Cidades Sexta-Feira, 21 de Junho de 2024, 19h:05 | Atualizado:

Sexta-Feira, 21 de Junho de 2024, 19h:05 | Atualizado:

RECADO DADO

Dentistas ameaçam greve se não houver aumento de 40% em Cuiabá

Servidores esperam que PCCS seja enviado ao Legislativo

BRENDA CLOSS
Da Redação

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

sinodonto.jpg

 

O Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso (Sinodonto-MT) se prepara para entrar em greve na próxima semana caso o projeto do Plano de Carreiras, Cargos e Vencimentos (PCCV) não seja encaminhado à a Câmara Municipal pelo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB). Uma assembleia-geral foi convocada para acontecer na próxima segunda-feira (24). 

O evento será realizado na Praça ALencastro, às 16h, em frente à Prefeitura da Capital. Serão apresentados e discutidos os avanços e negociações  das pautas e reinvidicações aprovadas na última assembleia-geral realizada em abril deste ano e em seguida haverá  a votação para a deflagração de greve. 

A última assembleia ocorreu no dia 10 de abril, quando os diretores do sindicato convocaram os cirurgiões-dentistas da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para uma Assembleia Geral Extraordinária, que aconteceu na Associação Brasileira de Odontologia - ABO/MT. As reivindicações debatidas foram o corte do pagamento do adicional de insalubridade, não pagamento das horas extras e adicional noturno dos plantonistas, condições de trabalho e o Plano de Carreira, Cargos e Vencimentos (PCCV).

Uma semana depois, o órgão se reuniu com integrantes da Pasta para discutir como seria elaborado o plano. Além disso, na época ficou acordado que o Sindicato e a Prefeitura dariam andamento aos trâmites necessários para concessão de reajuste de 39,59%.

Em Cuiabá, mais de 200 cirurgiões dentistas, atendem no serviço público que inclui 10 unidades odontológicas entre Centros Odontológicos e Centros de Especialidades Odontológicas. 





Postar um novo comentário





Comentários (1)

  • Crente Malvado

    Sexta-Feira, 21 de Junho de 2024, 19h19
  • "Exigem", piada isso. Mandem esse povo trabalhar, se estão insatisfeitos saiam da prefeitura e fiquem somente em seus consultorios. Recebem RS 800,00 de prêmio saúde todo mês, trabalham apenas 4 horas por dia, fora o gordo salario e ainda querem exigir. A prefeitura tem que verificar a qualidade dos serviços deles....
    10
    3









Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet