05 de Dezembro de 2019,

Cultura

A | A

Terça-Feira, 04 de Março de 2014, 20h:10 | Atualizado:

CHAPADA

Bode do Karuá "salva" o Carnaval da elite cuiabana

bodekarua

 

Chapada dos Guimarães é um dos destinos prediletos dos mato-grossenses durante o carnaval. Nesta data, a cidade que é conhecida por suas belezas naturais entra no clima de festa. Neste ano não foi diferente. As ruas e a praça central ficaram lotadas e até mesmo quem dedicou o feriado para o descanso não resistiu e caiu na folia.

O desfile do bloco Confraria Bode do Karuá, um dos mais tradicionais da cidade, foi acompanhado por milhares de expectadores. A designer gráfica Elaine Cristina da Cunha reuniu a família e os amigos para prestigiar pela primeira vez o evento e aprovou. “É uma festa muito bonita e animada. A cidade ainda precisa melhorar algumas questões, mas ficou muito bonita com tanta gente”.

A servidora pública Rita Cássia Alves Barros e o marido levaram pelo segundo ano a filha Cássia Clara, de apenas 1 anos e 8 meses, para curtir a folia. “Ela gosta muito de festa. No carnaval passado já trouxemos ela e este ano viemos de novo. Assim nós nos divertimos e ela também”.

As aposentadas Ana Joaquina Ribeiro Pires, 78, e Antonina Mussis, 84, também marcaram presença. Ao lado de familiares elas acompanharam a passagem do bloco com muita empolgação. Afinal, carnaval não tem idade. “É uma festa muito bonita. É o segundo ano que viemos e dançamos junto com o bloco”.

Há 15 anos o Bode do Karuá percorre as ruas centrais de Chapada dos Guimarães esbanjando muito samba e animação. Desta vez o enredo homenageou o comediante Liu Arruda, cuiabano de tchapa e cruz que contagiava o público com seus animados personagens. À frente do bloco, bonecos gigantes relembraram algumas destas figuras, como a Comadre Nhara, Juca, Sinhá Dedê, o travesti Ramona e o hippie Gladstone, e foram a atração do público.

Fundador da Confraria Genivaldo Gomes, conhecido carinhosamente como Karuá, que deu origem ao nome do bloco, lembrou que tudo começou com uma brincadeira entre amigos. No primeiro ano, foram apenas 100 participantes. Mas a “brincadeira” foi ganhando proporção e hoje é um dos mais famosos blocos do Estado. Neste ano 1500 foliões desfilaram.

“Ficamos muito felizes ao ver tanta gente festando conosco. Famílias inteiras desfilam com a gente ou vem até Chapada nos prestigiar. É uma grande festa”.

A bateria comandada pelo mestre Munir levou para as ruas 100 integrantes. Numa sincronia perfeita o grupo esbanjou energia tocando não só o enredo “Liu, perdeu quem não viu”, mas sucessos de renomadas escolas do Rio, que foram cantados em coro pelo público. A frente do bloco há 7 anos, a porta bandeira Beth Mendonça não conseguiu conter a emoção. “É uma festa entre amigos. Já estou nesta função há 7 anos e não tem como não se emocionar. É muita energia boa vinda de todo lado”.

Além do Bode do Karuá outros blocos desfilaram pelas ruas de Chapada no final de semana. Entre eles Beijo Me Liga, Unidos da Aldeia, Bafo da Onça, Anta Baleada, Vira Copas, Cheiro Verde e Me Guenta. No palco do festival de inverno também houve shows com várias bandas regionais.

Movimentos e entidades ligadas a saúde também aproveitaram a folia para protestar. O bloco “Xô OSS” percorreu as ruas chamando a atenção da população para a medida do governo em entregar a gestão de unidades de saúde do Estado para organizações sociais. Com camisetas e até enredo, o bloco denunciou o sofrimento da população diante da ineficácia dos serviços.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS