09 de Agosto de 2020,

Cultura

A | A

Segunda-Feira, 17 de Março de 2014, 17h:59 | Atualizado:

Nova Brasilândia lança Orquestra Jovem e instituto de música

Mais de 100 adolescentes do município de Nova Brasilândia (a 240 quilômetros de Cuiabá) vão aprender a tocar instrumentos musicais, como violino, violoncelo, sax; flauta, clarinete, oboé, entre outros. Com o apoio cultural e social do deputado estadual Mauro Savi, foi lançada na sexta-feira (14), a Orquestra Jovem de Nova Brasilândia, que vai passar a ser mais um polo do Instituto Ciranda Música e Cidadania. 

O lançamento aconteceu ao ar livre e contou com uma impecável exibição da Orquestra Sinfônica Jovem de Mato Grosso, que tem sua base em Cuiabá, mas que já levou o projeto para vários outros municípios, como Campo Verde e Nova Mutum. 

Conforme a presidente do Projeto Reviver, Marilza Oliveira, uma entidade composta por representantes do terceiro setor e que organizou o evento em Nova Brasilândia, a criação da orquestra no município vai transformar pra sempre e de forma positiva a vida desses adolescentes. 

“A apoio do deputado Mauro Savi está sendo fundamental porque precisamos de pessoas que realmente acreditem no nosso município e, aqui, estamos trazendo cultura. Além disso essa orquestra vai ajudar na formação da cidadania dos nossos adolescentes”, apontou Marilza, informando por exemplo, que até o ônibus que levou a Orquestra Sinfônica Jovem de Mato Grosso à Nova Brasilândia, foi garantido por Mauro Savi. 

O maestro e diretor do Instituto Ciranda, Murilo Alves, regeu a apresentação, apreciada por centenas de pessoas numa das principais avenidas da cidade e, didaticamente, apresentou ao público os principais instrumentos da orquestra, o que despertou a curiosidade e o primeiro contato das pessoas com equipamentos de sopro, cordas, percussão etc. 

Há, conforme o maestro, componentes na orquestra que hoje já estão regendo apresentações e que entraram ainda crianças no grupo. “Hoje temos mais de mil alunos, sendo 450 só na sede em Cuiabá, que recebem aulas gratuitamente. O Ciranda é uma ideia, sozinho a gente não tem possibilidade de desenvolver nada, porque não termos receita. Então quando encontramos um parceiro como o deputado Mauro Savi, que nos cedeu o transporte, aí sim, as coisas têm como acontecer”, destacou Murilo Alves. 

Segundo o vereador Eutimio de Campos (PPS), com a criação da Orquestra Jovem de Nova Brasilândia, o município não está ganhando somente na cultura, mas principalmente na área social. “E ao levarmos ao deputado Mauro Savi, a informação de que a orquestra precisaria dele para dar oportunidade aos jovens de Nova Brasilândia, o deputado fez questão de ajudar e se colocar à disposição do projeto e do município”, enfatizou o vereador. 

As aulas de música aos jovens devem começar em abril e as inscrições já podem ser feitas, gratuitamente, na Câmara Municipal de Nova Brasilândia. 



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS