Cidades Sexta-Feira, 17 de Maio de 2019, 17h:52 | Atualizado:

Sexta-Feira, 17 de Maio de 2019, 17h:52 | Atualizado:

LIXO

Prontuários de pacientes do PS de Cuiabá são descartados na rua

Radialista que achou os papeis irá entregá-los ao Ministério Público

TARLEY CARVALHO
Da Redação

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

Paulo Fanaia

PRONTUÁRIOS

 

Uma série de prontuários de pacientes do pronto-socorro de Cuiabá foi encontrada na calçada da Avenida Miguel Sutil, imediações do viaduto com a Avenida do CPA, em Cuiabá. Além dos prontuários, no meio da papelada há também currículos de candidatos e prescrição de medicação para pacientes. As imagens foram registradas em foto e estão sendo compartilhadas nas redes sociais.

Os papéis foram encontrados e recolhidos pelo radialista Paulo Fanaia. Ao FOLHAMAX, ele afirmou que os documentos estão em sua residência, secando ao sol, e serão entregues ao Ministério Público do Estado.

“Eu estava fazendo uma caminhada e os encontrei. Esses documentos são guardados em hospitais. A Prefeitura deve apurar os fatos de como isso foi parar na rua. Os documentos estão aqui comigo, eu juntei e eles estão aqui em casa. Eu coloquei para secar e já enviei as cópias para o Ministério Público”, afirmou.

Nas fotos é possível verificar que os prontuários são de abril e maio deste ano. O descarte, além de irregular por expor informações dos pacientes, também afronta as normas do Conselho Federal de Medicina (CFM), que estipula o prazo mínimo de 20 anos destes documentos na instituição para, só então, poderem ser descartados.

“Estabelecer o prazo mínimo de 20 anos, a partir do último registro, para a preservação dos prontuários dos pacientes em suporte de papel, que não foram arquivados eletronicamente em meio óptico, microfilmado ou digitalizado”, determina o artigo 8 da Resolução CFM n. 1.821/07.

À reportagem, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que este não é o procedimento padrão e que os documentos são guardados no arquivo físico pelo prazo de 15 a 20 anos, além do arquivo digital. Após este prazo, então, os documentos são incinerados.

A pasta ainda informou que abrirá uma sindicância para investigar como os documentos saíram da unidade, assim como os responsáveis pelo ato.





Postar um novo comentário





Comentários (5)

  • RUBENS TADEU REYNAUD

    Sexta-Feira, 17 de Maio de 2019, 23h31
  • Sera que o meu prontuario do meu femur quebrado em 2013 esta no meio. Fiquei cinco dias nesta bosta e nao fizeram a cirurgia porque a furadeira de ossos estava quebrada. Conclusao gastei dez mil reais no Sotrauma para fazer a cirurgia. Pronto para morte deveria se chamar esta imundicie.
    0
    0



  • RUBENS TADEU REYNAUD

    Sexta-Feira, 17 de Maio de 2019, 23h31
  • Sera que o meu prontuario do meu femur quebrado em 2013 esta no meio. Fiquei cinco dias nesta bosta e nao fizeram a cirurgia porque a furadeira de ossos estava quebrada. Conclusao gastei dez mil reais no Sotrauma para fazer a cirurgia. Pronto para morte deveria se chamar esta imundicie.
    0
    0



  • RUBENS TADEU REYNAUD

    Sexta-Feira, 17 de Maio de 2019, 23h31
  • Sera que o meu prontuario do meu femur quebrado em 2013 esta no meio. Fiquei cinco dias nesta bosta e nao fizeram a cirurgia porque a furadeira de ossos estava quebrada. Conclusao gastei dez mil reais no Sotrauma para fazer a cirurgia. Pronto para morte deveria se chamar esta imundicie.
    0
    0



  • Sebastiana Medeiros

    Sexta-Feira, 17 de Maio de 2019, 21h43
  • Geeeente como que pode???? Imagina as pessoa saber das gonorreia e corrimento dos outros.
    1
    0



  • Furioso

    Sexta-Feira, 17 de Maio de 2019, 18h08
  • Vote, será que o papel que tem meu nome e que fala da minha hemorroida tá aí? Que desgraça ein
    3
    0









Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet