18 de Outubro de 2019,

Cidades

A | A

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2014, 10h:43 | Atualizado:

Ponte Julio Müller será bloqueada no sentido Várzea Grande-Cuiabá

Motoristas devem usar as pontes Sérgio Motta e Ponte Nova

Os motoristas que trafegam entre Cuiabá e Várzea Grande pela Ponte Júlio Müller devem redobrar a atenção. A partir de terça-feira (18.02) o Consórcio VLT Cuiabá-Várzea Grande iniciará o lançamento das vigas pré-moldadas na nova ponte que está sendo construída, o que demandará o bloqueio da ponte no sentido Várzea Grande-Cuiabá. Além do lançamento das vigas, o Consórcio VLT fará o reforço na estrutura da ponte existente, para a implantação da via permanente, e avançará ainda mais na execução da drenagem da avenida da FEB.

Para quem segue de Várzea Grande para a Capital, a sugestão é passar pelas pontes Sérgio Motta e Maria Elisa Bocaiúva (ponte Nova), conforme já vem sendo divulgado à comunidade. Já para os motoristas que seguem de Cuiabá para Várzea Grande a ponte está liberada, mas terá mudanças de pistas logo após um trecho de aproximadamente 500 metros. 

O Consórcio VLT informa que o desvio está devidamente sinalizado, com placas verticais e sinalização horizontal. Durante a obra o acesso local será garantido a todos os moradores e comerciantes da Avenida da FEB. 

Opções de tráfego Várzea Grande/Cuiabá 

O motorista que sai da região do Cristo Rei com destino a Cuiabá deve redobrar os cuidados, pois a Avenida da FEB está interditada próximo ao Posto Top (de combustíveis). Uma das opções para quem segue com destino a Cuiabá é fazer o retorno na rotatória existente na avenida no entroncamento com a rua Vereador Abelardo de Azevedo, no bairro Construmat, voltar pela FEB (em direção ao Zero Km) para acessar a rua Sarita Baracat, no bairro Ponte Nova, entrar à esquerda na rua do Lambari, à direita na avenida Dom Orlando Chaves e então acessar a Ponte Nova, em direção à Avenida Miguel Sutil. 

Outra opção para seguir no sentido Aeroporto-Cuiabá é passar pela ponte Sérgio Motta. O motorista seguirá pela avenida 31 de Março, no bairro da Manga, pela rua Professora Izabel Pinto, avenida Dom Orlando Chaves em direção à avenida Doutor Paraná, e então à ponte Sérgio Motta.  

Para garantir maior mobilidade e auxiliar os motoristas, algumas ruas terão sentido invertido. É o caso da Travessa Independência, no bairro Alameda, que terá o fluxo invertido. Ela terá sentido único até a rua Lucio Frutoso (mão dupla), onde o motorista poderá entrar à esquerda e chegar à Alameda Júlio Muller, entrar à esquerda novamente para retornar à avenida da FEB e seguir em direção à Ponte Nova. 

De Cuiabá para Várzea Grande 

A passagem pela Ponte Júlio Müller no sentido Cuiabá-Várzea Grande está mantido. Porém, após a passar pela estrutura o fluxo de veículos será conduzido para a pista contrária, retornando para a pista original na altura do Posto Top. 

Essa alteração no trânsito da avenida da FEB também permitirá a continuidade das obras de drenagem no lado esquerdo da via (sentido Cuiabá-Várzea Grande). 

A obra 

A construção da nova ponte sobre o rio Cuiabá está em estágio avançado. As fundações e mesoestrutura foram concluídas. A próxima etapa é o lançamento das vigas pré-moldadas, com a consequente execução do tabuleiro (laje), do pavimento, new jersey, guarda corpo, e assim sucessivamente. 

A ponte está sendo construída à jusante do rio (do lado direito da ponte existente, no sentido Várzea Grande-Cuiabá). Tem cerca de 350 metros de comprimento e será usada para o tráfego de veículos. A central servirá para passagem do VLT e a ponte utilizada para o trânsito no sentido Cuiabá-Várzea Grande não sofrerá alteração no tráfego de veículos. A estrutura hoje existente receberá reforço para suportar a via permanente e o trânsito futuro.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS