06 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Domingo, 11 de Fevereiro de 2018, 22h:00 | Atualizado:

MEDO NO FLORAIS

Justiça autoriza labrador a frequentar condomínio de luxo em Cuiabá

"Gregory" foi expulso do condomínio após pular em criança


Da Redação

labrador.jpg

 

A dona de um cachorro Labrador conseguiu na Justiça o direito de manter o animal em casa, após ele ter sido “expulso” do condomínio de luxo Florais Cuiabá onde moram, as margens da MT-010, em Cuiabá. A liminar que permite a permanência de “Gregory” foi concedida pelo juiz Bruno D’Oliveira Marques, da Décima Vara Cível de Cuiabá.

De acordo com a ação, no início de dezembro de 2017, Gregory escapou, após sua dona abrir o portão de sua residência, e pulou em uma criança, que ao avistá-lo, saiu correndo. Por conta disso, a criança teve alguns arranhões e um pequeno corte.

Uma reunião de conciliação no condomínio determinou que o animal deveria ser removido. A proprietária então entrou na Justiça, pedindo a permanência do cachorro em sua residência e nas áreas comuns do condomínio.

Em sua decisão, o magistrado entendeu que, de acordo com declarações de moradores, veterinários e adestradores, o animal não apresenta qualquer sinal de ameaça ou agressividade. Ele também apontou que a remoção de Gregory vai contra o próprio Regimento Interno do condomínio, que prevê a proibição de diversas raças caninas como Pitbull, Fila, Rottweiller, Dobermann, entre outros, mas não veta a criação de labradores.

O regulamento também aponta que, caso o cão represente ameaça ou perigo, e havendo ainda reincidência na agressão, o animal deve ser afastado. “Foram realizadas duas avaliações, uma por adestrador profissional e outra por médico veterinário, sendo que em ambos os laudos restou atestado que o cão não apresentou nenhum sinal de agressividade e ainda demonstrou ótima capacidade social com humanos e cães, ficando assim classificado como adequado para o convívio” (adestrador profissional de cães) e que “apresentou-se sociável com pessoas, com outros cães e crianças ao qual foi exposto” (médico veterinário). Da mesma forma, vizinhos das requerentes declararam que já tiveram contato com o cachorro, bem como que frequentam a residência das autoras e não observaram qualquer atitude agressiva do animal, principalmente com crianças”, diz a decisão.

O juiz afirmou que o pedido de liminar se sustenta, em relação a urgência do pedido, tendo em vista que Gregory foi retirado do conforto e do convívio com seus donos, numa situação que vem causando “severo abalo, tanto no animal, quanto na família”. “Não é novidade que os animais domésticos assumem a função de um membro familiar e, muitas vezes, inclusive, como filho de casais que não possam usufruir da maternidade e da paternidade. Entendo por razoável manter o convívio da família com o cachorro Gregory, estritamente no âmbito da residência das autoras. A entrada do cachorro Gregory (labrador) no Condomínio deverá se dar por meio de veículo automotor com as janelas fechadas, até a residência das autoras, as quais deverão zelar para que o animal não frequente a área comum do residencial, exceto se estiver utilizando equipamento de proteção (focinheira), sob pena de revogação da presente decisão”, diz o magistrado.

LABRADOR

A raça labrador é considerada uma das mais dóceis da espécie canina. Eles são tipicamente familiares e também indicados para a função de "cão guia", que auxiliam deficientes visuais.

 



Postar um novo comentário

Comentários (53)

  • Valfran | Quarta-Feira, 14 de Fevereiro de 2018, 18h30
    1
    2

    * Certa feita, disse Jesus: "Não fica bem tirar o pão dos filhos e atirá-lo aos cachorrinhos!” (Mateus 15:26) A gente, no entanto, diz: "Não fica bem tirar o pão dos cachorrinhos e atirá-lo aos filhos!” Em outra oportunidade, Jesus disse: “Deixai vir a mim as crianças!” (Mateus 19:14) E a gente diz: “Deixai vir a mim as cachorrinhos!” E aí, fica a pergunta: - O que estamos fazendo com as nossas crianças?

  • Silva | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 16h09
    4
    5

    É muito fácil meter o bedelho em uma história que não se conhece. Achei totalmente desnecessário expor a situação de ambas as partes! Esse assunto é para ser tratado em total sigilo e resolvido entre eles. Se o caso chegou ao ponto de se tornar público, quem fez isso não tem um pingo de sentimento e caráter, querendo fazer firula com a vida alheia.Deveria ser averiguado os fatos concretamente, antes de ficar fazendo sensacionalismo barato á custa dos outros.

  • Silva | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 16h09
    2
    3

    É muito fácil meter o bedelho em uma história que não se conhece. Achei totalmente desnecessário expor a situação de ambas as partes! Esse assunto é para ser tratado em total sigilo e resolvido entre eles. Se o caso chegou ao ponto de se tornar público, quem fez isso não tem um pingo de sentimento e caráter, querendo fazer firula com a vida alheia.Deveria ser averiguado os fatos concretamente, antes de ficar fazendo sensacionalismo barato á custa dos outros.

  • Luciana | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 10h06
    7
    1

    Dizer que um cachorro dessa raça é agressivo é pq a pessoa é extremamente ignorante. Eles são brincalhões e adoram pular em cima da gente pra brincar. E entre um ser humano e um cachorro nesse tipo de situação, eu sempre defenderei o 2o. Covardia tirar o convívio do animal com a família. Deveriam fazer o mesmo com crianças mimadas e chatas que gritam, berram e choram na nossa cabeça o dia inteiro.

  • Laerte Vargas | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 08h05
    6
    1

    Incidentes acontecem com carros, humanos e... animais! Não me parece, pelo relato, que tenha acontecido algum ataque à criança e, sim, de uma forma atabalhoada, um convite pra brincar. Vamos deixar a família em paz e seu peludo tb, pois, para nós, que amamos os animais, são entes queridos e da família. Se uma criança quebrasse uma vidraça com uma bola ou machucasse outra durante brincadeiras, seria expulsa do condomínio. É por aí...

  • Mãe | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 23h43
    1
    9

    Se fosse meu filho atacado esse cachorro já tinha virado estrela, no céu. E os donos dele estariam réus numa ação de responsabilidade civil. Simples assim!

  • Regina | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 21h09
    9
    1

    Pedro, acho q vc está confundindo os casos... o garoto levou somente um ponto e não 8, como vc falou !

  • Aline | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 18h46
    22
    3

    O Gregory é nosso (meu e de minha família), e gostaria de fazer algumas colocações. Primeiramente, ficamos surpresos e assustados com a divulgação da matéria sem nosso conhecimento, e sua enorme repercussão e já estamos tentando localizar o responsável. Sobre a criança, lamentamos profundamente pelo incidente ocorrido, sentimos muito por todo o transtorno causado a criança e a família, e estamos à disposição para auxiliar no que for preciso. Sobre o Gregory, trata-se de um filhote muito agitado e brincalhão, que acabou machucando a criança pela sua força e tamanho, infelizmente. Ele não é agressivo. Ocorre que o condomínio agiu contrário ao seu próprio regimento interno, que, mesmo em caso de agressão, a expulsão do animal é prevista de outras formas. O que fizemos foi apenas lutar pelo direito de ter nosso companheiro em nossa casa. Não queremos abrir discussões alguma, queremos apenas viver em paz em nossa casa. Todas as providências foram tomadas para que incidentes como estes não ocorra novamente.

  • Pedro | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 18h05
    4
    18

    A criança foi mordida na perna, nadegas e tomou 8 pontos nas costas. CASO NÃO OCORRESSE INTERFERÊNCIA DE OUTROS MORADORES PODERIA TER OCORRIDO UMA TRAGEDIA. Esse cão é reincidente, espero que não ocorra mais nada com alguma criança do condomínio, caso contrário seus donos terão que arcar com as do sequências.

  • André Luiz Gomes dos santos | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 18h00
    14
    1

    Qualquer animal doméstico tem que ter a supervisão a todo momento do proprietário principalmente se tratando de residir em condomínio. Eu moro em um condomínio de casas tenho labrador de 8meses ele é enorme as crianças adoram mais sempre mantenho os portões de minha casa trancados com as fechaduras e correntes. E quando saio com o animal sempre na coleira . Todas as pessoas que se aproxima para brincar com ele vem a pergunta ele morde. Eu falo ele é cachorro. Rsrsrs

  • Michell | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 17h14
    17
    3

    Tenho um casal de labrador da cor chocolate e mais um pitbul pirata e vira lata q peguei da rua abandonado, conheço o Gregory, tive oportunidade de conhecê-lo na casa dos seus donos em chapada dos Guimarães, é cão típico da ração, agitado e gosta de brincar, se corre dele ele pensa que está brincando com ele, cão super bem cuidado pelo seus donos e super dócil. Fico admirado pela decisão do Magistrado e feliz pela família só sabe da importância de um animal de estimação quem tem um, costumo dizer trato melhor dos meus cães, do muitas pessoas cuida de seus filhos, eles são muito mais que um animal para seus donos é parte da família, e não importa o seu dia se foi bom ou ruim a recepção ao chegar em casa que eles te proporciona vai ser sempre a melhor possível, talvez seja a único motivo de alegria em um dia ruim. Tmj Gregory 👏👊🐕.

  • alexandre | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 17h12
    14
    3

    O condomínio querer mandar dentro da minha casa, eu não aceito, da porta pra dentro, mando eu. Labrador não é Pitbull, é um cachorro grande e brincalhão.

  • Contribuinte | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 16h55
    4
    4

    Não sei o que aconteceu nesse caso, por isso prefiro não opinar. Alguém já viu um São Bernardo atacar alguém? Olhem esse caso: http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2013/05/crianca-morre-apos-ataque-de-cao-da-raca-sao-bernardo-em-paulinia-sp.html

  • Maura | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 16h15
    10
    1

    Entendo os dois lados. Faltou diálogo em ambas as partes. Sei oque é amar e se preocupar com os dois, o cachorro e o filho. Pois tenho os dois, filho e cachorro. E sou apaixonada pelos dois😍😍😍

  • Regi | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 15h54
    14
    7

    Brutalmente atacado, será que ela sabe o significado disso? Esse povo riquinho é tudo fresco mesmo...

  • valeria123rego@Gmail.com | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 15h46
    8
    1

    Tenho um labrador já vai fazer oito anos .....adora brincar com crianças adultos, estranhos ..... veio um pedreiro aqui em casa e demorou fazer a obra só por causa do cão rsrsrs eles fizeram amizade,meu cão tirava as ferramentas da bolsa dele e fazia maior bagunça! Quando terminou o serviço, o pefeito ficou muito triste e que levaria esse carinho pra sempre.

  • Edineuza. Sousa | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 15h25
    9
    8

    Povo iguinorante esses cães não atacam ninguém. Parabéns Sr. Juiz por sua decisão foi justo.

  • Ana | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 15h18
    5
    9

    Tenho cachorros em casa, pequenos e grandes mas se fosse meu filho eu tbem iria querer o afastamento desse cão, me coloco no lugar da mãe, e seu filho com certeza deve ter ficado traumatizado com o acontecido, mesmo sendo inofensivo ele machuco uma criança.... quando acontece com a gente o pensamento muda totalmente.....

  • Josefa Paula | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 14h48
    25
    2

    essa Boa é sem noção! vc representa mais perigo que esse labrador, eles não atacam uma mosca, pulou no menino pq são alegres, brincalhões, mas isso só pessoas que tem amor entende, não é o seu caso infelizmente, precisa aprender com os animais!

  • JUSTO | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 14h31
    9
    2

    Moro em casa no bairro e crio quantos cachorros eu quero sem inoportuno de síndicos que não presta conta dos gastos.

  • Wilson Martins | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 14h06
    20
    0

    A pergunta que não quer calar: Quem é o Advogado do Cão? Esse Advogado é bom pra Cachorro!

  • Diana | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 13h20
    9
    38

    Acho muito engraçado o que foi publicado aqui esse cachorro atacou meu filho com muita agressão a criança que diz aí e o meu filho e não foi só uns aranhao como mencionado acima o cachorro foi extrema agressivo e não gosta de criança como a própria dona mencionou no dia do acontecido meu filho teve mordidas nas costas levando até sulturas. Mordidas nas pernas e no momento do ocorrido a dona não tinha domínio nenhum sobre o cachorro e alem de.atacar meu filho tentou atacar outras criancas que tambem se encontrava brincado no condomínio e o cachorro só foi contido por presenças de adultos que assim como eu entramos na frente dele para evitar mas ataque e vem me colocar que tem laudos de.vetetinario que o cachorro e extremamente dócilomo assim?? Bem assim como existem laudos eu tenho depoimentos de moradores e do médico que atendeu meu filho no dia do acontecido pelo que eu tô vendo vamos ter uma batalha grande judicialmente pois não vou deixar barato agora me sai uma nota no jornal como a família e o cachorro que são vítimas quando na verdade a maior.vitima.foi meu filho que foi brutalmente atacado por esse cachorro descontrolado não tenho nada contra cachorro pois tenho cachorro mas a história não é bem assim como esta.colocada aqui... Mas em breve vamos ver se essa situação continuará assim

  • Josefa Paula | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 13h07
    22
    1

    essa Boa é sem noção! vc representa mais perigo que esse labrador, eles não atacam uma mosca, pulou no menino pq são alegres, brincalhões, mas isso só pessoas que tem amor entende, não é o seu caso infelizmente, precisa aprender com os animais!

  • Maria de Fátima de Oliveira | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 13h01
    22
    3

    Com certeza, o labrador, queria, apenas brincar, e eles são pesados, derruba até um adulto, não fez por mal.Nao precisa este alarme todo, as pessoas não sabem, ter diálogo, parabéns Sr.Juiz

  • Aninha | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 12h20
    28
    3

    Eu tenho labrador em casa e quando meu filho de. 9 anos ta em casa ele bula bastante nele, mas é por brincadeira, minha sobrinha quando vem em casa é a mesma coisas. Querem brincar, mas pelo porte dele ser grande as pessoas pensam que é ataque. Não é eles são dóceis. Certo dia peguei um chinelo e simulei umas palmadas na bunda do meu filho, ele imediatamente se meteu no meio para bater na criança. Eles amam crianças.

  • Carmem Flor Freire | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 12h13
    40
    6

    Impossível agressividade na raça Labrador Retriever, tenho 6 labradores maravilhosos, carinhosos, inteligentes e que amam crianças!! Sou advogada e parabenizo p seu texto, interpretação das partes e decisão do meu nobre colega de juizado ! Parabéns p sabia decisão meretissimo Juiz 👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

  • Rosangela Caparroz | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 12h06
    32
    4

    Por isso moro em residência ninguém manda na nossa labradora de 41 kg deixa o pet viver em paz

  • Rosangela Caparroz | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 12h06
    20
    2

    Por isso moro em residências ninguém manda na nossa labradora de 41 kg

  • mayara | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 11h34
    29
    3

    Afffff, que moradores sem noção!! Não sabem o quanto é bom ter um animal em casa. Parabéns sr. juiz pelo bom senso!!!! Seja bem-vindo Gregory ao retorno do seu lar.

  • Goethe | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 11h23
    22
    2

    .....é que o ¨cachorro¨é mais HOMEM que muitos ¨homens¨!!!

  • Mary | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 11h20
    21
    1

    Ahhh...cha por Deus...o labrador so queria dar um beijo no menino...o meu faz isso...eles adoram criaças....

  • Mara Regina Fernandes | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 11h07
    33
    2

    Uma palhaçada isso!!! Com certeza tem muita gente neste lugar, que não merece um milésimo de respeito que este ANJINHO LINDO ( labrador) merece....Parabéns ao juiz!!! Gregory você é um lindo!!😍

  • Ari | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 11h05
    27
    2

    Gente, o que aconteceu foi um acidente e a dona já tomou todas as medidas de acordo com a decisão adestrando o animal e usando focinheira! Ele não é agressivo porém e grande! O juízo foi muito sábio ele não demonstra perigo a ninguém!

  • Bia | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 10h52
    22
    50

    Neste nosso Brasil os valores estão todos invertidos. Sem entrar na discussão quanto a representatividade do animal para a família que o cria, a criança que foi “atacada” tem menos valor.

  • amoanimais | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 10h09
    34
    5

    Tambem assino em baixo

  • Pedro Felix | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 09h49
    49
    9

    Bravo meretissimo

  • Marcio | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 09h29
    53
    10

    Parabéns pela decisão magistrado!!

  • Zabrah | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 09h23
    50
    6

    Parabéns Gregory

  • Grimaldo Bernado | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 08h51
    46
    8

    Parabéns ao juiz pela consciência do fato

  • Grimaldo Bernado | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 08h51
    38
    6

    Parabéns ao juiz pela consciência do fato

  • Leal | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 08h37
    58
    7

    Uma questão de bom senso...as crianças precisam aprender a conviver com cães desde pequenas e os pais precisam saber a diferença entre um ataque é uma brincadeira do cachorro.Nada de mimimi...por outro lado a dona do cachorro precisa controlar a empolgação do cachorro .Mesmo sem querer ser agressivo,as brincadeiras podem machucar.

  • exercito alemão | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 08h18
    26
    37

    jeitinho brasileiro, quem tem manda e quem não tem obedece, se fosse um pobre o que aconteceria....

  • Galileu | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 08h09
    30
    35

    Cachorro tem mais moral que o homem.Veja só,entrei na justiça em maio de 2011 referente a um imposto de renda cobrado indevidamente. A solução desse caso só saiu em novembro de 2017. O caso desse cachorro saiu em dois meses.

  • André N. | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 05h01
    42
    0

    Eu passei por um caso semelhante e perdi. A justiça é cega e muitas vezes injusta. Por sorte, eu tinha com quem deixar meu cão.

  • Gil | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 04h19
    21
    19

    Bando de baitolas , saporra tá feio, vem Bolsonaro da jeito nessa turma criado no Danone.

  • Zé do Gás | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 02h02
    43
    6

    Nossa, muita baixaria nesse condomínio aí. Prefiro continuar morando aqui na minha coab onde todos os vizinhos são pacíficos e de paz.

  • Dubrovnik | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 01h23
    44
    2

    Faltou bom senso por parte dos pais da criança, pois essa raça adora pular nas pessoas para brincar. Labrador é uma raça 100% dócil, o que ocorreu foi um incidente dos donos deixarem o cão escapar, os pais deveriam ter tido mais compreensão com o caso.

  • alexandre | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 01h14
    38
    3

    Condomínio de rico, é cheio de moagem, na minha casa mando eu... Me proibir de ter animais de estimação.. cachorro dócil.

  • Justiça | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 01h13
    29
    1

    Tem uns ricos que gostam de barraco.

  • amiltonacf | Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 01h04
    38
    4

    Apllausos...Patabens Gregory!# Virei fã

  • Marilene dos r barbosa | Domingo, 11 de Fevereiro de 2018, 23h22
    40
    3

    Adorei a Volta do lindo Labrador ao covivio da sua Familia parabens senhor juiz por tomar a decisao certain. Amo animais e Gregory e um amor

  • Marilene dos r barbosa | Domingo, 11 de Fevereiro de 2018, 23h22
    37
    5

    Adorei a Volta do lindo Labrador ao covivio da sua Familia parabens senhor juiz por tomar a decisao certain. Amo animais e Gregory e um amor

  • ezequiel paixao | Domingo, 11 de Fevereiro de 2018, 23h18
    13
    31

    Muito bonito o texto do juiz e até os comentários, a manifestação dos proprietários, mas uma coisa me intriga. Ele atacou uma criança, que por sorte não aconteceu mau maior, e a decisão é: se houver reincidência o animal deve ser removido. Tudo muito estranho no trâmite desse processo.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS