26 de Abril de 2019,

Curiosidades

A | A

Domingo, 16 de Março de 2014, 18h:29 | Atualizado:

DESPESAS

Aplicativo mostra quando custa namorar hoje dia

NAMORO

 

Entre os casais apaixonados a despesa é algo inevitável. E eis que surge a pergunta “quanto custa namorar?”. Uma ferramenta disponível na internet auxilia os namorados a calcular os gastos.

Para contabilizar o valor, o simulador lista algumas atividades para fazer a 2 e no final gera o montante gasto por mês e até por ano. Com ou sem a ajuda da ferramenta, a intenção dos namorados é sempre gastar pouco, sem prejudicar os programas românticos.

O valor gasto também vai depender da faixa etária do casal, incluindo adolescentes e adultos, nas mais variadas idades. Bruno Cardoso, 30 namora há 2 anos com Aline Gonçalves (19). O casal gasta em média R$ 500 por mês entre lazer, alimentação e presentes.

Bruno conta que no início do relacionamento somente ele pegava a conta quando saíam, mas hoje isso mudou. “Gostamos de sair para comer, ir ao cinema, fazer programas com amigos e também sozinhos. Agora ela já me ajuda a pagar a conta, mas antes eu não deixava, no início é sempre assim”. O casal se programa para viajar em junho e estão economizando. “Estamos evitando fazer muitos gastos desde o início do ano para poder viajar mais tranquilos”.

Bruno que também já aproveitou a vida de solteiro conta que gastava muito quando estava sozinho. “Gostava muito de sair nos fins de semana e por não estar com uma namorada sempre estava com amigos, aí gastávamos com bebidas e outras coisas. O gasto é quase o mesmo a diferença é que agora tenho alguém ao meu lado”.

Enquanto há casais que preferem dividir a conta, outros se desentendem na hora de pagar as despesas. Diogo Alves está há 4 anos namorando Isabela Molina, o casal costuma sair todos os fins de semana para comer e também se divertir com amigos. “Gasto no mínimo R$ 300 ao mês. Gostamos de sair e quando não saímos vamos para casa de algum amigo aí sempre comemos alguma coisa. Tem também o gasto com transporte”. As datas comemorativas também são muito lembradas pelo casal. “A Isabela faz questão de celebrar todas. Então sempre que comemoramos mais um ano de namoro saímos para jantar em algum lugar mais especial. No Dia dos Namorados também nos presenteamos, aniversário, Natal. Também gosto de surpreendê-la, quando tenho condições dou algum presente sem que haja ocasião especial. Às vezes ela quer dividir a conta, mas eu nunca deixo e às vezes brigamos por isso”.

Já Diogo Carvalho, 29, namora Nayara Fernanda da Cruz, 24, há pouco tempo, apenas 5 meses, mas já precisou desembolsar para agradar a namorada. “Passamos o Natal juntos e também o aniversário dela. Nosso gasto mensal é de acordo com o que acontece no fim de semana. Gasto o que posso, sem muita extravagância. Por ser um relacionamento recente ainda estamos nos conhecendo, mas sempre saímos para jantar ou até mesmo com amigos”. Diogo garante que quanto estava solteiro gastava na mesma proporção.

A vida de solteiro também rende alguns gastos, Fernando Delize, chega a gastar R$ 150 por fim de semana e considera um valor baixo pois já chegou a gastar muito mais. “Agora que moro sozinho reduzi muito os gastos, estou investindo em minha casa. Em média gasto R$ 600 ao mês, antes era muito mais. Costumo sair para barzinhos, reuniões na casa de amigos, sempre dividimos a conta”.

Quanto tem alguma companheira, Fernando sempre paga a conta.O educador financeiro João Paulo Fortunato ressalta que o planejamento financeiro é a base de tudo. “É importante ter conhecimento das despesas de cada um e planejar tudo com antecedência, além de ter uma reserva financeira”. Entre as dicas para economizar o especialista orienta que os casais aproveitem as ofertas. “Ao cinema podem ir nos dias promocionais, podem também aproveitar os sites de compras coletivas desde que saibam qual a empresa”. Em relação ao “tabu” que existiu por muitos anos de que somente o homem paga as despesas, Fortunato diz que isso já acabou e atualmente os casais costumam dividir os gastos e ainda discutir a questão financeira. “Isso deve ser muito evidenciado quando o relacionamento já tem um certo tempo e está partindo para um noivado ou casamento. É bom até para a saúde do namoro já que muitos casais acabam se separando por questões financeiras”. Em relação às surpresas para quem se ama, Fortunato diz que é sempre bom, desde que isso não comprometa a renda. “A reserva financeira serve para isso. O consumo por impulso sempre acaba gerando mais gastos. Outra dica para economizar é tentar fazer programas em casa”.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Diego | Sexta-Feira, 13 de Junho de 2014, 22h14
    0
    0

    Só o homem que gasta no namoro, Tem algumas mulheres que preferem que o homem seja machista nessa hora, só que espertamente chamam de cavalheirismo. O justo é dividir, assim o namoro vale a pena, e não passa a ser um fardo. Quando eu vejo um homem que paga tudo pra namorada eu já sei que é perdedor rs

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS