14 de Agosto de 2020,

Curiosidades

A | A

Quinta-Feira, 05 de Dezembro de 2019, 15h:50 | Atualizado:

"RELAÇÃO RUIM"

Deborah Secco lembra romance com homem casado

Rep. YouTube

D�BORAH SECCO.jpg

 

Deborah Secco falou sobre sua relação com Hugo Moura em entrevista para o canal de Thaís Fersoza e fez uma revelação sobre o passado de sua vida amorosa: a atriz contou que antes de conhecer o atual marido viveu uma relação de dez meses com um homem casado.

Questionada por Thais sobre como foi o "encontro de almas" com seu atual marido, Deborah abriu o coração sobre o momento que estava vivendo antes de conhecer Hugo. Tive sorte... Na verdade, não foi sorte, porque eu rezei, pedi para Deus... Eu estava numa relação muito ruim com um cara casado, dez meses falando que ia se separar, eu estava muito infeliz... enfim, um dia cheguei em casa tão triste. Eu ajoelhei no chão e rezei, pedi", lembrou.

Segundo Deborah, depois da prece, a atriz conta que foi tomar banho e quando voltou, abriu o Instagram e viu uma foto de Hugo. "Na hora que vi a foto, era ele. E eu pensei 'pronto, esse é o meu marido, pai dos meus filhos'". Com a ajuda de uma amiga, personal trainer, que conhecia Hugo, ela conseguiu se aproximar - ainda virtualmente, seguindo e curtindo todas as fotos do ator, para depois receber uma mensagem dele.

Direta, ela falou para Hugo que ele seria seu marido e pai dos filhos dela - atualmente, os dois têm Maria Flor, de 4 anos. Os dois se encontraram e a química bateu. "Rolou na primeira noite?", perguntou Thais. "No primeiro segundo! E aí falei 'bom, o sexo é bom', e quando comecei a conversar com ele depois do sexo - porque fiz sexo primeiro, desculpa - e eu vi que ele era um cara muito diferenciado, bom, puro. E falei que não podia errar com esse cara".

Deborah lembra que errou muito no passado, mas que também foi "sacaneada" em todas as relações. "Eu tinha que trair para ir embora, me apaixonar por outra pessoa, porque parece que eu tinha apego aos maus tratos da relação. Eu tinha apego a relações abusivas. Eu traía para me livrar das pessoas", confessou.

"Mas eu também não era uma pessoa sincera, correta, eu tentava ser uma pessoa melhor do que eu era. E com o Hugo eu tive esse insight e falei 'não vou errar com você e vou te contar quem eu sou'. Contei tudo. Na primeira noite", revelou, afirmando que se sentiu leve depois da conversa. "E hoje eu tenho uma relação sem nenhum segredo. Tudo que eu fiz ele soube por mim. Pela primeira vez, de fato, eu me senti amada".

Deborah e Hugo se casaram em segredo, 2015, poucos meses depois de se conhecerem, quando a atriz ainda estava grávida de Maria Flor. Apesar de curtir muito ao lado da filha atualmente, o período de gestação foi bastante difícil para a atriz.

"Fui muito ciumenta grávida. Minha gravidez foi muito difícil, eu tive depressão, fiquei muito... não sei, hormonal, acho. Me senti muito feia, engordei muito, mas acho que não era só isso, acho que era mesmo hormonal. Lembro que na sala de parto o Hugo falou pra mim: 'Você voltou ao normal'".

A atriz recordou o dia do nascimento da filha, quando sua bolsa estourou e ela precisou fazer uma cesariana com urgência, por conta do excesso de mecônio no líquido amniótico (fato de risco que exige a antecipação do parto).

"E você pensa em ter daqui a quanto tempo outro filho?", questiona Thaís. "Eu queria ter agora, mas o Hugo quer adotar. Ele não quer ter biológico e eu estou um pouco reticente sobre adotar, então estamos em um impasse difícil de resolver", confessa, revelando que Maria Flor às vezes pede para ter um irmão ou irmã.

Ainda sobre gestação, as atrizes conversam sobre as mudanças físicas, mas Deborah garante que não foi uma questão que a atrapalhou após dar a luz, mesmo tendo ganhado mais peso do que gostaria na gravidez. "No pós não foi, porque foi muito rápido, nem eu sei como eu emagreci tão rápido. Em treze dias eu estava cabendo nas minhas roupas depois de ter engordado 27 kg. Acho que é porque eu malhei muito, Thaís", acredita.

"Você sempre foi muito refém disso, né? De ser a gostosa... ", afirmou a apresentadora. "Muito. As pessoas esperam que para trabalhar a gente ter que estar magra, estar com a pele boa, bonita, é sempre uma questão", define a atriz, que volta à televisão no início de 2020, como Alexia, de Salve-se Quem Puder, próxima novela das sete.

Quando o assunto é sua carreira, a atriz conta que Maria Flor parece seguir seus passos, com desenvoltura para agir diante das câmeras e vontade de se sentir bonita e ser vista pelas pessoas. Deborah garante que tenta não induzi-la a ter uma profissão artística, mas que ao mesmo tempo busca apoiá-la assim como foi apoiada pela mãe.

Ela começou a carreira ainda jovem, com apenas 11 anos fez sua primeira novela, Mico Preto, na TV Globo, e aos 14 anos fez seu primeiro trabalho de sucesso, que a levou à fama, como Carol, na série Confissões de Adolescente. Para ela, sua vida profissional foi consolidada aos 31 anos, quando fez Bruna Surfistinha e conseguiu se estabilizar financeiramente.

Deborah também confessou que a idade de Hugo favorece a interação do ator com a filha, por ter mais disposição física, e que ela pena um pouco com isso, mas confia que com o marido Maria está sempre em boas mãos.



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS