15 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 19h:23 | Atualizado:

FIM DO DRAMA

Estado paga parcela de dívida e hospital retoma atendimento pelo MT Saúde

Valor a ser pago é referente a 60% serviços prestados em agosto de 2017

taques-mtsaude.jpg

 

Após reunião com o governador Pedro Taques (PSDB) e cúpula do Governo, representantes do Hospital Jardim Cuiabá decidiram retomar os atendimentos pelo MT Saúde – plano de saúde que atende os servidores públicos do Estado e seus dependentes. O Governo sinalizou em pagar já nos próximos dias 60% dos repasses referentes ao mês de agosto de 2017, que ainda está atrasado, e negociar o restante.

A negociação com a direção do hospital foi anunciada hoje pelo presidente do MT Saúde, Maurélio Ribeiro, e representantes do Fórum Sindical, entidade que congrega os sindicatos que representam os servidores públicos. 

No encontro, Maurélio afirmou que efetuaria o pagamento de 60% da fatura referente aos serviços prestados em agosto de 2017. Os demais valores em atraso ainda serão negociados.

O valor total do débito e do que será pago não foi informado.Apesar do retorno das atividades, o presidente do Sindicato dos Servidores da Saúde, Oscarlino Alves, avaliou a situação do MT Saúde como de grande insegurança aos servidores públicos.

Ele destaca que os servidores têm descontos feitos regularmente para pagamento do plano. Os atrasos se devem a contrapartida do Governo do Estado. “Os descontos continuam sendo feitos, porém os beneficiários não conseguem atendimento e ficam inseguros e desnorteados, no momento de maior fragilidade, que é o da doença, sem saber aonde recorrer ou tratar os problemas de saúde”, frisou Oscarlino.

Para evitar novas situações constrangedoras aos servidores, o Fórum Sindical anunciou que tomará duas ações urgentes. A primeira é solicitar através do Conselho Fiscal do MT Saúde - formado por representantes dos servidores usuários - extratos demonstrando o fluxo das receitas mensais (Contrapartida Estado e desconto nos salários dos servidores) no período 2015 a 2018, e demonstrativo detalhado dos pagamentos à rede de prestadores de serviços, hospitais, ambulatórios, consultas e exames de diagnóstico, no intuito de elucidar o desequilíbrio financeiro e suspensão de serviços resultando na precarização dos atendimentos aos servidores.

A segunda ação é reivindicar atendimento de urgência do secretário de Fazenda, Rogério Gallo para os representantes do Fórum, para que o mesmo apresente entendimento acerca da situação financeira do MT Saúde e as soluções imediatas para revitalização da Caixa Assistencial.

CRISE

Nos últimos meses, a situação do MT Saúde tem se agravado e prejudicando os servidores públicos. O Jardim Cuiabá era o último hospital em Cuiabá que ainda atendia usuários do plano. 

Os hospitais São Matheus e Santa Rosa já haviam deixado de atender pacientes do plano desde o ano passado. Ontem, foi a vez do Jardim Cuiabá comunicar que suspendeu o atendimento para os servidores públicos ou dependentes.

O motivo para a suspensão dos atendimentos é o mesmo dos outros hospitais: falta de repasses do poder executivo. Apesar de haver o desconto no salário dos servidores, a rede credenciada sofre com o atraso nos repasses. “A suspensão dos atendimentos se dá devido à inadimplência do MT Saúde com o Hospital Jardim Cuiabá. Em respeito aos pacientes, o hospital Jardim Cuiabá lamenta a interrupção dos serviços”, diz comunicado fixado na porta de entrada da unidade de saúde.



Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Maria ll | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 09h59
    4
    0

    A insegurança é tanta que só acredito vendo, além dos médicos precisa tbém pagar os laboratórios para exames, não adianta só ir ao médico se não tem laboratório para atender, se continuar o representante do sindicato dos servidores deve reunir os contribuintes do MT Saúde e agilizar uma ação coletiva para acabar com esses desmandos.

  • fernando | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 07h59
    2
    1

    ACREDITO NA FORÇA DA CATEGORIA ORGANIZADA. PARABÉNS, FÓRUM SINDICAL. VAMOS FORTALECER ESSAS DUAS AÇÕES. COMO SINDICALIZADO PROPONHO QUE O PRÓPRIO FÓRUM INSTALE UMA COMISSÃO PERMANENTE PARA ACOMPANHAMENTO DO DESEMPENHO DO MT SAÚDE E DA QUESTÃO DA SAÚDE EM MATO GROSSO, COMO UM TODO.

  • wilson | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 07h43
    2
    0

    SE TODO MES DESCONTA NO CONTRA CHEQUE DO FUNCIONÁRIO COMO NÃO TEM DINHEIRO PARA FAZER O REPASSE PARA OS HOSPITAIS. CADE O MP, OAB, TJ E OUTROS ORGÃOS COMPETENTES, VCS ESTÃO TRANQUILOS E FAVORAVEIS NÉ, POR QUE VCS NÃO ESTÃO NESSA SITUAÇÃO, JÁ RECEBERAM O RGA, URV. E O EXECUTIVO QUE TA RECEBENDO O RGA PARCELADO, URV ATÉ AGORA NADA E OS AUXILIOS FARDAMENTOS.

  • Caio Oliveira | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 06h34
    2
    0

    Viram! É só apertar que sai...

  • Dr. Cuca Beludo | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 21h36
    15
    0

    60% de agosto de 2017! Sabe quando vai receber o resto né? Sei não, mas acho que o dono desse boteco vai se dar mal com essa negociação! Só acho!

  • SOCIEDADE (desacreditada) | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 20h57
    18
    0

    Srº SINDICATOS & ASSOÇIAÇÕES!!!!! Precisamos que o FANTASTICO (((REDE GLOBO TELEVISÃO))) VENHA AQUI FAZER UMA MATÉRIA SOBRE A QUESTÃO financeira e RESPONSABILIDADE FISCAL desse ESTADO pra que os SUPERIORES TRIBUNAIS tome uma DECISÃO JUNTO A ESSE governo sugateado, esgotado, falido e a credibilidade zerooooooooooo> ESTÁ TRABALHANDO COM O SERVIDOR no vermelho> já vai pra os 4º ANO> "si pagasse em dias ou seja no dia 30" AS CATEGORIAS IRIA REINVINDICAR melhoria que nosso SALARIOS ja está defazado em + de 38%. Usa esse ARTIFICIO pressão de ESCALONAR o SUBSIDIO pra AS CATEGORIAS não tem como REINVINDICAR>. + de 150 MIL servidores publicos DO EXECUTIVO MT>. vota em QUALQUER adversario da OPOSIÇÃO + menos no taxiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

  • Letícia | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 20h54
    23
    0

    Contando os dias para outubro chegar, como dizia minha vó, "dor de barriga não dá só uma vez". Tchau Taques. Até nunca mais.

  • Maria | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 20h37
    27
    1

    Absurdo! Q roubo é esse??? Se desconta regularmente do salário do servidor e este não tem atendimento, pra onde vai o dinheiro? Pq esse sr Taques não é acionado pela justiça? Não estamos num "Estado Justiceiro" ou só existe "justiça" pra pegar a gente do PT??

  • MARCELO - PAGADOR DE IMPOSTOS | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 20h30
    35
    0

    AONDE ESTÁ OS ÓRGÃOS FISCALIZADORES? TODO MÊS É DESCONTADO DO SALÁRIOS DOS SERVIDORES, ISSO NÃO SERIA APROPRIAÇÃO INDEVIDA?

  • Alberto | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 20h01
    24
    3

    Complicada essa situação. O desconto do servidor no MT saúde equivale a mais de 1/3 do que cobram os demais planos, que já estão em dificuldade.

  • Franciele | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 20h00
    32
    0

    Dinheiro tem ne. Mas a birra desse fdp é tanta que só paga quando tomam medidas drásticas.

  • carlos | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 19h37
    36
    0

    quanta incompetência num.governo só Deus me livre de anão de jardim votee

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS