Cidades Segunda-Feira, 29 de Abril de 2019, 21h:30 | Atualizado:

Segunda-Feira, 29 de Abril de 2019, 21h:30 | Atualizado:

Notícia

Projeto cria Dia de Conscientização sobre a Doença de Parkinson em MT

 

Da Redação

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

Começou a tramitar na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), desde a última quinta-feira (25), projeto de lei (PL) que institui o 11 abril como o Dia de Conscientização da Doença de Parkinson. O PL 447/2019 é de autoria do deputado estadual Paulo Araújo (PP).

A proposta visa informar e alertar a população para a importância do diagnóstico e do tratamento adequado da doença, garantindo assim mais qualidade de vida aos pacientes. A enfermidade degenerativa do sistema nervoso central é crônica, progressiva e incapacitante. Entre os sintomas estão tremores e falta de firmeza nas mãos, rigidez nos músculos e articulações, desequilíbrio, diminuição do olfato, alterações no intestino e no sono e até demência.

“É a segunda doença neurodegenerativa mais comum. O tratamento é de alto custo e requer intervenção especializada, tornando crucial a atuação conjunta do estado e de diversas instâncias da sociedade no enfrentamento desta doença, por isso a relevância de um dia dedicado a sua conscientização”, disse Paulo Araújo.

O dia 11 de abril foi o escolhido porque nesta data é o Dia Mundial da Doença de Parkinson. Foi no dia 11 de abril de 1755 que nasceu o médico inglês James Parkinson, o primeiro a pesquisar cientificamente a enfermidade, chamada na época de paralisia agitante.

Parkinson

É uma doença degenerativa de áreas do sistema nervoso central. É caracterizada pelo tremor quando os músculos estão em repouso, lentidão de movimentos voluntários e dificuldade em manter o equilíbrio. Em muitas pessoas, o pensamento torna-se comprometido. A doença é causada pela diminuição intensa na produção de dopamina, que é um neurotransmissor de substância química entre células nervosas.

A dopamina ajuda na realização dos movimentos voluntários do corpo de forma automática, ou seja, não precisamos pensar em cada movimento que nossos músculos fazem graças à presença desta substância em nossos cérebros. Na falta dela, particularmente numa pequena região encefálica chamada substância negra, o controle motor da pessoa é perdido, ocasionando sinais e sintomas característicos.





Postar um novo comentário





Comentários

Comente esta notícia






Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet