Cidades Segunda-Feira, 22 de Abril de 2019, 17h:39 | Atualizado:

Segunda-Feira, 22 de Abril de 2019, 17h:39 | Atualizado:

Notícia

Nosso Judiciário completa 85 visitas em escolas de Cuiabá e VG

 

Da Redação

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

Cerca de 160 alunos do ensino médio do período matutino da Escola Estadual Hernandy Maurício Baracat de Arruda, em Várzea Grande, tiveram a oportunidade de conhecer como funciona o Poder Judiciário e as atribuições, na manhã de segunda-feira (15 de abril). Essa foi a quinta visita deste ano e a 85ª feita ao longo de cinco anos e meio de projeto às unidades de ensino do programa Nosso Judiciário, uma ação do Tribunal de Justiça.

Um dos responsáveis pelo projeto, o servidor Neif Feguri Neto foi quem fez as explanações. Ele falou sobre cargos, funções e funcionamento do Judiciário e também abordou temas como crimes virtuais e diversos, direitos do consumidor, entre outros assuntos, com base na cartilha produzida e entregue a todos os alunos.

“A nossa intenção é aproximar o Judiciário da população. No caso do ensino médio, focamos nos Juizados Especiais, instalações e estrutura, inclusive a pedido do presidente do TJ, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha. Focamos também na lei do marco civil da internet, onde os adolescentes hoje, infelizmente, usam as ferramentas virtuais para crimes homofóbicos, racial e ameaças. Tudo isso é enfatizado aqui, bem como os direitos e deveres”, explicou.

A aluna Letícia Silva Souza, do 3º ano, disse que aprendeu sobre a importância da justiça e como se pode recorrer. “Na escola, a gente não aprende o que foi falado aqui. Por exemplo, não sabia que podemos ser indenizados por algum dano, como nome sujo indevidamente, a quem recorrer, como fazer”.

Para o estudante Eduardo dos Reis, do 1º ano do ensino médio, foi uma manhã diferente para o aprendizado. “Achei muito importante para ficarmos informados, principalmente sobre o que é relacionado ao Judiciário. Fiquei muito feliz quando soube que vocês viriam aqui. Algumas coisas não sabia e aprendi muito hoje”, afirmou.

Quem assistiu pela primeira vez uma palestra como essa foi a aluna Victória da Silva e avaliou de forma positiva, principalmente por estar concluindo os estudos e se preparando para a universidade. “Achei muito interessante, ainda mais a gente que está no último ano, é importante discutir esses assuntos, saber dos direitos e deveres”.

O diretor da instituição de ensino, Valter Benedito da Silva, agradeceu a oportunidade e disse ter ficado lisonjeado com a presença do Tribunal de Justiça na escola. “É de suma importância esses assuntos que serão tratados aqui, para nossos alunos, principalmente os do ensino médio. Foi falado sobre crimes virtuais, drogas. Aqui a nossa clientela é de baixa renda e carente desses tipos de serviços e é importante que possam estar mais informada”, falou.

A expectativa para este ano é que o Nosso Judiciário visite 22 unidades de ensino fundamental.

 





Postar um novo comentário





Comentários

Comente esta notícia






Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet