02 de Julho de 2020,

Cidades

A | A

Segunda-Feira, 01 de Junho de 2020, 15h:25 | Atualizado:

Mato Grosso, Paraná, Santos e China se unem para debater logística de transportes

Mais do que discutir, propor soluções. Este é o foco do grupo formado por membros do Lide Mato Grosso, Paraná, Santos e China, que acaba de lançar um projeto inédito voltado ao segmento logístico, essencial e fortemente impactado pela pandemia do novo coronavírus. Atentos às necessidades do setor, os presidentes das quatro unidades do Grupo de Líderes Empresariais dão início à série de debates com especialistas, projeto que culminará com a realização de um fórum. O trabalho será concluído com a elaboração de documento dirigido às autoridades governamentais (Estados e União), contendo diagnósticos e sugestões de medidas a serem adotadas em prol da logística de transportes brasileira.

Realizada por meio de plataforma virtual, a websérie de debates Lide Talks Logística Integrada adota o modelo desenvolvido pelo Lide Paraná que, desde o início da pandemia, tem se dedicado a fomentar discussões que resultem na proposição de caminhos para que o empresariado consiga superar a instabilidade econômica gerada pela pandemia. “Além de uma crise de saúde pública, estamos enfrentando uma crise financeira sem precedentes. E como falar retomada do crescimento econômico se não discutirmos nosso gargalo logístico?”, observa a presidente da unidade, Heloisa Garrett. “Em nossa cidade promovemos, no último mês de abril, uma discussão sobre o tema e cremos que será extremamente produtivo seguirmos tratando da logística da forma mais abrangente possível, pensando muito além dos portos e incluindo todas as regiões do país na elaboração de soluções”, declara Jarbas Marques, presidente do Lide Santos.

O objetivo dos idealizadores do projeto é reunir lideranças de diversos setores econômicos para discutir, qualificadamente, os desafios de manutenção da “saúde” da logística brasileira e, diante a junção de conhecimentos e expertises, propor um rol de medidas que proporcione condições de continuidade das operações de todas as modalidades de transportes utilizadas no Brasil. Para tanto, foi convidado a assumir a curadoria do projeto o especialista Francisco Vuolo, Diretor executivo da Losc Logística e Soluções Comerciais. “É absolutamente positivo e oportuno voltar os olhos a todos os corredores do nosso imenso país, buscando alternativas para que o segmento logístico sobreviva a essa crise para a qual o mundo estava despreparado”, pontuou Vuolo, ressaltando, ainda, que é hora de contar com a tecnologia em favor da vida, do meio ambiente e do trabalho.

Em linha com o alerta em prol da tecnologia, o CEO do Lide China, José Ricardo dos Santos Luz, reforçou que o país pode se tornar muito mais do que o maior parceiro comercial do Brasil. Ele ressaltou a importância do intercâmbio de conhecimento com a China, que já conta com 100 mil quilômetros e ferrovias e 30 mil quilômetros de linhas de tráfego do trem-bala, sendo um país que emprega alta tecnologia em sua infraestrutura e nas comunicações.

“O Brasil precisa pensar Grande”, afirmou, durante o primeiro episódio da websérie, o presidente do Lide Mato Grosso, Evandro César dos Santos. “O segmento logístico é, sem dúvida, uma das forças que reconduzirão nosso país ao crescimento no pós-pandemia, mas temos que lembrar que ele também é fundamental para manter as famílias abastecidas durante a pandemia, por isso precisamos defendê-lo já, zelando pelo hoje e pelo amanhã”, finalizou.

Agenda - O segundo episódio da websérie Lide Talks Logística Integrada será realizado no início de junho. O Fórum de Logística Integrada tem realização prevista para o mês de julho.

Para assistir ao conteúdo do primeiro episódio da websérie, basta acessar basta acessar o site do LIDE PARANÁ, no link: https://www.youtube.com/watch?v=w-VdDwiq5c8&feature=youtu.be

 

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS