07 de Dezembro de 2019,

Cidades

A | A

Terça-Feira, 11 de Março de 2014, 08h:28 | Atualizado:

MT-248 é bloqueada após empreiteira abandonar obra

Populares bloquearam na manhã desta segunda-feira (10) a rodovia MT-248 que liga os municípios de Araputanga, Indiavaí, Figueirópolis D´Oeste e Jauru. O protesto tem o objetivo de chamar a atenção do governo após a danificação da pavimentação da trecho , cuja obra está paralisada por parte da Construtora Geosolo Engenharia. Segundo secretário Adjunto de Transportesda Setpu, Alaor de Paula, cerca de R$ 1 milhão foram repassados para a construtora.

O coordenador do protesto, Waldenir Alves de Souza, o Pipoca, aguarda uma providencia do governo do Estado e dos órgãos fiscalizadores. A empreiteira vencedora da licitação causou sérios transtornos à população nos últimos meses ao recortar o asfalto e abandonar a obra, fato que tem prejudicado a trafegabilidade, causa de inúmeros acidentes com mortes.“Já houve outros protestos, mas a empresa não cumpriu o compromisso de finalizar a recuperação”.

A pedido de populares, O deputado estadual , Ezequiel Fonseca (PP) encaminhou documentos reivindicando maior fiscalização aos órgãos competentes, na semana passada, o deputado progressista fez uma nova denuncia ao Governo do Estado por meio da SETPU, Ministério Público, Tribunal de Contas, Crea-MT, Comissão de Obras da Assembleia Legislativa.

De acordo com o parlamentar se constatou que a empresa Geosolo Engenharia não possui quadro de funcionários e maquinários suficientes para realizar a restauração. Um funcionário da empresa delatou o atraso de seis meses de salário e a falta de maquinários.

Na ocasião, Fonseca disse que existe da luta travada na Assembleia Legislativa com os demais pares para aprovar o empréstimo de mais de R$ 200 milhões para a recuperação das rodovias, onde R$ 45 milhões foram para a região sudoeste.

“Lutamos pela realização dessa recuperação, e agora não vemos resultados por causa das empreiteiras. O dinheiro existe, mas as restaurações estão praticamente paralisadas”, finalizou.

Um encarregado da empresa esteve no local pela manhã e assegurou a retomada da obra, na oportunidade, ele destacou que o governo não tem repassado o recurso. 

Conforme Picolé, a rodovia será desbloqueada até a próxima quarta-feira. “Se nenhuma providencia for tomada na próxima sexta-feira vamos fazer novo protesto com bloqueio.”

Numa reunião realizada manhã desta segunda-feira (10) com o secretário Adjunto de Transportes da Setpu, Alaor de Paula para pedir providencias quanto à obra de restauração de dois trechos da rodovia MT-248, orçada no valor de R$ 11 milhões.

Populares reclamam do descaso da construtora que danificou pavimentação asfáltica e paralisou a obra. Na manhã de hoje, cerca de 100 pessoas bloquearam dois trechos da rodovia, sendo uma, na saída de Araputanga para São José dos Quatro Marcos e outra na saída de Indiavaí para Jauru.

O secretário disse que estará resolvendo a situação até a próxima quarta-feira. "Vamos chamar as empresas que venceram a concorrência e resolver o impasse. Caso a empresa que ganhou a obra não coloque equipamentos e mão de obra, vamos tomar a iniciativa de chamar a segunda colocada na licitação para finalizar a recuperação".

Quanto ao protesto realizado nesta segunda-feira na região, o secretário disse que estará buscando resolver o problema e atender os anseios da população. "Vamos conversar e ver com a empresa a possibilidade de rescisão do contrato". Segundo Alaor, cerca de R$ 1 milhão foram repassados para a construtora.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS