20 de Novembro de 2019,

Cultura

A | A

Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2014, 17h:40 | Atualizado:

Ambulantes deverão obter protocolo para trabalhar durante o Carnaval

Os vendedores ambulantes de Cuiabá que pretendem trabalhar nos bairros em que serão realizadas as festividades do carnaval deverão solicitar junto ao Corpo de Bombeiros um protocolo de registro para montar as barracas de alimentação e bebidas. O alvará de funcionamento só será emitido após a liberação deste documento.

A medida foi anunciada nesta sexta-feira (21), durante uma reunião entre a Prefeitura de Cuiabá e os presidentes dos bairros Parque Cuiabá, Pedra 90, CPA I, Tijucal, Praça da Mandioca e Distrito da Guia. 

Cada bairro contará com equipes do Corpo de Bombeiros e fiscais do Meio Ambiente e, além da autorização, os responsáveis pelas barracas deverão apresentar uma relação de ofícios contendo nome, RG, CPF, endereço, ARP (documento contendo a assinatura do engenheiro responsável pela segurança da tenda), uso de gás de cozinha (se houver) e produto a ser comercializado.

Cada barraca deve ter extintor de incêndio – e o uso de crachás de identificação fornecidos pela Secretaria Municipal de Cultura será obrigatório. De acordo com o assessor de gabinete da Secretaria de Meio Ambiente, Aécio Pacheco, caso as exigências de funcionamento não sejam cumpridas, os vendedores serão notificados e terão a mercadoria recolhida. 

“Estamos organizando tudo de maneira correta, para evitar transtornos tanto para quem vai trabalhar, como para quem vai ser divertir”, disse. 

O sub-prefeito do Distrito da Guia, Ednacil Dias de Souza, acompanhou a reunião e avalia que estas medidas são extremamente necessárias e que este primeiro contato com a prefeitura auxilia nos demais processos da organização do carnaval nos bairros.

“Esperamos que, assim como no ano passado, este carnaval não tenha problemas. Este tipo de iniciativa contribui para indicar aos ambulantes o que é certo e errado e também evitar acidentes”, afirmou.

Segundo o secretário municipal de Cultura, Alberto Machado, a realização do carnaval está sendo montada em etapas, com a preocupação de trabalhar cada detalhe.

“Os presidentes são quem pode nos passar uma realidade melhor de cada bairro e vamos trabalhar em cima disso. A participação deles é muito importante em tudo o que for decidido”, concluiu o secretário.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS