 mil pessoas, indiretamente 70 mil, contando com o atendimento as famílias. O que queremos é o fortalecimento de nossas políticas e poder minimizar ao máximo as distorções sociais, e buscar o bem comum a todos ”, frisou.

A presidente do Conselho Municipal da Mulher, Vanessa Navarro, destacou que o Conselho tem papel essencial na promoção do controle social, com a missão de realizar efetivamente as propostas prioritárias da Política Municipal de Assistência Social. “É uma grande responsabilidade participar desse Conselho de forma atuante, democrática e participativa. Queremos fortalecer ainda mais o processo de construção das ações com muita garra e comprometimento, fazendo cumprir as diretrizes fixadas nas políticas Públicas da Mulher, voltadas principalmente para o seu empoderamento”, enfatizou.

Bernadete Miranda presidente do Conselho de Assistência Social disse que há diversas entidades que, com carinho e apreço, fazem um trabalho de suma importância na soma das políticas de Assistência Social, em Várzea Grande. A ideia é continuar mantendo essas parcerias para que os resultados reflitam lá na ponta, melhorando os serviços oferecidos aos usuários da rede”, comentou.



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS